Tire todas as suas dúvidas sobre a vistoria técnica do seguro auto

| Autor: Jeniffer Elaina

Quer saber o que a vistoria técnica do seguro auto engloba? Então acompanhe esse artigo! Nele, você vai poder tirar as suas principais dúvidas sobre o tema e entender melhor como funciona esse processo no momento da contratação do seguro de carro.

Sempre que buscamos a contratação de um seguro auto, é necessário que uma vistoria técnica seja realizada.

Mas algumas pessoas não fazem a menor ideia do que é verificado nessa vistoria, e surgem várias dúvidas.

Como será que essa avaliação influencia no custo do seguro? O que fazer para garantir uma boa vistoria?

Para acabar com tantas perguntas e trazer informações sobre como funciona a vistoria técnica do seguro auto, preparamos este artigo.

Continue lendo e fique por dentro de todos os passos e informações necessárias.

Tire todas as suas dúvidas sobre a vistoria técnica do seguro auto

Imagem: Getty

Entenda melhor o que é e como funciona a vistoria técnica do seguro auto

A vistoria técnica do seguro auto é um exame feito pela empresa de seguros. Ela tem como objetivo  constatar as condições reais, o que vai influenciar diretamente o custo da sua proteção.

Também é por meio da vistoria que a seguradora decide se vai ou não segurar o veículo. Afinal de contas, as empresas podem negar a proposta de seguro se acharem que o negócio não vale a pena.

Isso geralmente acontece quando o risco de sinistro do carro é muito alto.

Quanto maior o risco de sinistro, maiores as chances de a seguradora ter que pagar indenização, o que não faz bem para o seu lucro.

É claro que este é o papel de uma empresa do tipo — garantir a indenização quando necessário. Não significa, porém, que a companhia deseja arcar com os valores.

Por isso, é melhor para a companhia proteger veículos com pouco risco de sinistro.

A vistoria é responsável por promover um estudo detalhado de todas as peças, equipamentos e condição da lataria do veículo.

Com essa análise, é possível identificar problemas já existentes e os possíveis danos do futuro.

Além de fazer a vistoria, o profissional responsável por essa avaliação pode tirar fotos para registrar o real estado do veículo.

De qualquer modo, a vistoria veicular funciona como um meio técnico de comprovar se o carro tem ou não algum problema precedente na contratação do seguro.

Os problemas destacados no relatório costumam alguma complicação ou agravar a falta de segurança do veículo.

O que exatamente é avaliado na vistoria técnica do seguro auto?

Quando a vistoria técnica do seguro auto é realizada, diferentes aspectos do veículo são observados. Mas isso não significa que todas as vistorias são iguais.

Na vistoria de seguro, são verificados os aspectos referentes ao tipo de serviço contratado. Por exemplo: se você não for adquirir proteção para acessórios como a TV automotiva, o equipamento não será vistoriado.

Em todo o caso, existem itens bastante avaliados na vistoria técnica do seguro auto. Listamos todos a seguir, para que você possa acompanhar a vistoria do seu veículo.

Histórico do carro

Esta análise é feita para descobrir se o veículo é proveniente de algum leilão e se já sofreu uma colisão mais séria, por exemplo.

Normalmente, automóveis que já passaram por grandes batidas são considerados como mais suscetíveis a novos sinistros. Principalmente se o motorista do carro for o mesmo.

Avarias

Todos os pequenos e grandes problemas são considerados nessa análise. Isso inclui arranhões e amassadinhos e também defeitos motores e elétricos, entre vários outros.

A análise de avarias também leva em conta a maior chance de que novos sinistros ocorram com o veículo.

Modelo

Na hora de avaliar o modelo do carro, o seguro considera todas as particularidades do veículo. Já houve recall, ou relatos de problemas mecânicos?

O tipo do auto está mais suscetível a problemas nos freios? Todos esses aspectos contam na definição do preço do seguro.

Ao mesmo tempo, a seguradora verifica a condição do chassi do veículo e  se existem irregularidades no carro.

Modificações

Blindagem, rebaixamentos e alterações promovidas no veículo são analisadas de perto. Muitas delas podem afetar diretamente o desempenho do carro, e aumentar as suas chances de sinistro.

Se isso ocorrer, a seguradora pode não aceitar a proposta de seguro ou, ao menos, tornará a proteção mais cara.

Quem é o profissional responsável pela execução da vistoria técnica do seguro auto?

De maneira geral, a vistoria técnica do seguro auto é feita por um profissional da área automobilística, capaz de identificar todos os possíveis problemas com o veículo.

Onde a vistoria técnica do seguro auto é realizada?

A resposta para essa pergunta varia, pois é comum que a vistoria técnica do seguro auto seja realizada em dois lugares diferentes.

O primeiro deles é em uma oficina indicada pelo seguro. Essa oficina parceira da seguradora auto costuma agilizar o processo de avaliação do veículo.

Já a segunda opção de vistoria ocorre quando o seguro auto envia um profissional à casa ou ao trabalho do futuro segurado.

Apesar de menos comum, essa alternativa promove bastante comodidade, já que o usuário não precisará se deslocar até uma empresa especializada.

Quando a vistoria técnica do seguro auto não é necessária?

Se você vai contratar um seguro auto, o seu carro vai passar por uma vistoria técnica.

Como dissemos até aqui, é por meio dessa avaliação que a empresa decide por oferecer ou não a proteção. Um seguro só vale depois da vistoria.

Ainda assim, existem duas situações onde a vistoria técnica do seguro auto não é necessária.

Carros 0 km

Quando o carro a ser segurado é novo, não existe a necessidade de fazer a vistoria técnica do seguro auto. Afinal, é pouquíssimo provável que o veículo apresente problemas ou modificações.

No entanto, para que o usuário seja poupado da vistoria, é necessário contratar o seguro antes que o carro saia da concessionária. Isso dará à seguradora a segurança de que o carro ainda não foi modificado, nem sofreu sinistro.

Se a contratação do seguro for realizada após a saída da concessionária, a vistoria técnica pode ser solicitada pela seguradora auto.

Renovação do seguro

Uma nova vistoria técnica do seguro auto só é realizada se a renovação do serviço for realizada fora de hora.

Renovações de seguro realizadas dentro do prazo de vigência da apólice não implicam na necessidade de realizar uma nova vistoria.

Isso acontece porque a seguradora entenderá que, se ela não foi acionada no ano anterior, e se uma vistoria não foi solicitada pelo consumidor, não houve sinistro que prejudicasse o veículo.

Ou seja, o seguro poderá se manter o mesmo, porque as condições prevenidas serão as mesmas.

Nesse caso, porém, é preciso atenção. Se o seu carro sofrer sinistro ou for modificado, é fundamental repassar essas informações à seguradora. Mesmo que você resolva não abrir um sinistro, ou seja, solicitar a indenização.

É necessário fazer um endosso do contrato, atualizando qualquer dado referente ao carro e ao usuário. Caso essas atualizações não ocorram, haverá inconsistências entre a apólice e a realidade.

Com inconsistências, a seguradora pode alegar fraude por parte do cliente, e negar a indenização em caso de sinistro.

Conheça os tipos de vistoria técnica do seguro auto

Você sabia que existe mais de um tipo de vistoria técnica do seguro auto? Acompanhe e conheça quais são!

  1. Prévia: a vistoria prévia é o tipo mais comum, onde detalhes simples são analisados para a aprovação rápida do seguro. Essa vistoria garante um seguro temporário ao usuário.
  2. De risco: já a vistoria de risco é um estudo mais completo, complexo e demorado, realizado a fim de identificar se o veículo realmente é seguro. Ela é realizada logo após a vistoria prévia. Se o carro não for aprovado nessa análise, a seguradora poderá negar a proposta de seguro do consumidor.
  3. Inspeção: esse tipo de vistoria é o mais complexo de todos. Ele é necessário apenas em casos especiais, como veículos que possuem o kit gás instalado.

Existe a necessidade de realizar vistoria técnica do seguro auto quando se troca de carro?

Se o seu novo veículo for usado, a vistoria do auto será fundamental. Agora, se o carro for zero-quilômetro, essa avaliação poderá ser dispensada.

Existe a necessidade de realizar vistoria técnica do seguro auto após um endosso?

Ao realizar um endosso do seguro, o usuário atualiza as informações sobre o carro. Por isso, é comum que a seguradora solicite uma nova avaliação técnica.

Com ela, a empresa saberá exatamente o quanto as mudanças afetam o risco de sinistro do veículo.

Há situações em que é necessário reajustar o valor do seguro, já que as condições do carro serão diferentes. Essa atualização, mesmo que ruim para o bolso é completamente necessária.

É ela que vai garantir a cobertura correta do carro, e evitar a acusação de fraude.

Se meu seguro for cancelado por inadimplência, preciso realizar outra vistoria depois de regularizar minha situação?

Sim, é necessário realizar uma nova vistoria no pós-cancelamento do seguro. Neste cenário, você poderá continuar a utilizar o veículo, mesmo que ele não possua um seguro.

Ou seja, ele poderá sofrer modificações, sinistros e outros problemas. A vistoria técnica do seguro auto poderá atualizar os dados sobre o carro.

O carro não foi aprovado vistoria técnica do seguro auto. E agora?

Quando um veículo não é aprovado na vistoria, a seguradora se recusa a realizar o seguro para o veículo. Nesse caso, sua opção é tentar fazer o seguro em outra empresa.

Normalmente, esse tipo de negativa ocorre quando irregularidades são encontradas no auto. Por isso, você também pode corrigir tais irregularidades e solicitar uma nova proposta de seguro.

Com uma nova vistoria realizada, pela mesma seguradora, o veículo pode ser aprovado.

A vistoria técnica do seguro auto é um procedimento de caráter simples, não é mesmo? Com este texto,  esperamos que suas dúvidas tenham sido solucionadas.

Caso ainda exista alguma outra questão, não hesite  em entrar em contato conosco. Nossos especialistas estão sempre prontos para lhe atender!

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

1 comentário

  • Carlos José Faria de Souza says:

    Bom dia, a vistoria técnica feita na residencia o seguro é aprovado na hora pelo técnico.
    Se o carro não for aceito pelo seguro, tem que ser paga a taxa que a seguradora cobra referente a vistoria e contrato.
    No meu caso a seguradora mandou o técnico para ver meu carro, ele vistoriou o automóvel, disse tudo ok, eu assinei o contrato, fiz o pagamento e depois de dois dias recebi um e-mail dizendo que o meu seguro não foi aceito, esse procedimento deles é correto?

    Obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *