Seguro viagem é obrigatório? Descubra se precisa sempre de um seguro de viagem

Vai realizar o sonho de conhecer outro país e não sabe se o seguro viagem é obrigatório? Então, este texto é para você! Nele, falamos das vantagens e onde essa proteção é necessária. Acompanhe!

Se você está planejando uma viagem internacional, é importante que saiba que o seguro viagem é obrigatório para a visita a alguns países.

Ele funciona como um plano de saúde temporário, contratado especialmente para o local de destino do passeio.

Além de garantir atendimento médico e socorro hospitalar caso precise, esse tipo de seguro protege o usuário contra vários outros problemas, como a perda de bagagem, atrasos com o voo e diversas outras questões.

Neste artigo, além de explicar melhor como o seguro viagem funciona, quais são suas coberturas e suas vantagens, ainda mostraremos em quais países ele é obrigatório e como contratar esse serviço, acompanhe.

Seguro viagem é obrigatório? Descubra se precisa sempre de um seguro de viagem

Imagem: Getty Images

O que é o seguro viagem?

Como já mencionado o seguro viagem é um serviço que garante prioritariamente atendimento médico e hospitalar durante uma visita a outro país.

No entanto, ele não oferece apenas esse tipo de cobertura.

Esse serviço costuma ser mais comum em viagens internacionais, uma vez que a maioria dos planos de saúde brasileiros operam em território nacional, mas dificilmente possuem cobertura no exterior.

Ou seja, caso um brasileiro sofra um acidente ou tenha algum problema de saúde durante uma viagem ao exterior, mesmo tendo um plano de saúde no Brasil, deverá arcar com um atendimento médico particular.

Isso acontece porque em muitos países, o atendimento público de saúde é limitado, em alguns inclusive ele mal existe, especialmente para estrangeiros.

E acredite, o atendimento médico particular pode ser bem mais caro do que se imagina.

Por isso, contar com um seguro viagem, em especial para destinos no exterior é tão importante, afinal, com ele, além de ter cobertura para essas questões de saúde que são sempre imprevisíveis, você ainda poderá ter mais uma série de coberturas para outras situações.

O seguro viagem serve apenas para destinos internacionais?

É importante ressaltar que, por mais que este seja um serviço mais comum em destinos estrangeiros, isso não significa que, não seja possível contratar seguro para uma viagem em terras brasileiras.

Na verdade, é importante verificar a cobertura do seu plano de saúde.

Isso porque existem muitos planos de saúde que oferecem apenas coberturas municipais, estaduais ou regionais.

Por isso, se este for o seu caso e você estiver planejando uma viagem para uma região fora da área de cobertura do seu plano, vale a pena pesquisar um seguro viagem.

Contratar esse serviço, significa ter maior segurança durante a viagem.

Isso porque, mesmo que seja possível utilizar o SUS (Sistema Único de Saúde), o atendimento pode ser demorado e complicar o passeio.

Como funciona o seguro viagem?

O seguro viagem funciona basicamente como um seguro de saúde, ou um plano de saúde, seu diferencial é que, além de contar com essa cobertura ele ainda pode oferecer outros serviços.

Além disso, ele possui um período vigência menor e uma área de cobertura pré-estabelecida, diferentemente do seguro saúde.

Isso acontece porque ele pode ser contratado apenas para o período de duração da sua viagem e com uma cobertura restrita ao seu destino.

Ou seja, vamos supor que você esteja planejando visitar a Itália, com um roteiro que inclui Roma e Veneza por 20 dias.

Você poderá contratar um seguro viagem apenas para esse período e destinos.

Além da proteção ampla a todo seu bem-estar, um seguro viagem permite a economia de valores.

Para uma visita à Europa, por exemplo, é comum encontrar coberturas de R$ 30 mil por apenas R$ 300.

Em quais destinos o seguro viagem é obrigatório?

Apesar de garantir maior tranquilidade ao viajante, nem sempre esse serviço possui sua contratação obrigatória.

Para muitos destinos o seguro viagem é opcional.

Apenas alguns países da Europa, da América Latina e Oceania exigem essa proteção.

Nestes casos, o indivíduo só pode cruzar a fronteira após comprovar a contratação do seguro, por isso, é importante pesquisar bem sobre um país antes de visitá-lo.

Pois, além dessa obrigatoriedade, outras exigências como a aplicação de determinadas vacinas, por exemplo, podem ser comuns em muitos territórios.

Para te ajudar a saber quais são os destinos onde o seguro viagem possui uma contratação obrigatória, preparamos uma lista, acompanhe e veja se seu próximo destino está nesta lista:

Europa

Quem vai viajar para países do Tratado de Schengen deve, obrigatoriamente, contratar seguro viagem.

O Tratado de Schengen é um acordo feito entre os países e que facilita o turismo pelo continente.

Quem desembarca em um destes territórios pode transitar por todos os outros do grupo sem a necessidade de passar pela imigração ou de obter novos vistos.

Um seguro viagem deste tipo deve ter cobertura mínima de 30 mil Euros.

Com essa cobertura, o usuário pode contar com os mais variados atendimentos médicos, independentemente de onde ele estiver.

Atualmente 26 países da Europa fazem parte do Tratado Schengen, estes são:

  • Alemanha;
  • Áustria;
  • Bélgica;
  • Dinamarca;
  • Eslováquia;
  • Eslovênia;
  • Espanha;
  • Estônia;
  • Finlândia;
  • França;
  • Grécia;
  • Holanda (Países Baixos);
  • Hungria;
  • Islândia;
  • Itália;
  • Liechtenstein;
  • Letônia;
  • Lituânia;
  • Luxemburgo;
  • Malta;
  • Noruega;
  • Polônia;
  • Portugal;
  • República Tcheca;
  • Suécia;
  • Suíça.

Na imagem a seguir mostraremos quais são os países europeus que fazem parte do tratado de Schengen, essa visualização tornará seu entendimento mais claro e rápido:

Tratado de Schengen

Imagem: Buenasdicas

Cuba

Na hora de viajar para Cuba, o consumidor precisa obter seguro com cobertura mínima de 10 mil dólares.

O seguro deve cobrir diferentes despesas médicas.

Venezuela

Para visitar a Venezuela, é preciso contar com seguro de, pelo menos, 40 mil dólares.

O plano deve prever assistência médica e repatriação médica e funerária.

Nenhum outro país da América Latina, além de Cuba e Venezuela, exigem o seguro.

Para viajar, então, o indivíduo só precisa apresentar seu passaporte.

Nos países do Mercosul, o brasileiro pode apresentar apenas carteira de identidade.

Os países do Mercosul são a Argentina, Paraguai, Uruguai, Chile, Bolívia, Peru, Colômbia e Equador.

Austrália

Ao viajar para a Austrália, tenha a certeza de contratar um seguro.

Apenas quem possui esse “plano de saúde” especial pode passear pelo território do país.

Não há uma cobertura mínima exigida para o seguro.

É necessário um seguro viagem para EUA?

Se o seu destino é uma ou mais cidades dos Estados Unidos, e você vem se perguntando se é necessário um seguro para EUA, saiba que a resposta para essa pergunta é, depende.

A contratação desse serviço não é obrigatória para visitar o país, no entanto, o custo do atendimento médico norte-americano é bastante alto.

Por isso, é sempre interessante contratar um seguro.

Quais são as coberturas do seguro viagem

As coberturas oferecidas pelos seguros viagem variam de acordo com o país de destino, a seguradora e o objetivo para viagem.

Quem vai realizar esportes radicais, por exemplo, deve contratar proteção específica para acidentes deste tipo.

Na hora de contratar a proteção, é preciso indicar também a sua idade e tempo de viagem.

Os preços do seguro mudam conforme essas características.

Lembre-se que é  fundamental contratar o seguro para todo o período em outro País, começando pela data de saída do Brasil.

Geralmente uma cobertura de seguro viagem oferece atendimento para as seguintes situações:

  • Atendimento médico e odontológico;
  • Acompanhante em caso de hospitalização prolongada;
  • Custeio de visitas ao segurado hospitalizado;
  • Indenização no caso de morte;
  • Repatriação médica e funerária;
  • Despesas na farmácia;
  • Hospedagem após alta hospitalar;
  • Localização de bagagem extraviada;
  • Pagamento antecipado de fiança etc.

Como contratar um seguro viagem?

Se você está planejando uma viagem para um dos destinos onde a contratação de um seguro viagem é obrigatória, ou não, mas você não deseja correr riscos saiba que o primeiro passo para contratar esse serviço é conhecê-lo melhor.

Quando o assunto é viagem é possível encontrar dois tipos de serviços para garantir a proteção da sua saúde e bem-estar em outros países e, apesar de ambos serem tratados como seguro viagem e terem a mesma finalidade eles funcionam de maneira diferente.

Estamos falando do seguro viagem e da assistência de viagem, o primeiro funciona através de um sistema de reembolso.

Isso significa que, se você estiver viajando e tiver um problema de saúde, deverá pagar para que ele seja resolvido e, mais tarde com posse dos comprovantes desse pagamento, a empresa contratada lhe reembolsará os gastos.

Já o segundo, conhecido como assistência de viagem, funciona como os planos de saúde brasileiros, caso você tenha algum problema durante a sua viagem, será preciso que você entre em contato com a empresa contratada que deverá lhe indicar os profissionais ou locais onde você poderá ser atendido, sem a necessidade de arcar com nenhum custo.

É importante mencionar que muitas empresas oferecem os dois tipos de seguros em um único pacote, dando ao cliente a opção de escolher como quer ser atendido.

Dito isso, vamos ao passo a passo de como contratar um seguro viagem.

Para contratar um seguro viagem é bem simples, o primeiro passo é definir destino da viagem, ou destinos e o período em que você viajará.

Feito isso, basta começar a pesquisar todas as empresas e opções de pacotes disponíveis no mercado e escolher aquela que melhor atenderá as suas necessidades.

Ao viajar, lembre-se de deixar o contrato do seguro à mão, impresso ou em meio eletrônico, como no smartphone.

O contrato servirá como comprovação para a imigração de países em que o seguro viagem é obrigatório.

Além disso, o documento conta com todas as orientações e contatos para o acionamento da seguradora.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

1 comentário

  • Marcus Vinícius says:

    Olá, adorei o esclarecimento, porém, não vou viajar para a Europa e sim passar por ela como conexão, vou para Baku em Azerbaijão, mas fiquei quase 3 horas esperando a conexão na França, sou obrigado a contratar esse seguro mesmo sendo somente uma conexão? Gostaria muito que me ajudassem com isso, obrigado pela atenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *