Entenda como funciona o seguro para transporte de cargas

Saiba tudo sobre como funciona o seguro para transporte de cargas e entenda como é importante proteger a sua carga. Tire também suas dúvidas sobre o seguro para cargas.

Bens ou mercadorias transportadas em meios ferroviários, rodoviários, aéreos e hidroviários precisam estar segurados, seja o transporte feito por uma empresa especializada ou por um profissional autônomo.

Mas, para garantir o destino da carga, há formas de seguro obrigatório e facultativo neste mercado.

É importante dizer que, geralmente, o seguro de carga é válido apenas durante o período em que a carga está sendo transportada.

Porém, é possível estender a proteção para o período em que as mercadorias estiverem em armazéns. Para valer, essa particularidade deverá ser prevista em apólice.

Entenda como funciona o seguro para transporte de cargas

Como funciona o seguro de cargas?

São quatro os seguros principais para o transporte de cargas. O seguro de Responsabilidade Civil, por exemplo, deve ser contratado pelo transportador.

Ele garante indenizações por danos à carga transportada. A contratação é obrigatória, e serve como um compromisso de entrega e recebimento da carga.

Indenizações deste tipo de seguro cobrem prejuízos sofridos pelo proprietário da mercadoria transportada, mas sua cobertura é bastante restrita.

Isso porque, só são indenizados prejuízos causados por acidentes com o veículo transportador. Situações de roubo ou furto das mercadorias, por outro lado, não são seguradas.

O mesmo para danos causados por mau acondicionamento dos produtos, entre outros casos.

Há também o seguro para Transporte Nacional, ou seja, para o mercado interno.

Outra opção de proteção, internacional, diz respeito ao mercado de importação e exportação. Ambos são obrigatórios.

Além destes, há o seguro de Responsabilidade Civil – Desaparecimento de Carga. A opção é facultativa, e pode ser contratada pelo transportador.

Ou seja, pelo motorista ou pela empresa transportadora responsável. A opção cobre o desaparecimento total ou parcial da carga, devido a um furto ou roubo.

Para a contratação destes seguros mais abrangentes, o consumidor precisa ter atenção ao tipo de apólice escolhida. Isso porque, há riscos que não são cobertos por algumas seguradoras.

Entretanto, diferentemente do seguro de responsabilidade civil, casos de roubo, furto ou armazenamento indevido são, na maioria das vezes, cobertos.

Conheça melhor os seguros de transporte de cargas existentes

Como citado no início do texto, a contratação de um seguro de Responsabilidade Civil é obrigatória para qualquer tipo de transporte. Existem diferentes opções no mercado de seguros, cada uma para cargas diferentes. Veja a seguir.

RCTR-C – Seguro de Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário de Carga

Essa cobertura tem como objetivo proteger a pessoa responsável pelo transporte da carga por vias rodoviárias.

Com ela, o segurado tem direito ao reembolso no caso de prejuízos promovidos à mercadoria enquanto ela estiver em sua responsabilidade.

Ou seja, caso aconteça algum acidente com o meio de transporte e a carga seja danificada, não existirá prejuízos. Essa cobertura abrange o território brasileiro completo.

RCTA-C – Responsabilidade Civil do Transportador Aéreo de Cargas

Essa cobertura protege o responsável pelo transporte aéreo da carga, garantindo indenização caso ele seja forçado a arcar com danos causados às mercadorias ou bens de terceiros no período do transporte.

Ou seja, esse seguro serve para a proteção contra acidentes aéreos  que danifiquem a carga.

RCA-C – Responsabilidade Civil do Armador – Cargas

Essa cobertura funciona exatamente como as demais comentadas, para a proteção durante o transporte. Sua diferença é que ela se aplica para transportes aquaviários.

Isso significa que essa cobertura é obrigatória para transportes fluviais, marítimos e lacustres (por lago).

RCTR-VI – Seguro Responsabilidade Civil do Transportador em Viagem Internacional

Essa cobertura é indicada para cargas que serão transportadas entre os países do Mercosul.

Assim como as anteriores, ela cobre danos provocados à carga por acidentes como tombamentos, colisões, incêndio, explosões etc. Ao mesmo tempo, ela é válida da origem da viagem até o seu destino.

Além das coberturas obrigatórias, existem as coberturas facultativas, como:

RCF-DC – Responsabilidade Civil Facultativa do Transportador Rodoviário por Desaparecimento de Carga

Essa cobertura protege tanto contra roubos de ameaça séria ou violenta, como contra os furtos e o chamado desaparecimento da carga. O desaparecimento é caracterizado pelo roubo do veículo com a carga dentro.

Preços e variações do seguro

É difícil definir um preço base para um seguro de cargas, devido a imensa variação de produtos que são transportados diariamente. Além disso, a cotação da seguradora costuma considerar fatores como:

  • Tipo de veículo de transporte;
  • Tipo de embalagem da mercadoria;
  • Se os produtos são perecíveis ou não;
  • Destino da entrega;
  • Período de cobertura;
  • Tipos de cobertura (proteção contra roubo, furto, danos à mercadoria etc.);
  • Frequência estatística das ocorrências cobertas;
  • Valores indenizatórios.

Considerando especialmente o último fator, da frequência de ocorrências, os custos do seguro costumam ser elevados. Afinal, apenas de 2012 a 2017,  foram registrados quase 100 mil roubos de cargas no Brasil.

Os dados são da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) e da Superintendência de Seguros Privados (Susep).

Quais as coberturas do seguro para cargas transportadas?

Como já dito, existem diferentes coberturas disponíveis no mercado. Dentro das proteções de Responsabilidade Civil e as não-obrigatórias, a Susep estabelece subdivisões, para facilitar o comércio dos serviços. São elas:

  • Cobertura Básica Restrita (C);
  • Cobertura Básica Restrita (B);
  • Cobertura Básica Ampla (A);
  • Cobertura Básica Restrita para Embarques de Mercadorias/Bens Acondicionados em Ambientes Refrigerados;
  • Cobertura Básica Ampla para Embarques de Mercadorias/Bens Acondicionados em Ambientes Refrigerados;
  • Cobertura Básica Restrita para Mercadorias/Bens Congelados;
  • Cobertura Básica Ampla para Mercadorias/ Bens Congelados;
  • Cobertura Básica Ampla para Animais Vivos (Exceto Embarques Aéreos de Aves Vivas);
  • Cobertura Básica Ampla para Seguros de Transportes Aéreos de Aves Vivas;
  • Cobertura Básica para Seguros de Bagagem;
  • Cobertura Básica para Seguros de Mercadorias Conduzidas por Portadores.

Cobertura Básica Restrita (C)

No caso da Cobertura Básica Restrita (C), as coberturas disponíveis protegem a carga contra:

  • Incêndio, raio ou explosão;
  • Encalhe ou naufrágio do navio ou embarcação;
  • Capotagem, colisão, tombamento ou descarrilamento de veículo terrestre;
  • Abalroamento, colisão ou contato do navio ou embarcação com qualquer objeto externo que não seja água;
  • Colisão, queda e/ou aterrissagem forçada da aeronave, devidamente comprovada;
  • Descarga da carga em porto de arribada;
  • Carga lançada ao mar;
  • Perda total de qualquer volume, durante as operações de carga e descarga do navio;
  • Perda total decorrente de infortúnio do mar e/ou de arrebatamento pelo mar.

Cobertura Básica Restrita (B)

Segundo a Susep, uma carga com Cobertura Básica Restrita (B) fica protegida contra:

  • Perdas e danos causados ao objeto pelos fatores citados no tópico da Cobertura Básica Restrita (C);
  • Desmoronamento ou queda de outros objetos sobre o meio de transporte ou a carga, durante a viagem terrestre;
  • Inundação, transbordamento de cursos d’água, represas, lagos ou lagoas, durante a viagem terrestre;
  • Entrada de água (do mar, lago ou rio) na embarcação, veículo, container, furgão ou local de armazenamento;
  • Terremoto ou erupção vulcânica.

Cobertura Básica Ampla (A)

Já a Cobertura Básica Ampla (A) tem como função proteger a carga de todo e qualquer dano causado por fatores externos. Ficam excluídas apenas as causas previstas na cláusula de prejuízos não indenizáveis da apólice.

As demais coberturas, citadas anteriormente, podem ser contratadas para a proteção de mercadorias específicas.

Como as acondicionadas em ambientes refrigerados, bagagem e o transporte aéreo de aves vivas. Quando considerado Restrito, o seguro conta com as proteções citadas no tópico da Cobertura Básica Restrita (B).

Quando Ampla, a proteção tem os mesmos cuidados da Cobertura Básica Ampla (A).

Na hora de contratar o seguro para transporte de cargas, o consumidor também pode inserir alguns serviços adicionais em sua apólice. Isso pode incluir a proteção das mercadorias:

  • Durante a operação de carga/descarga e/ou içamento;
  • Para transporte de mudanças de móveis e utensílios;
  • Em viagem rodoviária com parte do percurso fluvial;
  • Para o transporte de objetos de arte; etc.

É importante avaliar com a seguradora quais são os serviços “extras” oferecidos para o cuidado com os bens. As alternativas mudam de empresa para empresa.

Qual o prazo para receber a indenização do seguro para cargas?

O prazo máximo para pagamento da indenização é de 30 dias. Porém, esse período só começa a ser contado a partir do momento que toda documentação prevista em apólice é entregue à seguradora.

Diferenças entre seguro de transporte de cargas e de caminhões

Ao contratar um seguro para carga, é importante que o consumidor entenda que a proteção funciona apenas para os produtos transportados.

Para o cuidado do veículo, seja ele um caminhão, uma van, navio ou outro, é necessário contratar um seguro para veículo.

Imagine, então, que o caminhão da sua empresa seja roubado com toda a carga. Ambos não são recuperados.

Caso possua o seguro para carga, você será ressarcido por ela. Para receber valores pelo caminhão, porém, você também deverá ter contratado um seguro de veículo.

Do contrário, não obterá indenização para a compra de um novo auto de transporte.

Lembre-se de, ao contratar uma transportadora para seus bens, verificar se os seguros existem. Assim, qualquer problema poderá ser rapidamente ressarcido com a indenização da seguradora.

Por que ter um seguro para transporte de cargas?

Como citado ao longo do texto, os índices de roubo de carga estão em plena ascensão. Na maioria dos casos, os veículos são roubados e depois encontrados vazios.

Esse é um dos principais motivos pelo qual o seguro para transportes de cargas é tão importante. Tanto que, no Brasil, a regulamentação diz que toda carga em circulação deve estar assegurada.

Ou seja: contratar o seguro de transporte de carga garante um pouco mais de tranquilidade para o dono dos bens.

Isso porque, caso sejam roubados, furtados ou sofram avarias, eles contarão com a indenização que repara as perdas financeiras.

Como economizar com seguro de carga?

Se você leu o texto até aqui, já percebeu o quão importante é contratar um seguro para transporte de carga. Por isso alguns deles são até obrigatórios.

Porém, a importância do serviço não diminui o fato de que ele pode se tornar um incômodo ao bolso. Para que você economize e, ainda assim, esteja protegido, listamos a seguir algumas dicas. Acompanhe!

1. Reavalie seus locais de entrega e cargas

As regiões de entrega das suas encomendas tem alto índice de roubos de veículos e cargas? Se sim, é bem provável que o seu seguro seja mais caro.

O mesmo acontece quando as cargas transportadas são bastante visadas, como os eletroeletrônicos. Afinal, a seguradora considera esses aspectos para a análise de risco do cliente.

Por isso, pode ser uma boa opção mudar as rotas de entrega e mercadorias que ficam sob sua responsabilidade.

2. Considere uma apólice aberta

A principal vantagem de uma apólice aberta de seguro é que os valores das mercadorias podem ser ajustados mês a mês.

Assim, caso deseje mudar os seus produtos de transporte, você não precisará continuar a pagar um seguro correspondente a itens mais caros.

3. Pesquise!

Antes de contratar qualquer seguro, também é importante obter várias cotações. Com diferentes empresas e várias coberturas. Comparando os valores, será mais simples economizar no seguro para transporte de cargas.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

22 Comentários

  • Leonardo says:

    Boa tarde,
    Gostaria de saber em questão de valores ref. cargas a segurado.

    Obrigado

  • Fernando Luiz de Amorim says:

    Boa tarde,

    Eu quero fazer seguros de cargas para transportar mercadorias.

    Att

  • Eduardo Correa Cruz says:

    Olá,

    No caso de uma empresa de bikers Courier, onde, na maioria das vezes a entrega é de documentos, serviços em cartórios e bancos, como funciona a contratação do seguro?
    É por mês ou por serviço?

    Obrigado

  • Eduardo says:

    Bom dia, sou de SP e preciso fazer o transporte de uma carreta 0km para meu cliente no RS. Que tipo de seguro se enquadra a este transporte, já que a carga é a carreta?

    Desde já agradeço a atenção,
    Att.,
    Eduardo

  • Alexandro says:

    Bom dia, quero fazer uma cotação do seguro para movimentação de cargas internas.

    Obrigado

  • Andrey says:

    Oi,

    Existe diferença no preço do seguro no transporte rodoviário e ferroviário?

    Obrigado

  • João Alberto says:

    Srs., Tenho uma transportadora e gostaria de informações sobre seguro de carga rodoviário.

    Obrigado

  • Regis Alan says:

    Boa Noite,

    Gostaria de saber como funciona o seguro de carga, tenho uma transportadora e gostaria de fazer seguro de carga.
    Gostaria que me ligasse no 31 9754XXXXX.

    Obrigado.

  • Antônio says:

    Olá,

    O cuidado no transporte de cargas principalmente as pesadas, são fundamentais.

    Att.

  • Paulo eduardo says:

    tenho categoria c.e a seguradora ta mim barrando pra tras porta em um caminhão truk…queria saber Poque si a categoria compete com o veiculo

  • Vanclei José Derganho says:

    boa tarde gostaria de saber como que faz para fazer seguro de carga,para caminhão

    • Smartia Seguros Online says:

      Olá Vanclei, boa tarde! No momento a Smartia não realiza este tipo de seguro, porém você poderá encontrar ajuda com outros corretores, tudo bem? E quando desejar seguros para auto, vida, residencial, fiança locatícia e viagem pode nos procurar!! :-)

  • Flávio says:

    BOM DIA SR. DIRETOR !! ME CHAMO FLAVIO E SOU MOTORISTA DE CAMINHÃO EM UMA TRANSPORTADORA..GOSTARIA DE SUGERIR AOS SENHORES DIRETORES E AO ÓRGÃO CONTROLADOR DAS SEGURADORAS DE CARGAS QUE CRIASSE UMA CLÁUSULA NOS CONTRATOS DAS EMPRESAS DE TRANSPORTES DE CARGAS ONDE AS EMPRESAS PERDERÃO O DIREITO DAS INDENIZAÇÕES SE O TRANSPORTADOR PERMANECER NO LOCAL DE ENTREGA POR MAIS DE UMA HORA OU SEI LÁ,,A HORA QUE VOCÊS ACHAREM MAIS COMPATÍVEL COM A NOSSA REALIDADE E TAMBÉM SE OS MOTORISTAS PERNOITAREM EM LOCAL INADEQUADO,,SEM NENHUM APOIO DO CLIENTE..POIS HOJE AS TRANSPORTADORAS NOS SUBMETEM A FICAR O DIA INTEIRO EXPOSTOS LITERALMENTE NA RUA SERVINDO DE VITRINE PROS LADRÕES DE CARGAS ESPERANDO SER CHAMADO PRA DESCARREGAR.. O CLIENTE FAZ O CAMINHÃO DE DEPÓSITO DA MERCADORIA POR NÃO TER ESPAÇO PRA CARGA QUE ELE COMPROU E O CAMINHÃO FICA O TEMPO QUE ELE QUISER NA RUA LARGADO EXPOSTO ATÉ SER ROUBADO..A TRANSPORTADORA LAVA AS MÃOS PORQUE SE QUESTIONAR COM O CLIENTE PODE PERDER A CARGA.. O FORNECEDOR CONTRATA A TRANSPORTADORA,,A TRANSPORTADORA LEVA A CARGA PRO CLIENTE ..ENTÃO O CLIENTE NÃO ASSUME NENHUMA RESPONSABILIDADE EM DAR SEGURANÇA E NEM SUPORTE PRO MOTORISTA,,A TRANSPORTADORA POR SUA VEZ LAVA AS MÃOS POR MEDO DE QUESTIONAR COM O CLIENTE E O CLIENTE RECLAMAR COM O FORNECEDOR E O FORNECEDOR CORTAR OS SERVIÇOS DESSA TRANSPORTADORA..NÃO VAI ADIANTAR NADA TODA ESSA TECNOLOGIA DE RASTREAMENTO VIA SATÉLITE,,BLOQUEADOR DE PORTAS,,BAÚ E MOTOR,,G.P.S. ESCOLTA ARMADA E ETC..SE NÃO RESOLVER ESSE PROBLEMA DE FORNECEDOR,,CLIENTE E EMPRESAS DE TRANSPORTES NÃO COOPERAREM COM A SEGURANÇA DO MOTORISTA E DA CARGA,,É HIPOCRISIA,,É TAMPAR O SOL COM A PENEIRA,,É NÃO ENCARAR DE FRENTE O PROBLEMA.. SE ESSA CLÁUSULA QUE SUGERI FOR INCLUÍDA TENHO CERTEZA QUE AS CARGAS TERÃO MAIS SEGURANÇA E O PREJUÍZO FINANCEIRO DAS SEGURADORAS IRÃO DIMINUIR EXPRESSIVAMENTE E OS MOTORISTAS NÃO FICARÃO MAIS LARGADOS,,ABANDONADOS NO MEIO DA RUA SERVINDO DE VITRINE PRA LADRÕES.. ATENCIOSAMENTE !!! GRATO!!!!

  • Antonio Augusto Fracaro says:

    Boa Tarde

    Gostaria de saber como funciona para realizar seguro de cargas de caminhão, tenho um escritório e realizo muitas notas durante o ano e gostaria de saber como funciona para fazer o seguro das cargas?

    Att…

  • Jalton Ferreira da silva Ferreiraq says:

    Quero fase um seguro para carga como faso

  • rogerio says:

    bom dia…

    quero saber se o motorista tem restiçâo no cpf,se consegue fazer o seguro::?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *