Saiba tudo sobre o seguro auto contra terceiros

Buscando mais informações sobre coberturas e maneiras de se proteger? Então acompanhe esse artigo e veja como funciona o seguro auto contra terceiros. Aproveite e tire suas dúvidas sobre as coberturas do seguro RCF-V.

Quando contratamos um seguro auto, existem diversas coberturas que não entendemos muito bem qual a real importância de tê-las.

Este definitivamente é o caso do seguro auto contra terceiros.

Neste artigo explicaremos melhor sobre o seguro auto contra terceiros que também é chamado de Responsabilidade Civil Facultativa de Veículos (RCF-V).

Uma cobertura onde as seguradoras oferecem proteção ao motorista, caso seja o responsável por algum sinistro e que isso cause prejuízos a outros.

Acompanhe e veja seguro contra terceiros como funciona.

Saiba tudo sobre o seguro auto contra terceiros

Imagem: Getty

O que é o seguro auto contra terceiros?

Trouxemos uma explicação simplificada sobre o que o seguro auto contra terceiros.

Basicamente essa cobertura adicional, que pode ser contratada separadamente das demais, serve para proteger o segurado do pagamento de danos causados a outra pessoa por ele.

Vamos supor que você bata no carro de outra pessoa e, sendo responsável pelo acidente, seja obrigado a arcar com o reparo de todos os danos causados ao veículo do outro.

Se você tiver um seguro auto contra terceiros, basta entrar em contato com seu corretor e informar o ocorrido.

A seguradora cuidará do pagamento de todos os estragos e do reembolso de possíveis gastos com socorro médico, e tudo mais.

Tudo isso sem que você tenha que desembolsar um centavo sequer.

Quais são os danos cobertos pelo seguro auto contra terceiros?

Quando você contrata o seguro auto contra terceiros, garante a cobertura do seguro em três situações diferentes, essas são:

  • Danos Materiais: que inclui a cobertura de prejuízos normalmente financeiros, como a reparação de dano a um veículo, muro, fachada de uma loja ou residência e outros;
  • Danos Pessoais ou Corporais: cobertura que garante o atendimento e ressarcimento de despesas médicas e hospitalares, quando oriundas de algum acidente, seja este uma colisão do seu carro com outro veículo ou um atropelamento. Além disso, essa parte garante também o pagamento de indenizações em casos que levam à invalidez ou morte;
  • Danos Morais: muitas vezes acabamos perdendo o controle da situação e nos envolvendo em problemas maiores diante de um acidente. Neste caso, a cobertura serve para pagar indenizações judiciais resultantes de condenação por danos morais a terceiros.

Qual o valor da cobertura do seguro auto contra terceiros?

O valor da cobertura do seguro auto contra terceiros vai depender do que foi contratado junto à seguradora e essa informação consta na apólice do segurado.

O mais comum é que os valores cobertos sejam de R$ 50 mil e R$ 100 mil, porém, eles podem variar de acordo com a necessidade do cliente.

Na hora de fazer a apólice, vale a pena pensar nos riscos envolvidos antes de decidir pelos valores. Quanto maiores eles forem, maior deverá ser o valor da cobertura.

Especialmente pelo fato desta cobertura não ser ilimitada, ou seja, cada acionamento feito do seguro auto contra terceiros é cumulativo, o que faz com que seu direito a ela acabe assim que você atingir o valor contratado.

Quantas vezes essa cobertura pode ser utilizada?

Não há limite de vezes para usar o seguro auto contra terceiros, mas é importante que você entenda bem como funciona essa cobertura.

Se, por exemplo, foi contratada uma cobertura de R$ 50 mil, esse valor estará disponível para cobrir eventuais danos.

Logo, se o motorista se envolver em um acidente e o valor a ser reparado seja de R$ 15 mil, a seguradora pagará esse valor.

E o segurado terá ainda disponível R$ 35 mil para usar caso se envolva novamente em um acidente.

Supondo que esse mesmo motorista acabe se envolvendo em um novo acidente e desta os reparos fiquem em R$ 28 mil, o segurado terá disponível para cobrir os custos de futuros acidentes apenas R$ 7 mil.

Se houver um terceiro acidente e os danos forem maiores que R$ 7 mil, o segurado deverá cobrir a diferença por conta própria.

Uma vez que a cobertura se limita a R$ 50 mil e o seguradora já havia utilizado R$ 43 mil.

Caso o terceiro acidente tenha danos de R$ 10 mil, por exemplo, o seguro arcará apenas com os R$ 7 mil ainda disponíveis e o segurador deverá arcar com os R$ 3 mil restantes.

Vale dizer que, mesmo o seguro auto contra terceiros podendo ser acionado mais de uma vez, em cada uma dessas situações fará com que o motorista perca uma classe de bônus.

Além desses exemplos mostrados, é possível também que o valor da indenização do seguro contra terceiros seja utilizado de uma só vez.

Portanto, tenha muita atenção quando for definir o valor limite da sua cobertura.

Quando posso acionar o seguro auto contra terceiros?

Você pode acionar a cobertura do seguro auto contra terceiros apenas quando é o responsável pelo acidente e assume a culpa perante o seguro.

Caso você seja a vítima, não poderá acionar o seguro.

Da mesma forma, o seguro não pode assumir os gastos dos reparos do terceiro caso você não assuma a culpa e autorize a seguradora a cuidar de tudo.

Como acionar o seguro auto contra terceiros?

Para acionar o seguro auto contra terceiros é preciso entrar em contato diretamente com a seguradora que lhe oferece essa proteção, ou com o seu corretor de seguros e informar o sinistro.

Cada empresa possui um canal diferente para prestar esse atendimento e, no primeiro contato, o segurado será informado quais procedimentos devem ser feitos.

Eu pago franquia quando uso o seguro auto contra terceiros?

Para usar o seguro auto contra terceiros não é preciso pagar a franquia, mas existem algumas exceções.

Não há cobrança de valores quando se trata de veículos comuns, porém, se os danos envolverem ambulância, viaturas policiais e carros fortes haverá a cobrança da franquia.

Quais as regras para que o seguro seja pago?

A seguradora irá indenizar o terceiro quando o motorista assumir a culpa pelos danos causados. Além disso, a seguradora fará uma investigação para verificar se essa informação procede.

É preciso que o segurador ainda possua saldo para que o valor possa ser pago, ou seja, não utilizou o limite contratado.

Qual o período para que o seguro pague a indenização para terceiros?

Independentemente da seguradora, o prazo limite para a indenização do seguro auto contra terceiros seja paga é de 30 dias.

Lembrando que esse prazo começa a ser contado apenas após a entrega de todos os documentos necessários. Tanto os documentos do segurado como da vítima.

O seguro contra terceiros inclui familiares?

Não. Se os danos forem causados a familiares próximos – como ascendentes, descendentes e cônjuges – não há o pagamento da indenização.

Além disso, se você promover um dano a qualquer pessoa que dependa financeiramente de você, seja um dependente particular ou um funcionário de sua empresa, por exemplo, o seguro também não poderá ser acionado.

Isso ocorre para que as seguradoras consigam diminuir os riscos em relação às fraudes.

Se eu bater contra o muro da minha casa posso acionar o seguro auto contra terceiros?

Infelizmente não, assim como na questão anterior, você não poderá utilizar essa cobertura para cobrir o conserto do seu muro.

O seguro auto contra terceiros serve apenas para cobrir danos causados a bens de outras pessoas.

E como você não pode ser considerado terceiro de si mesmo, não há como usá-lo nessa situação.

Fui processo em um acidente e a condenação saiu depois do vencimento da minha apólice, e agora?

Vamos supor que você contratou um seguro auto com cobertura para terceiros no mês de fevereiro de 2018.

Em agosto de 2018 bateu em um carro, assumiu a culpa, mas a outra pessoa acabou entrando na justiça contra você.

O processo se estendeu, e você foi condenado a pagar uma indenização apenas em abril de 2019, quando sua apólice já tinha vencido.

Se você está passando por uma situação parecida não se preocupe, pois, como o acidente aconteceu no período em que a apólice ainda estava vigente, o seguro deverá arcar com todas as despesas processuais necessárias.

Ou seja, além de pagar a indenização, o seguro deverá pagar também as custas do processo e advocatícias.

Isso acontece porque mesmo que a sentença tenha sido emitida em um período em que o seguro não é mais vigente, o que importa para a seguradora é a data em que o sinistro ocorreu.

Qual a diferença do DPVAT e do seguro auto contra terceiros?

O seguro auto contra terceiros é uma cobertura oferecida pelas seguradoras que contrataram uma proteção para o seu veículo.

Ela pode ser adquirida de forma isolada ou fazendo parte de um pacote que inclui outras proteções. Os segurados têm a opção de contratar ou não esse serviço.

Já o DPVAT é o Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre. Esse é um seguro obrigatório, financiado pelos motoristas todos os anos.

Ele serve para indenizar pessoas que tenham se envolvido em um acidente de trânsito em casos de morte, invalidez permanente e reembolso de despesas médicas e hospitalares, e todos os brasileiros têm direito a ele.

Vale mencionar que o DPVAT tem uma cobertura máxima de cerca de R$ 13 mil, ou seja, ele atende valores muito menores que os do seguro auto contra terceiros.

Sou obrigado a acionar o seguro para consertar meu carro quando uso o seguro auto contra terceiros?

Não, caso seu carro tenha sofrido apenas danos leves e você não deseje acionar o seguro para cuidar dos reparos, ou mesmo não queira cuidar do reparo no momento, não tem problemas.

Você pode acionar apenas a cobertura para terceiros e providenciar que a seguradora cuide do reparo do carro da outra pessoa, sem ter que se preocupar com o pagamento da franquia ou coisa do tipo.

Agora que você conhece melhor o seguro contra terceiros e sabe como ele funciona acreditamos que não haverá mais problemas ou dúvidas sobre a sua real importância, ou mesmo quando você precisar usar ele.

No entanto, se ainda assim as dúvidas persistirem, procure um corretor de sua confiança e peça mais informações.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *