Seguro viagem é obrigatório? Descubra se precisa sempre de um seguro de viagem

Vai viajar e não sabe se o seguro viagem é obrigatório? Então, este texto é o ideal para você! Nele, falamos das vantagens e de onde essa proteção é necessária. Acompanhe!

O seguro viagem é obrigatório para a visita a alguns países. Ele funciona como um plano de saúde temporário, contratado especialmente para o local de destino do passeio.

Além disso, esse tipo de seguro protege o usuário contra vários outros problemas, como a perda de bagagem.

É mais comum que os seguros viagem sejam contratados para viagens internacionais. Afinal, um plano de saúde brasileiro não tem validade em outros países.

Neste caso, o consumidor precisaria arcar com assistência médica particular, inclusive porque, em muitos locais do mundo, o atendimento público de saúde é limitado, especialmente para estrangeiros.

Não significa, contudo, que não seja possível contratar seguro para uma viagem em terras brasileiras. Na verdade, é importante verificar a cobertura do seu plano de saúde.

Em vários casos, os planos só possuem cobertura para a cidade ou estado da sua moradia.

Contratar o seguro, então, significa ter maior segurança durante a viagem. Isso porque, mesmo que seja possível utilizar o SUS (Sistema Único de Saúde), o atendimento pode ser demorado e complicar o passeio.

Além da proteção ampla a todo seu bem-estar, um seguro viagem permite a economia de valores. Para uma visita à Europa, por exemplo, é comum encontrar coberturas de R$ 30 mil por apenas R$ 300.

Em compensação, um caso de fratura dos ossos poderia custar milhares de reais em um atendimento de forma particular em outro país.

Seguro viagem é obrigatório? Descubra se precisa sempre de um seguro de viagem

Onde o seguro viagem é obrigatório?

Apesar de garantir maior tranquilidade ao viajante, nem sempre o seguro viagem é obrigatório.

Apenas alguns países da Europa, da América Latina e Oceania exigem essa proteção. Neles, o indivíduo só pode cruzar a fronteira após comprovar a contratação do seguro.

Em todo o caso, pesquise bem sobre o país antes de visitá-lo. Outras exigências, como a vacinação, são comuns em muitos territórios.

Europa

Quem vai viajar para países do Tratado de Schengen deve, obrigatoriamente, contratar seguro viagem. O Tratado de Schengen é um acordo feito entre os países e que facilita o turismo pelo continente.

Quem desembarca em um destes territórios pode transitar por todos os outros do grupo sem a necessidade de passar pela imigração ou de obter novos vistos.

Um seguro viagem deste tipo deve ter cobertura mínima de 30 mil Euros. Com essa cobertura, o usuário pode contar com os mais variados atendimentos médicos, onde estiver. Fazem parte do Tratado os seguintes países:

  • Alemanha;
  • Áustria;
  • Bélgica;
  • Dinamarca;
  • Eslováquia;
  • Eslovênia;
  • Espanha;
  • Estônia;
  • Finlândia;
  • França;
  • Grécia;
  • Holanda (Países Baixos);
  • Hungria;
  • Islândia;
  • Itália;
  • Liechtenstein;
  • Letônia;
  • Lituânia;
  • Luxemburgo;
  • Malta;
  • Noruega;
  • Polônia;
  • Portugal;
  • República Tcheca;
  • Suécia;
  • Suíça.

Além destes países, há outros quatro na Europa em que o seguro viagem é obrigatório. São eles: a Islândia, Suíça, Noruega e Liechtenstein.

Cuba

Na hora de viajar para Cuba, o consumidor precisa obter seguro com cobertura mínima de 10 mil dólares. O seguro deve cobrir diferentes despesas médicas.

Venezuela

Para visitar a Venezuela, é preciso contar com seguro de, pelo menos, 40 mil dólares. O plano deve prever assistência médica e repatriação médica e funerária.

Nenhum outro país da América Latina, além de Cuba e Venezuela, exigem o seguro. Para viajar, então, o indivíduo só precisa apresentar seu passaporte.

Nos países do Mercosul, o brasileiro pode apresentar apenas carteira de identidade. Os países do Mercosul são a Argentina, Paraguai, Uruguai, Chile, Bolívia, Peru, Colômbia e Equador.

Austrália

Ao viajar para a Austrália, tenha a certeza de contratar um seguro. Apenas quem possui esse “plano de saúde” especial pode passear pelo território do país. Não há uma cobertura mínima exigida para o seguro.

O seguro é obrigatório nos Estados Unidos?

Viajar para os Estados Unidos ainda é um dos passeios preferidos dos brasileiros. Apenas em 2017, 273 mil usuários embarcaram para lá.

Se você pretende visitar o país, não se preocupe: o seguro viagem não é obrigatório para aquela área. No entanto, o custo de atendimento norte-americano é bastante alto. Por isso, é sempre interessante contratar um seguro.

A cobertura do seguro viagem

As coberturas oferecidas pelos seguros viagem variam. Variam de acordo com o país de destino, a seguradora e o objetivo para viagem.

Quem vai realizar esportes radicais, por exemplo, deve contratar proteção específica para acidentes deste tipo.

Na hora de contratar a proteção, é preciso indicar também a sua idade e tempo de viagem. Os preços do seguro mudam conforme essas características.

É fundamental contratar o seguro para todo o período em outro País, começando pela data de saída do Brasil. Geralmente, um seguro viagem oferece:

  • Atendimento médico e odontológico;
  • Acompanhante em caso de hospitalização prolongada;
  • Custeio de visitas ao segurado hospitalizado;
  • Indenização no caso de morte;
  • Repatriação médica e funerária;
  • Despesas na farmácia;
  • Hospedagem após alta hospitalar;
  • Localização de bagagem extraviada;
  • Pagamento antecipado de fiança etc.

Ao viajar, lembre-se de deixar o contrato do seguro à mão, impresso ou em meio eletrônico, como no smartphone.

O contrato servirá como comprovação para a imigração de países em que o seguro viagem é obrigatório. Além disso, o documento conta com todas as orientações e contatos para o acionamento da seguradora.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *