Fatores que fazem o preço do seguro aumentar

| Autor: Jeniffer Elaina

Você já se perguntou quais fatores fazem o preço do seguro aumentar? Os custos podem ser altos ser não forem bem pesquisados pelo consumidor. Acompanhe o texto e descubra como aproveitar do melhor preço do serviço.

Na hora de cotar um seguro, é preciso avaliar uma série de aspectos. A reputação da seguradora, as coberturas do seguro, o custo da proteção.

Até porque, uma série de fatores fazem o preço do seguro aumentar, inclusive de uma empresa para a outra.

Tudo isso tem uma conclusão simples: procurar o seguro ideal para seu automóvel não é uma tarefa fácil.

É por isso que fazer a cotação online para o seguro de carros está cada vez mais em alta.

Na hora de fechar o preço da apólice, várias questões devem ser discutidas para que o valor seja justo, tanto para a seguradora, quanto para o cliente.

O preço do seguro é totalmente variável, de acordo com o perfil do cliente e o carro que terá a cobertura.

Ou seja, várias questões influenciam para o preço final.

Por isso a Smartia estabeleceu um ranking dos principais fatores que fazem o valor do seguro aumentar ou diminuir. Veja a seguir.

Fatores que fazem o preço do seguro aumentar

Fatores que fazem o valor do seguro auto aumentar

Idade do motorista entre 18 e 30 anos

Um dos primeiros fatores avaliados pela seguradora na hora de cotar o seguro é a idade do motorista segurado.

Aqueles que têm entre 18 e 30 anos — e, principalmente, os que têm até 25 anos —, pagam mais caro pelo seguro.

Isso acontece porque motoristas mais jovens têm menos experiência no trânsito.

Logo, eles têm mais chances de se envolverem em um sinistro, demandando indenização da seguradora.

Os riscos mais claros de um custo para a empresa a fazem aumentar o cobrado pela proteção.

Acessórios extras no carro

São dois os pontos, neste caso. Primeiro: acessórios extras precisam contar com uma cobertura adicional para serem protegidos.

Esse adicional já torna o seguro auto.

Mas, se desejar, o usuário não precisa contratar este extra, deixando os acessórios desprotegidos.

Há equipamentos, porém, que podem aumenta as chances de furto ou roubo do carro, como é o caso de uma TV ou som automotivo.

Se o risco de sinistro aumenta, o preço do seguro também irá aumentar.

Carro de luxo

Um carro de luxo é cheio de particularidades. Começando pelo valor do veículo no mercado, que é bem mais alto do que os demais.

Esse tipo de veículo também possui acessórios diferenciados e, muitas vezes, até blindagem. Cada um desses fatores fazem o preço do seguro aumentar.

Nome no Serasa

Ter o nome no Serasa significa que você tem dívidas em aberto.

Fazendo uma consulta do seu CPF, a seguradora saberá destes débitos.

Então, a confiança da empresa em relação ao seu comprometimento de pagamento irá diminuir.

O resultado será um seguro mais caro, numa tentativa da seguradora de tentar compensar possíveis atrasos no pagamento.

Em todo o caso, a inadimplência no seguro suspende a proteção do carro. Por isso, é uma péssima ideia ficar devendo para a companhia de seguros.

Sexo masculino

Segundo estatísticas, as mulheres se envolvem bem menos em acidentes do que os homens. Assim, o público masculino paga um valor mais alto pelo seu seguro auto.

Infrações no trânsito

Quando o motorista possui histórico de infrações, a seguradora entende que ele é mais propício a desrespeitar as leis novamente.

Isso significa que este condutor ficará mais sujeito a sinistros, especialmente colisões. Como o risco será maior, o preço do seguro vai aumentar.

Fatores que fazem o valor do seguro auto diminuir

Carro Popular

Um carro popular é mais barato e, por isso, tem seguro mais barato.

Afinal, se um sinistro integral acontecer, a indenização paga pela seguradora será menor do que a de um carro de luxo, por exemplo.

Ainda assim, vale a pena avaliar se o modelo escolhido não é muito visado por ladrões.

Quando são visados, os carros têm seguro mais baixo pelo seu preço de mercado, mas veem o seguro aumentar devido ao risco maior de furto e roubo.

Carros mais novos

Quanto mais novo, menor é o preço do seguro de um carro.

Isso acontece porque a pouca idade do veículo diminui o risco de panes elétricas, mecânicas e outros problemas comuns em carros mais velhos.

Possuir garagem residencial fechada

Ter uma garagem em casa diminui os riscos de que o carro seja roubado ou furtado por ter ficado parado na rua.

Esse cuidado é importante principalmente à noite, quando o pouco tráfego favorece a ação de bandidos.

Quando o carro é estacionamento em local seguro, seu seguro é mais barato. O mesmo vale para o estacionamento no dia a dia, como no trabalho.

Morar perto do trabalho ou percorrer distâncias pequenas

Quanto mais o veículo é utilizado, maior o seu desgaste, chances de colisão e outros sinistros.

Por isso, quem percorre poucas distâncias, ou mesmo quem usa pouco o carro, tem um custo menor com o seguro automotivo.

Rastreador

O rastreador é um dispositivo que permite encontrar o veículo após um roubo ou furto.

Essas chances maiores de recuperação do carro diminuem os riscos para a seguradora, que teria que pagar indenização integral se o auto não fosse encontrado.

Com a localização do carro, apenas uma indenização parcial, para os reparos, pode ser suficiente.

Com gasto menor da seguradora, o custo da proteção também fica menor.

Pronto! Agora você já sabe quais fatores fazem o preço do seguro subir, e quais podem diminuir os valores.

Vale a pena pesquisar bastante antes de contratar sua proteção.

Com várias cotações em mãos, será mais simples avaliar as propostas e encontrar a que se encaixa melhor ao seu bolso e carro.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *