O que seu plano de saúde cobre? Entenda sobre as coberturas do plano de saúde

Na hora de contratar um plano, é fundamental conhecer as coberturas do plano de saúde e as regras para seu uso. Assim, você terá certeza em escolher a melhor assistência. Acompanhe o texto e descubra tudo o que você precisa!

As coberturas do plano de saúde são muitas, e são regulamentadas pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar). No entanto, elas variam, e precisam ser bem observadas no momento de contratação do serviço.

Para que o consumidor conte com uma cobertura mínima ao seu bem-estar, a ANS definiu o Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde.

O Rol é uma lista de atendimentos que devem ser obrigatoriamente cobertos pelos planos de saúde. Quando a operadora de saúde se recusa a cobrir o que está listado, fica sujeita a uma série de sanções, como multas.

Em todo o caso, os procedimentos obrigatórios variam por segmentação assistencial do plano.

São cinco as principais segmentações, também regulamentadas pela ANS: a Ambulatorial, Hospitalar Sem Obstetrícia, Hospitalar Com Obstetrícia, Referencial e Odontológica.

Cada uma das segmentações cobre tipos diferentes de assistência. Os procedimentos de cobertura obrigatória também aparecem no Rol, e podem ser consultadas aqui.

Caso deseje um plano mais completo, o consumidor também pode combinar as segmentações. É possível, por exemplo, adquirir um plano Hospitalar com Obstetrícia + Odontológico.

O que seu plano de saúde cobre? Entenda sobre as coberturas do plano de saúde

Quais as coberturas do plano de saúde em cada segmentação assistencial?

Segmentação Ambulatorial

Quando adquire um plano de saúde com segmentação Ambulatorial, o consumidor obtém a possibilidade de realizar consultas médicas, exames, tratamentos e outros procedimentos ambulatoriais.

Procedimentos ambulatoriais são aqueles que podem ser feitos em consultório ou ambulatório, sem a necessidade de estruturas hospitalares ou internação prolongada.

Um plano deste tipo não prevê internação. No entanto, em caso de emergência ou urgência, o usuário pode ficar internado por até 12 horas.

Passado este intervalo, todo custo a mais gerado no atendimento precisa ser pago a parte, pelo beneficiário.

Segmentação Hospitalar Sem obstetrícia

Em um plano Hospitalar sem Obstetrícia, o consumidor tem acesso a todo o tipo de procedimento. Ou seja, exames, consultas, tratamentos e mais. Fica excluído apenas o parto, já que a assistência não conta com o atendimento obstétrico.

Os usuários também podem ser internados, sem tempo limite para este cuidado. Ou seja, enquanto o médico julgar a internação necessária, o plano deverá cobri-la.

É importante dizer que todo plano de saúde conta com um período de carência. A carência é o intervalo entre a data de contratação do plano e sua possibilidade de uso. Para a maior parte dos procedimentos, essa espera é de 180 dias.

No entanto, após 24 horas da contratação, todo usuário deve ser atendido em caso de emergência ou urgência.

Caso ainda esteja no período de carência, o usuário do plano Hospitalar poderá ser internado, mas apenas por, no máximo, 12 horas.

Segmentação Hospitalar Com obstetrícia

Exames, tratamentos, consultas médicas e parto são cobertos por esse tipo de segmentação assistencial.

Contratando um plano Hospitalar Com Obstetrícia, a mãe também garante cobertura para a saúde do seu bebê por até 30 dias após o nascimento.

Assim, o recém-nascido pode receber toda a atenção imediata necessária. Passado esse período, é preciso contratar plano específico para a criança.

A regra para casos de internação de emergência é a mesma do plano anterior. Já o parto tem período de carência de 300 dias.

Isso torna mais interessante a contratação do plano antes mesmo do início da gravidez. Partos prematuros e decorrentes de complicações no processo gestacional não precisam aguardar carência.

Em ambos os planos hospitalares, o consumidor pode escolher o tipo de acomodação a que terá direito. Essa escolha precisa ser feita no momento de contratação da assistência, e aparecerá em contrato.

A opção pela enfermaria coloca o paciente em um quarto conjunto a outros pacientes, geralmente do mesmo sexo. No caso da acomodação em apartamento, o usuário é instalado em um quarto exclusivo.

Segmentação Referência

Em um plano Referencial, o consumidor tem acesso à assistência ambulatorial e hospitalar com obstetrícia.

Seu atendimento de emergência deve ser feito a partir de 24 horas após a assinatura do contrato. Já em caso de internação, o beneficiário é acomodado em enfermaria.

Segmentação Odontológica

Quem deseja cuidar da sua saúde bucal precisa contratar um plano odontológico, de forma exclusiva ou associada a outra segmentação.

Esse tipo de assistência permite ao consumidor realizar consultas, exames, tratamentos e outros procedimentos ambulatoriais.

Atendimentos de urgência e emergência odontológica também estão cobertos. Este tipo de segmentação tem um Rol específico, que pode ser consultado nesta página.

Agora você já sabe tudo o que precisa sobre as coberturas do plano de saúde. Na dúvida, converse com o seu corretor do plano e avalie qual a segmentação mais adequada ao seu bem-estar.

Você também poderá complementar a segmentação, se necessário. Assim, haverá a certeza de contar com a assistência médica quando ela for necessária.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *