Como funciona o seguro auto com chassi remarcado

São vários os casos em que surge a necessidade de remarcar o chassi, mas aí logo surgem as dúvidas. Como fazer a remarcação de modo legal? Existe um seguro auto com chassi remarcado? Acompanhe esse artigo e entenda melhor o assunto!

Quando um acidente de carro acontece, pode acontecer de o chassi do veículo ser danificado.

Por isso, ele precisará ser remarcado.

Então, logo surge uma dúvida importante: será que existe um seguro auto com chassi remarcado?

A resposta para essa pergunta é: “depende”.

Tudo varia de acordo com a seguradora e com o fator que levou à remarcação do chassi.

Então, antes de te explicar sobre o seguro auto com chassi remarcado, resolvemos falar sobre a remarcação, quando e como ela poderá ser feita.

Depois, você saberá se poderá ou não contratar um seguro para o veículo. Veja abaixo!

Como funciona o seguro auto com chassi remarcado

Imagem: Getty Images

Quando o chassi do carro é remarcado?

O chassi é a base de metal rígido a partir da qual um veículo é montado.

Para sua identificação, ele recebe um código com letras e números.

Como cada automóvel tem um chassi, esse número se torna a identidade do carro e o diferencia dos demais.

Porém, há situações em que o chassi é danificado.

Isso é muito comum após acidentes de trânsito grave.

Ou ainda pela ação do tempo, em que a ferrugem acaba por desgastar a superfície.

Nessas situações, o chassi precisa ser remarcado para que o seu número de identificação fique mais visível.

Assim, o veículo poderá ser diferenciado dos outros no trânsito.

Também acontecem casos de remarcação criminosa do chassi.

Ou seja, após o furto ou roubo do carro, suspeitos reinscrevem o número do carro.

Normalmente, o código é novo, para despistar a polícia caso o carro roubado esteja sendo procurado.

A remarcação facilita o uso de documentos falsos e, muitas vezes, ainda faz o veículo parecer mais novo.

O resultado será a venda do auto com valores mais vantajosos.

Como fazer a remarcação adequada do chassi?

Por causa das chances de fraude, é comum que as seguradoras desconfiem de carros com chassi remarcado.

Para prevenir problemas, então, é preciso solicitar que uma empresa autorizada pelo Departamento de Trânsito (Detran) realize a mudança.

Isso significa que você precisará buscar por uma empresa de vistoria credenciada pelo Detran do seu estado.

A prestadora de serviço avaliará, primeiro, se a remarcação do chassi é mesmo necessária.

Inclusive avaliando a sua justificativa para a solicitação.

Normalmente, seu pedido será feito após um acidente ou desgaste do código pelo tempo.

Mas, como envolve alguns custos, essa modificação precisa ter sua necessidade bem avaliada.

No passo seguinte, a empresa realizará a remarcação.

Então, o proprietário precisará quitar algumas taxas e solicitar novos documentos para o carro, incluindo o Certificado de Registro do Veículo (CRV) e o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV).

Entenda sobre a aceitação do seguro auto com chassi remarcado

A primeira coisa a se falar sobre o seguro auto com chassi remarcado é que nem todas as seguradoras aceitam esses veículos.

Por isso, é importante que você pesquise bem antes de começar as negociações.

Isso vale, inclusive, para uma empresa com a qual você já trabalha.

Pode ser que, hoje, ela segure seu carro.

Porém, após a remarcação, ela não terá mais interesse em oferecer a proteção.

Pensando nisso, converse com a sua seguradora antes de qualquer mudança.

Esse cuidado vai prevenir problemas e desgastes após a modificação do código do carro.

Também é importante dizer que, mesmo entre as empresas que aceitam o seguro auto com chassi remarcado, pode existir algumas regras.

Essas regras costumam limitar a cobertura de proteção para esses veículos.

Outro ponto é que existem exceções nos carros que serão aceitos.

Por exemplo: carros provenientes de leilões que possuem o chassi remarcado, ou que não constem na Tabela Fipe, geralmente não são aceitos pela maioria dos seguros.

Então, o mais indicado é que, durante sua pesquisa junto às empresas de seguro, você seja o mais honesto possível e solucione todas as dúvidas sobre o assunto antes de contratar o serviço de seguro auto com chassi remarcado.

Ao negar o seguro, as seguradoras buscam se prevenir de fraudes e de problemas com a justiça.

As fraudes mais comuns são aquelas em que o usuário diz que o carro está em boas condições mas, na verdade, ele se encontra danificado.

O problema é que, nesses casos, o veículo tem mais chances de sofrer um sinistro, demandando uma indenização por parte da seguradora.

O gasto é algo que a empresa busca sempre evitar, mesmo que seu trabalho seja exatamente ressarcir prejuízos.

Já um carro remarcado ilegalmente pode ser proveniente de um furto ou roubo.

Nenhuma empresa deseja se envolver com atos ilícitos, pois isso poderá lhe trazer problemas.

Então, mesmo que seu veículo não tenha problemas e esteja dentro da lei, ele poderá ser negado pela seguradora, como forma de prevenção a situações incômodas.

Ainda assim, como citado, algumas seguradoras oferecem seguro auto com chassi remarcado.

Você só precisará pesquisar um pouco mais!

Inspeção veicular para seguro auto com chassi remarcado

Não se engane! Um veículo que possui o chassi remarcado não escapará de uma inspeção veicular feita pela empresa de seguros.

E é importante deixar claro que essa inspeção é extremamente importante.

Por meio dela, ficará provado que a remarcação do chassi do carro nada tem a ver com atos ilícitos ou fraudulentos.

Assim, o veículo poderá ser devidamente protegido.

Como já citado, também é importante que você obtenha uma autorização junto ao órgão responsável, o Detran.

Você ainda precisará regularizar a documentação do veículo promovendo uma inspeção junto ao INMETRO.

Cumprindo esses procedimentos, você poderá contar com mais segurança, tanto no trânsito, quanto em relação a fraudes.

Como funciona a desvalorização do carro nesses casos?

Mesmo que seu carro seja aceito pelo seguro auto com chassi remarcado, é bastante provável que ele tenha o seu valor desvalorizado.

Isso fará com que a cobertura indenizatória fique entre 70% e 90% do valor que consta na Tabela Fipe.

Logo, um ponto deve ficar claro: o seguro auto com chassi remarcado terá um valor de indenização mais baixo do que nos casos de veículos “normais”.

Mas não se preocupe, pois todas essas condições e regras serão repassadas a você no momento de cotação do serviço.

Vale dizer que, ainda que exista a desvalorização do veículo na contratação do seguro auto com chassi remarcado, ter essa cobertura continua a ser a escolha mais vantajosa.

Afinal, após qualquer problema, você terá seus prejuízos ressarcidos pela seguradora.

Indenização do seguro auto com chassi remarcado

Quando contratamos um seguro para um carro normal, a indenização em casos de perda total costuma ser de 100% do valor encontrado na Tabela Fipe.

Inclusive, ela varia ainda entre 105% e 110%, dependendo dos opcionais contratados.

A perda total do carro com seguro acontece quando os danos são iguais ou maiores que 75% do valor do veículo.

Nesse caso, o consumidor recebe a indenização integral, que permitirá a compra de um novo auto.

A indenização integral também é paga em caso de furto ou roubo em que o carro não é recuperado pela polícia.

Já nos casos de seguro auto com chassi remarcado, o valor dessa indenização costuma chegar a, no máximo, 95% do valor encontrado na Tabela Fipe.

Isso acontece porque, normalmente, carros com o chassi remarcado sofrem desvalorização de mercado.

Coberturas especiais para seguro auto com chassi remarcado

Uma boa opção para manter seu veículo protegido é realizar a contratação de várias coberturas no seguro.

Assim, o carro será cuidado em diferentes situações.

Você pode, por exemplo, escolher um seguro auto com chassi remarcado com cobertura apenas para roubo ou furto, ou então o seguro para terceiros.

Conheça melhor essas opções abaixo.

Seguro contra roubo e/ou furto

O seguro auto com chassi remarcado que possui cobertura para roubo e furto, cobre os casos em que o carro é levado e não recuperado pela polícia.

Seguro de terceiros

Essa categoria de cobertura garante indenização a terceiros, a pessoas que se envolvem em acidentes com o carro segurado.

Ela atende situações de colisões, danos corporais e materiais e custas médicas ou indenizatórias por morte e/ou invalidez, de donos ou pessoas relacionadas ao veículo em que você bateu.

Além disso, essa cobertura também atende os passageiros do seu veículo, em algumas seguradoras.

Caso não, você pode optar pela contratação de uma cobertura exclusiva para passageiros.

Assistência 24h

A assistência 24h normalmente acompanha tanto o seguro contra roubo e furto, quanto o seguro de terceiros.

Ela oferece serviços como chaveiro, guincho, socorro para pane seca e mecânica entre outras.

Seguro compreensivo

Um seguro auto compreensivo protege o veículo de situações como colisão, queda de raio, furto, roubo e incêndio.

Assim, caso qualquer um desses aconteça, o segurado é ressarcido dos seus prejuízos.

A proteção é mais completa e, por isso, pode ser mais difícil contratá-la para um auto com chassi remarcado.

Por mais que seja complicado, algumas vezes, contratar um seguro auto com chassi remarcado, é um serviço que vale a pena.

Afinal, em casos de necessidade, ele poderá lhe poupar muitos gastos extras.

Assim, pesquise bem entre as seguradoras e contrate a sua proteção!

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

3 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *