Existe plano odontológico com carência zero?

Para quem tem pressa na realização de tratamentos dentais, descubra se existe plano odontológico com carência zero.

Os contratos de planos de saúde, em geral, contam com um período de carência. No entanto, há quem busque por plano odontológico com carência zero. Você sabe o que isso significa e qual o impacto desse fator para o plano contratado? É isso que abordaremos ao longo do texto.

Mas, antes de explicar sobre a carência, é importante ressaltar a necessidade de se ter um plano odontológico para você e sua família. Afinal, a saúde bucal precisa ser cuidada da mesma maneira que o restante do corpo e os planos odontológicos ajudam a manter a rotina de tratamento em dia.

Existe plano odontológico com carência zero?

Imagem: Getty Images

Plano odontológico com carência zero

É possível encontrar no mercado planos odontológicos com carência zero. Isso quer dizer que não existe período mínimo para usar alguma cobertura que foi contratada, independente de qual seja ela. O uso pode ser feito imediatamente após a liberação pela empresa que controla o plano.

Assim, existem diferentes carências nos planos odontológicos. E elas são estipuladas em contrato, no momento da assinatura. Esse recurso existe para prevenir que a empresa que oferece o serviço não sofra com prejuízos frequentes. Uma vez que existem tratamentos com altos custos que, na maioria das vezes, uma mensalidade apenas não cobre o valor.

De maneira geral, há quem necessite de planos odontológicos com carência zero, e é possível contratar um. Embora o custo seja maior quando comparado com as outras possibilidades, ele pode ser útil em casos de tratamentos urgentes. Assim, o cliente pode marcar a primeira consulta ou exame 24h depois da assinatura do contrato.

Por isso, procure por empresas que oferecem o plano odontológico com carência zero e certifique-se que o uso dos recursos contratados possa ser feito de forma imediata. Apesar de por vezes ter um valor mais elevado, o custo de não cuidar da saúde é muito mais elevado.

A carência nos planos odontológicos

Como já foi dito anteriormente, a carência existe para proteger o plano de saúde. Tratamentos odontológicos são de custo elevado e, para que a empresa não gaste mais com o paciente do que lucra, a carência exige um mínimo de pagamento antes de liberar alguns procedimentos.

O tempo de carência pode variar de acordo com o plano ou o serviço a ser realizado, existindo serviços que necessitam da espera de até 180 dias para serem liberados. Mas, há também empresas que oferecem planos sem carência, principalmente para atrair cada vez mais clientes.

Assim, em caso da necessidade de um plano odontológico com carência zero, é possível pesquisar e comparar os diferentes valores e serviços oferecidos, uma vez que cada vez mais se faz necessária a contratação de planos de saúde bucal.

Porque ter um plano odontológico?

Assim como os planos de saúde, os planos odontológicos servem para amenizar os custos de tratamentos e incentivar as consultas frequentes a dentistas. Embora o Brasil tenha um número considerável de profissionais na área, poucas pessoas têm acesso ao serviço, que por vezes é considerado não essencial.

É importante aqui ressaltar que algumas doenças podem ser diagnosticadas logo no início quando se faz um tratamento odontológico preventivo. Além, é claro, de prevenir outras enfermidades de se espalharem em nosso organismo. Da mesma forma que cuidados e fazemos exames regulares de sangue, a saúde bucal precisa ser levada a sério.

Existem algumas doenças que podem se espalhar por todo o organismo quando não temos uma boa saúde bucal. Uma delas é a endocardite bacteriana, que atinge o coração. Nela, as bactérias bucais vão para a corrente sanguínea a partir de sangramentos na boca, e pode atingir o principal órgão do nosso sistema: o coração.

Por isso, a contratação de um plano odontológico e os cuidados adequados com a saúde bucal são indispensáveis no dia a dia. Uma escovação correta e acompanhamento de um profissional capacitado é o melhor caminho para cuidar da saúde.

É importante ainda que os tratamentos dentais sejam realizados com profissionais capacitados para tal ação. E os produtos utilizados na higiene bucal sejam indicados e comprovadamente eficazes no que se propõe. O mais importante para manter os cuidados em dia é uma boa escovação e uso correto do fio dental.

Afinal, a boca também é um dos principais órgãos do nosso organismo, responsáveis por ações de extrema importância no dia a dia. Por isso, contrate um plano odontológico com carênc0ece hoje mesmo a cuidar da sua saúde e do seu sorriso.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *