Seguro auto com nome sujo

Está com o nome negativado, mas não quer correr o risco de circular por aí com seu carro sem um seguro? Então acompanhe este artigo e veja como funciona o seguro auto com nome sujo!

Há tempos que o seguro auto deixou de ser um investimento na proteção de um patrimônio, passando a ser um serviço essencial.

Afinal, os índices de violência estão cada vez maiores.

Atrelado a essa informação existe o fato de que a economia nacional vem se tornando cada vez mais complicada.

Prova disso, são os altos índices de desemprego, não é à toa que existem tantas pessoas com o nome negativado.

No entanto, essas pessoas, assim como todas as outras que possuem um carro, precisam proteger seus veículos e seus orçamentos de possível prejuízos, e o melhor caminho para conseguir isso é através de um seguro auto.

Mas, será que é possível fazer um seguro auto com nome sujo?

Se você está nessa situação e quer saber a resposta para essa pergunta, acompanhe este artigo e descubra mais sobre esse assunto.

Seguro auto com nome sujo

Imagem: Getty Images

Posso fazer um seguro auto com nome sujo?

Mesmo negativado, você poderá contratar uma proteção para o seu automóvel.

Mas será preciso tomar alguns cuidados e atender a requisitos mais específicos.

De um modo geral, qualquer pessoa pode contratar um seguro auto.

No entanto, não significa que essa contratação seja simples, isso porque as seguradoras fazem uma análise do perfil dos motoristas antes de aceitarem a proposta.

E, sim, o fato de ter dívidas em aberto pesa contra o consumidor, e pode provocar a negativa da empresa em oferecer proteção.

As empresas de seguro podem acreditar que, pelo fato de o cliente estar com o nome negativo, existem maiores chances de ele ter problemas com o pagamento do seguro auto, por isso, é possível que ela que se negue a oferecer a proteção.

No entanto, nem todas as empresas pensam assim, a maioria das seguradoras aceitam pessoas com o nome sujo, mas acabam cobrando um valor maior dessas pessoas, como uma maneira de se proteger de possíveis calotes.

Posso fazer um seguro de automóvel em nome de outra pessoa?

Algumas seguradoras não analisam o condutor principal, apenas o segurado, neste caso se você estiver com o nome sujo, mas morar com alguém que não esteja, é possível fazer o seguro no nome dessa pessoa.

Portanto, sim, é possível fazer um seguro de automóvel em nome de outra pessoa, mas fique atento.

Não são todas as seguradoras que permitem isso e, neste caso é fundamental que a análise de perfil do condutor seja feita com base nos seus dados e não nos do segurado.

Essa análise do perfil do usuário é feita para definir, além da possibilidade de contratação, o custo do seguro.

Por isso, são avaliados também dados como a idade do cliente, sua experiência no trânsito, locais de tráfego e onde o carro permanece estacionado.

Informações desse tipo indicam as chances de que o usuário sofra um sinistro.

Geralmente, as seguradoras consideram homens solteiros como os mais sujeitos a problemas, e por isso seus seguros são mais caros.

Como funciona a análise de crédito no seguro auto?

No caso da análise de crédito como parte do perfil, a empresa avalia as chances de inadimplência do usuário.

Caso considere os riscos altos, ela tem o direito de negar a cobertura.

Entretanto, toda vez que uma proposta é negada, a seguradora precisa informar quais foram os motivos para que isso acontecesse.

Assim, o consumidor obtém a chance de regularizar os problemas e tentar uma nova proposta.

É importante destacar que os critérios para negativa variam por seguradora.

Por isso, sempre realize diversas cotações.

A negativa por uma seguradora não significará, obrigatoriamente, a negativa pelas demais.

Qual o prazo para que minha proposta seja analisada?

Após o consumidor fazer a cotação do seguro desejado, a seguradora fará uma verificação e poderá ou não aprovar a apólice.

Esse processo, entre a solicitação do seguro e a resposta da empresa,  pode levar até 15 dias.

Caso a seguradora não dê uma resposta dentro deste prazo, seja ela positiva ou negativa, ela automaticamente é obrigada a aceitar a proposta feita pelo segurado.

E lembre-se, se ela recusar é obrigada a informar o motivo dessa recusa.

Se eu fizer o pagamento à vista, as chances do meu seguro ser recusado diminui?

Se a ideia é fazer um seguro e diminuir as chances de ter a proposta recusada por estar com o nome sujo, uma dica é optar pelo pagamento à vista.

Nesse caso, para garantir a proteção ao carro, será preciso primeiro fazer o pagamento total do seguro.

Assim,  os riscos de inadimplência para a seguradora desaparecem, fazendo com que a proteção seja aceita mais facilmente.

Mas lembre-se que é importante verificar a possibilidade com a companhia, pois cada uma possui regras específicas sobre o assunto.

Vou pagar mais pelo seguro por estar com o nome sujo?

Quem está com o nome negativado precisa preparar o bolso.

Como os riscos de inadimplência são grandes, as seguradoras que aceitam esse tipo de segurado costumam elevar o valor da apólice.

Isso acontece para cobrir possíveis riscos, e pode fazer com que o valor da apólice fique bem mais caro do que para um usuário não negativado.

Fora isso, os custos do seguro vão variar, apenas, com a análise do perfil do condutor e as coberturas escolhidas.

Quanto mais completa for a proteção do carro, mais caro o seu prêmio (custo) costuma ser.

Você pode, então, considerar diminuir o número de coberturas na apólice.

Porém, analise bem essa possibilidade.

Por exemplo: se você mora em uma cidade em que inundações são comuns, a proteção contra este tipo de ocorrência é fundamental.

Geralmente, o custo desta cobertura será muito menor do que arcar com os prejuízos por conta própria.

Ou seja, elimine do contrato apenas as proteções que se mostrarem desnecessárias.

Para fazer a melhor escolha, é interessante contar com um bom corretor de seguros.

Especialista no assunto, ele terá maior facilidade em indicar as melhores opções ao seu automóvel.

Qual a recomendação para fazer um seguro auto com nome sujo?

Se você ainda está pensando que quem tem nome sujo não pode fazer seguro, saiba que não é bem assim que isso funciona.

Como mencionado aqui, é possível sim, mas existirão algumas diferenças na contratação.

Por isso, vale a pena estar atento a algumas recomendações.

A primeira delas é tentar regularizar a sua situação financeira com a empresa devedora.

Acredite, em muitos casos vale mais a pena negociar a dívida e regularizar o nome, do que pagar a mais para contratar um seguro auto.

Para isso, é preciso conhecer as suas finanças. Quais são seus gastos e renda mensal?

Quais custos supérfluos podem ser cortados, para que haja a possibilidade de pagamento da dívida?

No passo seguinte, é necessário entrar em contato com a empresa do débito e negociar.

Deste modo, o usuário pode obter descontos, especialmente dos juros.

Também é comum que as credoras permitam um parcelamento confortável.

Afinal, seu principal objetivo é receber o que lhe é devido.

Com a renegociação e início do pagamento, o nome do consumidor deixa de constar no cadastro de devedores.

Geralmente, ele é cadastrado em listas como o Serasa e o SPC.

Como resultado, torna-se muito mais fácil adquirir não somente o seguro auto, mas também outros produtos no mercado.

Se a regularização do seu nome não for possível, opte pelo pagamento à vista.

A contratação de um seguro auto mensal também pode funcionar, já que seguradora terá responsabilidade sobre o veículo por apenas um mês.

O que a SUSEP diz sobre o seguro com nome sujo?

A SUSEP – Superintendência de Seguros Privados, órgão que regula o comércio de seguros no Brasil, diz que as seguradoras não podem negar um seguro de um veículo apenas por seu proprietário estar com nome negativado.

A cada negativa, o consumidor precisa receber um relatório por escrito sobre as causas da rejeição da proposta.

Caso ela ocorra apenas pela inadimplência do consumidor sobre outras dívidas, a SUSEP precisa ser informada.

Assim, a seguradora poderá ser multada.

Em todo o caso, a seguradora pode negar renovar o seguro se as parcelas de um contrato anterior estiverem em atraso.

Além disso, dever para a companhia de seguros pode dificultar o recebimento da indenização, especialmente integral.

Nessas situações, a empresa costuma exigir o pagamento completo da apólice, antes de liberar os valores para cobertura do prejuízo do consumidor.

Caso o usuário permita, a seguradora também pode descontar os valores em aberto do que seria a indenização total.

Segundo as regras da SUSEP, não há nenhuma restrição para a cobrança de valores a mais para quem possui o nome negativado sendo as seguradoras livres para calcular os riscos e valores cobrados.

Posso renovar o seguro com nome sujo?

Se você estava com o nome regularizado quando contratou o seguro auto, mas devido um imprevisto acabou ficando com o nome sujo, saiba que a seguradora não pode cancelar sua cobertura por causa disso.

Mas se está chegando à data da renovação do seguro e você está preocupado se conseguirá ou não renovar o seguro com nome sujo, saiba que é possível sim conseguir renovar o seguro, mas que pode haver alguns problemas nesse processo.

O principal deles é que o valor do seu prêmio pode subir por causa da negativação do seu nome.

Por isso, se for possível, procure regularizar sua situação antes de realizar a renovação do seu seguro.

Agora você já sabe que essa história de quem tem nome sujo não pode fazer seguro é um mito, e que mesmo sendo mais difícil e até um pouco mais caro, é possível sim fazer um seguro auto com nome sujo, será muito mais simples contratar a proteção que você precisa.

Lembre-se de realizar várias cotações.

Assim, haverá maior chance de encontrar a proteção com o melhor preço e cobertura, e que não negue o serviço ao seu veículo.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

2 Comentários

  • Angelo Santos says:

    Boa tarde,

    O seguro sendo contratado por uma pessoa que não tem nenhuma restrição em seu nome, ao incluir outro condutor, o que realmente irá dirigir o veículo, esse não pode ter o seu nome incluído no Serasa e/ou SPC?

    Obrigado

    • Sanaira Silveira says:

      Boa tarde Angelo,

      Obrigada pelo contato.
      Geralmente as seguradoras não veem problemas em fazer o seguro para uma pessoa que está com restrição no nome, desde que o pagamento seja feito à vista, mas em alguns casos, pode ser negado.
      Neste caso de incluir uma pessoa para dirigir, e esta ter o nome restrito, dificilmente terá algum problema.

      Para fazer a cotação de seguro, você precisa preencher o formulário em: http://vemm.go2cloud.org/SHEv para que um de nossos corretores parceiros entre em contato com você.

      Atenciosamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *