Como funcionam os seguros automóveis profissionais

Os seguros automóveis profissionais são destinados a empresas, mas também a profissionais que dependem do carro para trabalhar.

Os seguros automóveis profissionais ou de uso comercial são contratados por empresas que possuem veículos usados no negócio. Essas organizações podem ser de pequeno, médio ou grande porte e ter diferentes números de carros.

Quando existe uma grande quantidade de veículos, esses são chamados de frota e todos eles podem estar segurados. Outra possibilidade são os profissionais autônomos que trabalham com carro.

Por exemplo, os motoristas de aplicativo podem ter esse seguro profissional. Entender como esse serviço funciona é fundamental para fazer a adesão corretamente.

Como funcionam os seguros automóveis profissionais

Imagem: Getty Images

Por que ter seguros automóveis profissionais?

Primeiro é preciso entender porque ter esse tipo de seguro. O ponto mais importante é garantir que o veículo esteja protegido se algo acontecer e que a empresa ou profissional não tenha um prejuízo tão grande.

Imagine que um carro da empresa foi roubado, isso trará uma série de problemas, será preciso arcar com o custo desse roubo, as operações podem parar por falta do carro e outros.

Além disso, os seguros automóveis profissionais contam com serviços de assistência 24 horas. Se o carro quebrar ou um pneu furar, poderá pedir ajuda ao seguro e garantir o reparo rapidamente ou a remoção até uma oficina.

Quais as coberturas do seguro?

Uma das grandes vantagens do seguro é que as empresas podem personalizar o serviço contratando apenas o que desejam. É possível adequar as coberturas com a rotina e garantir proteção ao que é essencial.

Existe garantia para diversos casos como roubo e furto, colisão, contra terceiros, acidente de passageiros, etc. Para que o veículo fique protegido a de roubo, furto e colisão são bastante recomendadas. Se algo acontecer a empresa terá direito a indenização.

O seguro contra terceiros serve para indenizar outras pessoas que possam se envolver em acidentes causados pelo motorista. Ao contar com ele, não será preciso pagar pelos danos causados a outros já que ele está incluso no seguro.

Já o seguro de acidentes pessoais contra passageiros é bastante usado por quem transporta pessoas. Os motoristas de aplicativos e vans podem contar com ele para ajudar a custear despesas que venham ocorrer com os ocupantes do veículo, sejam essas hospitalares ou de funeral.

Uma cobertura essencial é a de cobertura de Lucros Cessantes, principalmente se o carro é uma fonte de renda. Isso porque se o carro passar por um sinistro fica sem trabalhar por isso, recebe uma indenização para cobrir os prejuízos.

Essa é uma cobertura adicional e se não for ofertada vale a pena perguntar por ela.

Como funciona a apólice?

Se a empresa possui apenas um veículo ou poucos, pode optar por fazer apólices separadas. Nesse caso, tem a possibilidade de escolher coberturas diferentes para cada um dos carros.

Quando se trata de frota, é possível fazer apólices individualizadas, mas pode ser confuso para a empresa gerir todas elas.

Uma alternativa para quando se tem muitos veículos é fazer uma apólice única a todos eles. Nesse caso todos os carros são reunidos em um grupo e terão uma apólice comum que inclui as mesmas regras para todos, como as coberturas e valores de indenização.

Caso a empresa trabalhe com carro para diferentes usos, pode fazer suas ou mais apólices conjuntas. Dessa forma reúne os carros com características semelhantes em uma apólice e na outra da mesma forma.

Apesar de ser um contrato único, cada um dos veículos envolvidos nos seguros automóveis profissionais, terá direito a indenização se algo acontecer com ele.

Independente de como será o contrato, quanto mais carros segurados a empresa tiver, maiores as chances de conseguir melhores condições de pagamento.

Quanto custa o seguro de carros comerciais?

O valor do seguro varia bastante, isso porque a seguradora avaliará diversos fatores de risco. O modelo e ano do carro importam, mas a sua finalidade de uso também.

Por exemplo, um carro que é usado para fazer entregas e passa o dia todo na rua, está muito exposto a riscos. Já um veículo comercial que leva executivos esporadicamente, está menos exposto, pois não circula tanto.

Além disso, para determinar o valor, as seguradoras avaliam o tipo de apólice, cobertura e quantidade de veículos. Quando se tem apenas um carro contratando os seguros automóveis profissionais, o valor por unidade costuma ser mais alto do que para uma frota.

Para que possa saber os valores exatos, é preciso solicitar uma cotação. Ao preencher o formulário com todos os dados, terá acesso a propostas condizentes com a necessidade.

Os seguros automóveis profissionais é um investimento que empresas e profissionais fazem no instrumento de trabalho. Contar com ele é essencial para reduzir riscos ao negócio.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.