Plano de saúde cobre bariátrica?

Quer saber se o plano de saúde cobre bariátrica? Confira aqui a resposta para sua dúvida e saiba como fazer bariátrica no plano de saúde!

É comum que as pessoas recorram a cirurgia bariátrica por uma questão estética ou então por recomendação médica.

E depois de fazer toda a contratação de um plano de saúde, muitas pessoas ficam em dúvida sobre o que é coberto e o que não é. Como por exemplo, a bariátrica em questão.

Então, o plano de saúde cobre bariátrica?

Plano de saúde cobre bariátrica?

Imagem: Pixabay

Mas afinal, a bariátrica é coberta?

No Rol de Procedimentos da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), onde constam todas as coberturas básicas, a cirurgia bariátrica se encontra como cobertura mínima obrigatória.

A ANS atua como reguladora e fiscalizadora dos planos de saúde do Brasil e neste documento as empresas possuem um referencial de quais coberturas devem ser oferecidas como obrigatórias em seus planos.

E apesar de constar no rol de procedimentos, existem alguns requisitos para que seja aceita. Sendo feita pelo plano de saúde, contanto que não tenha finalidade estética.

Ela só pode ser feita apenas com indicação médica e em pacientes obesos. O seu médico irá indicá-la como uma alternativa para tratar a obesidade e outras doenças causadas por essa condição.

Quando o plano deve cobrir?

Como mencionado, o plano de saúde vai cobrir a bariátrica, contanto que alguns requisitos sejam seguidos.

O paciente deve ter idade entre 18 e 65 anos e estar no quadro de obesidade mórbida há mais de 5 anos, tendo tentado tratamentos alternativos, mas sem sucesso.

O IMC precisa ser entre 35 Kg/m² e 39,9 Kg/m² e estar associado a doenças resultantes da obesidade. Ou então IMC de 40 Kg/m² a 50 Kg/m² sem doença relacionada.

Quando a bariátrica não é indicada?

Existem situações também em que a cirurgia de bariátrica não poderá ser feita, mesmo que o paciente cumpra todos os requisitos apresentados anteriormente.

O paciente não poderá realizar a cirurgia caso o seu IMC seja maior que 50 Kg/M², nesse caso, ele precisaria emagrecer até que o seu IMC se encaixasse nos requisitos.

Outra contraindicação é caso o paciente tenha problemas psiquiátricos, demenciais ou quadros psicóticos, desde que sejam considerados graves ou moderados.

O paciente também não pode ter feito uso de drogas ilícitas nos últimos 5 anos e nem mesmo comer doces em excesso.

A cirurgia de retirada do excesso de pele é coberta?

Geralmente, pessoas que passam pela cirurgia bariátrica acabam realizando também uma cirurgia para a retirada do excesso de pele que fica “sobrando” depois.

E ela também é coberta, sendo chamada de Dermolipectomia ou abdominoplastia, esse procedimento se encontra no Rol da ANS como obrigatório.

Mas assim como a bariátrica, esse procedimento possui requisitos. O primeiro deles é ter o abdome em avental por conta de perda de peso, seja por cirurgia ou por tratamento clínico.

Em segundo lugar, caso o paciente apresente candidíase de repetição, infecções ou hérnia ele também estará apto.

Cuidados pós bariátrica

Depois da cirurgia bariátrica, o paciente precisa cuidar para que não volte ao peso anterior. Para isso, será necessário adotar um novo estilo de vida e hábitos que melhorem sua qualidade de vida.

É recomendado que após a cirurgia, a pessoa tenha acompanhamento psicológico com algum médico da área.

Logo após o procedimento, a dieta e forma de hidratação mudará, já que o estômago passa a estar muito menor.

Então é necessário seguir uma dieta líquida durante 15 dias, ou até que o médico libere comida sólida para o paciente. Também não se pode fazer muitos esforços, mas é crucial que se mantenha em movimento.

Outro ponto importante é fazer a suplementação indicada pelo médico, já que depois da cirurgia a absorção de nutrientes do seu corpo não é a mesma.

Então essa fase é extremamente importante para que não tenha anemia ou fique defasado em questão de vitaminas.

É recomendado que se faça exames de sangue regularmente para ficar de olho nos níveis de vitaminas e nutrientes no sangue. Sendo assim, você pode estar com a saúde sempre em dia.

Não deixe de fazer o acompanhamento adequado com o médico após a cirurgia, é um momento muito importante e não deve ser negligenciado e nem tratado de maneira incorreta.

Caso note alguma coisa muito diferente no seu corpo entre em contato com o médico, siga todas as recomendações passadas e passe a viver o seu novo estilo de vida da melhor forma.

Então, agora já sabe quando o plano de saúde cobre bariátrica. Se tiver mais dúvidas, fale com a sua operadora!

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.