Como funciona a indenização de danos materiais do seguro auto

Na dúvida sobre como funciona a indenização de danos materiais do seguro auto? Descubra tudo o que você precisa aqui!

A indenização de danos materiais do seguro auto pode ser paga em duas situações. A primeira é quando o carro segurado sofre danos e a seguradora vai pagar pelo prejuízo.

Já o segundo caso é o pagamento da indenização quando o seguro conta com cobertura para terceiros. Nessa circunstância o indivíduo com o qual você, segurado, se envolveu em um acidente vai receber uma indenização pelos prejuízos dele.

Explicamos melhor cada um desses casos a seguir. Continue lendo!

Como funciona a indenização de danos materiais do seguro auto

Imagem: Getty Images

Entenda a indenização de danos materiais do seguro auto

A indenização por danos materiais é paga ao segurado quando o carro sofre danos após um sinistro.

Os sinistros podem ser variados: colisão, queda de objeto, queda de raio, incêndio e outros. Depende de quais são as coberturas que aparecem na apólice do seguro.

Assim, após uma ocorrência com o veículo, o segurado poderá entrar em contato com a seguradora e informar o sinistro.

Em seguida, a empresa vai solicitar alguns documentos para abertura do processo de indenização. Como documentos do carro e o Boletim de Ocorrência, no caso de uma colisão, por exemplo.

A partir daí, a empresa terá até 30 dias para pagar a indenização ao segurado. A indenização poderá ser parcial, para conserto do veículo; ou integral, para a compra de um novo carro, quando o anterior foi inutilizado.

A indenização integral é paga quando o veículo é roubado/furtado e não recuperado. Ela também é entregue ao segurado quando os danos ao veículo superam 75% do valor de mercado do carro. Mas é preciso ter cobertura para perda total no seguro auto.

Como a indenização de danos materiais para terceiros é paga?

Um seguro auto só cobre danos a outras pessoas que não o segurado quando tem a Cobertura Para Terceiros.

Essa é uma cobertura adicional, que pode ser incluída pelo usuário na hora de contratar o seguro.

É um tipo de proteção que vai garantir que se o segurado se envolver em ocorrências com outras pessoas, essas outras pessoas vão receber uma indenização.

Por exemplo: após uma colisão o carro de outro motorista fica bastante danificado. Se o segurado for o culpado pelo acidente, ele vai precisar arcar com o prejuízo desse terceiro.

Agora, se o seguro tiver cobertura para terceiro, é a seguradora que vai pagar por esse prejuízo.

Ou seja, a empresa vai quitar a indenização ao outro motorista para que ele conserte seu carro.

As situações em que a cobertura para terceiros funciona podem variar conforme a seguradora. Por isso, é preciso consultar a apólice do seguro para verificar a cobertura.

De qualquer modo, é comum que as situações cobertas incluam colisão e destruição de fachada ou loja. A seguradora poderá pagar valores para funilaria ou pintura do carro, ou então para os reparos do imóvel.

Mas vale destacar que o valor dessa indenização é limitado. Ele aparece também na apólice do seguro. Se os danos do terceiro superarem a indenização prevista, o segurado pode precisar negociar o prejuízo com o indivíduo e fazer o pagamento extra por conta própria.

Para que a indenização seja paga ao terceiro, a seguradora vai avaliar a culpa do segurado no ocorrido. Se ela for confirmada, os valores serão liberados ao outro indivíduo.

Após o sinistro é importante anotar nome e telefone do outro motorista para que a seguradora possa entrar em contato. Além disso, vocês precisarão registrar um Boletim de Ocorrência na polícia.

Vale a pena contratar um seguro auto?

A principal vantagem de um seguro auto é que ele cobre seus prejuízos com o carro após um sinistro. Não apenas do seu carro, mas também do carro de outros motoristas, se você contratar a Cobertura Para Terceiros.

Por isso, se o objetivo é economizar com o veículo, pode valer muito a pena contratar um seguro de carro. O valor pago pelo serviço será consideravelmente menor do que o quanto você teria que arcar sozinho após alguma situação com o veículo.

Mas é importante sempre pesquisar e avaliar corretamente qual o melhor seguro para o seu caso. Existem muitas opções no mercado, como seguradoras e coberturas, e cada uma delas é indicada para um perfil de segurado.

Por isso, é essencial conhecer e analisar bem as coberturas e indenizações disponíveis nas suas opções de seguro. Assim, você poderá contratar a proteção mais adequada para seu carro.

Inclusive, avalie bem as regras e valores da indenização de danos materiais do seguro auto. Isso vai garantir a você mais segurança para o dia a dia com o veículo, pois você saberá exatamente com o que contar por parte da seguradora.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *