10 truques para você não tomar multas de trânsito

| Autor: Jeniffer Elaina

Você dirige sempre com medo de ser pego pela indústria das multas? Veja nesse artigo algumas dicas para não tomar multas de trânsito, e manter sua CNH em ordem.

Apesar de não serem muito comentados, existem alguns truques que podem ajudar a evitar problemas relacionados aos pontos na carteira de motorista e não tomar multas de trânsito.

Todas essas dicas estão dentro da lei e são capazes de lhe manter longe de problemas e multas que além de onerar seu orçamento ainda subtrai pontos na sua carteira de habilitação. Quer saber quais são esses truques? Então acompanhe esse artigo.

10 Truques para você não tomar multas de trânsito

Conheças os 10 Truques para não tomar multas de trânsito

Acompanhe a seguir todos os truques mais importantes para não tomar multas de trânsito:

  1. Tolerância de velocidade

No Brasil os radares, sejam eles estáticos, fixos ou portáteis, contam com uma margem de tolerância que pode ser medida através de quilometragens ou porcentagem. Pode parecer complicado falando assim, mas essa conta é bem simples de ser feita, veja melhor.

Quando um veículo trafega até uma velocidade de 100 km/h a tolerância dos radares é de 7 km/h, logo, se você for pego dirigindo a 47 km/h numa via onde o limite máximo é de 40 km/h, você não pode ser multado.

Agora, quando o veículo trafega a uma velocidade superior a 100 km/h, essa margem passa a ser calculada através de porcentagem. Logo, se você for pego pelo radar a uma velocidade de 117 km/h numa estrada, por exemplo, onde o limite máximo de velocidade é de 110 km/h, você estará dentro da margem de tolerância de 7%.

  1. Não dirija de chinelos

Não importa se você acabou de sair da praia, ou se um sapato fechado não combina com sua roupa, dirigir de sandálias que não sejam fixas no tornozelo ou chinelos. Se você estiver de chinelos ou sandálias soltas não hesite em descalça-las e dirigir descalços. diferente do que muitas pessoas imaginam, dirigir descalços não é uma infração das leis de trânsito, mas, dirigir com sapatos que não promovam firmeza, principalmente na parte do calcanhar, é.

  1. Estacionando na frente de calçadas rebaixadas

Estacionar na frente de garagens é proibido, no entanto, parar o veículo na frente de calçadas rebaixadas sem sempre é. Se existe um rebaixamento de calçada, mas, não há nenhuma passagem de veículos diante dele, é possível parar o veículo na frente desse pedaço, sem medo de levar uma multa. Mas fique atento, apenas nestes é possível não tomar multas de trânsito. Em guias rebaixadas onde exista a passagem para veículos não se deve estacionar.

  1. Use os faróis especiais de neblina corretamente

A maior parte dos condutores já está acostumado a dirigir usando os faróis baixos, ou as luzes diurnas, ligadas em rodovias e estradas. No entanto, ainda existem pessoas que se confundem quando o assunto são as luzes veiculares. Logo, se a ideia é evitar multas, nunca confunda faróis para neblina com os baixos.

As lanternas localizadas na parte de baixo do para-choque são os famosos faróis para neblina e devem ser utilizados apenas com a luz baixa ligada simultaneamente. Isso porque, elas emitem um facho de luz curto e muito aberto, sendo eficientes apenas em situações onde a visibilidade é baixa.

  1. Não tenha preguiça de manobrar

Estacionar na contramão em uma via de tráfego contínuo pode acabar gerando uma multa bem salgada, no valor de R$ 130,16 e menos 4 pontos na carteira de habilitação. Isso acontece por duas razões simples, a primeira razão é que, se você estacionou na contramão, significa que diria em uma mão contrária por no mínimo alguns poucos metros. O que é proibido por lei.

Além disso, ao estacionar na contramão, você impede que os motoristas que venham pela mão correta deles tenham uma maior visibilidade em casos onde as ruas são pouco iluminadas. Isso porque os refletores de luz, comuns em todos os veículos, que servem para rebater a luz dos faróis, são sempre localizados na parte traseira dos carros.

  1. Não se baseie apenas pelas faixas no chão

Em algumas localidades, é comum os órgãos responsáveis pintarem faixas amarelas que indicam o espaço onde não é permitido parar o veículo, tanto antes como depois do ponto de ônibus. No entanto, essas faixas não são obrigatórias e muitas pessoas acreditam que ‘se não existem faixas, é permitido estacionar’, ledo engano. Independentemente da existência delas ou não, todo o espaço de 10 metros antes e 10 metros depois do ponto de ônibus é área proibida para estacionar qualquer veículo que seja. Então, respeite esse espaço para não tomar multas de trânsito.

  1. O pisca alerta ligado não isenta ninguém de levar uma multa

Independentemente do motivo, se o veículo parar por um período que ultrapasse o tempo fundamental para que passageiros embarquem ou desembarquem, será considerado, pelas leis de trânsito como estacionado. Mesmo que ela seja feita com o motorista na parte interna do veículo, com o pisca alerta e o motor ligados. Se você permanecer parado em local proibido para estacionar mais do que o tempo preciso para que pessoas embarquem e desembarquem, e fora das situações que envolvam trânsito ou emergências, você será multado.

  1. Não atenda o celular com o veículo em movimento

Você está dirigindo e recebeu uma ligação importante, que precisa ser atendida, mas, está em uma região onde não existe a possibilidade de estacionar. Saiba que se você atender o celular e colocar no, viva voz, não poderá ser multado apenas por conversar enquanto dirige.

  1. Tenha os documentos sempre em ordem

Outra boa maneira de não tomar multas de trânsito é estar com sua carteira de habilitação e documentos do veículo sempre em ordem. Isso além de lhe livrar de valores a serem pagos e perdas de pontos na carteira, também pode lhe poupar transtornos maiores.

  1. Pare de emporcalhar as vias públicas

Talvez você não saiba, mas, atirar lixo pela janela do carro, além de ser um péssimo hábito e sujar as vias públicas, também é uma infração de trânsito, que pode ser penalizada com uma multa de R$ 85,13 e a perda de 4 pontos na carteira. Logo, se a ideia é não tomar multas de trânsito, ao invés de atirar lixos pela janela, deixei uma sacolinha dentro do veículo para colocá-los. É mais barato e educado!

Existem muitas maneiras de não tomar multas de trânsito, e todas elas envolvem um pouco mais de consciência e respeito às leis de trânsito. Basta estar mais atento que, certamente você será se tornará menos um, a contribuir com a indústria das multas.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *