Como funciona o seguro para veículos off-road

| Autor: Jeniffer Elaina

Precisa de um seguro para veículos off-road, mas não sabe que cobertura contratar? Acompanhe o texto e descubra tudo sobre o assunto!

Imagine que você possui um veículo e utiliza-o no meio urbano. Ao realizar um seguro para ele, você buscará protegê-lo contra roubos, incêndios e acidentes. Um seguro para veículos off-road, porém, precisa lidar com situações bem diferentes, já que o tráfego do veículo irá para além das ruas e estradas.

Antes de tudo, é preciso explicar o que é um veículo off-road. Em tradução literal, um auto off-road é o ideal para “fora da estrada”. Ou seja, é aquele que funciona bastante bem para trilhas, estradas de terra, esportes de corrida e/ou em terrenos irregulares.

Não significa, no entanto, que esses veículos possam ser usados apenas fora da estrada. Na verdade, seu visual mais robusto, em carros, motos e caminhões, tende a chamar a atenção de muitos apaixonados por automotores. Tanto daqueles que desejam se aventurar em espaços irregulares, quanto dos que pretendem continuar apenas no espaço urbano.

Pense só: você, com certeza, já viu um jipe, SUV, ou mesmo uma picape andando por sua cidade. Um carro grande, em ótimo estado, e que parece nunca ter visto uma trilha. Bem, é porque, provavelmente, ele realmente nunca viu uma.

Como funciona o seguro para veiculos off-road

Veículo comum versus Veículo Off-Road

Visualmente, veículos “comuns” e off road são bastante diferentes. Afinal de contas, os segundos são bem mais robustos, altos. O que mais diferencia as opções, contudo, é a tecnologia associada a cada um.

Um carro off-road, por exemplo, sempre conta com ajustes de tração, suspensão e direção. As características visam facilitar a condução em terrenos mais difíceis, como trilhas, garantindo a segurança e a vida útil do veículo. Muitas das tecnologias associadas à opção ainda garantem a sua estabilidade e freios ainda mais potentes.

As características são bastante semelhantes aos caminhões off-road. Assim como às motocicletas, que também atraem bastante por seu visual. Com guidões largos e suspensões altas, as motos deste tipo são ideais tanto para trilhas, quanto para modalidades como o rali ou motocross. Também podem ser utilizadas normalmente nas cidades.

Como funciona o seguro para veículos off-road?

Na hora de definir o custo de um seguro, a empresa responsável considera diversos aspectos do off-road. A começar pelos riscos associados ao veículo, de acidentes a roubo. São considerados, ainda, a quilometragem do auto e o ano de fabricação.

O condutor do veículo também não escapa de uma avaliação. Uma seguradora sempre considera o tempo de habilitação do indivíduo, seu histórico de multas e acidentes, e até a sua idade. Geralmente, quanto mais velho o motorista, menor o custo com o seguro.

Contratar um seguro compreensivo costuma ser a opção mais procurada pelos usuários. Isso porque, ela é bastante completa, oferecendo cobertura contra roubo/furto, incêndio, danos a terceiros, colisão, assistência 24 horas e outros.

No entanto, não é incomum que as seguradoras neguem essa possibilidade de seguro para veículos off-road. Isso porque, elas consideram que essa proteção não é suficiente para um carro/moto/caminhão do tipo, já que o veículo sofrerá outros riscos durante o seu uso. Principalmente quando são utilizados para o trânsito fora do meio urbano.

Deste modo, é preciso considerar seguros específicos. São dois os principais, que podem ser associadas a outras coberturas, como contra incêndio e contra desastres naturais.

Seguro somente de terceiros para off-road

Quando contrata um seguro somente de terceiros, o usuário obtém proteção contra danos que o seu veículo causar a outras pessoas. Primeiro, contra danos materiais, como ao amassar a lataria de outro veículo. Danos de ordem corporal, como em um atropelamento, também ficam cobertos.

A principal vantagem dessa opção para off-road é que o consumidor não precisa quitar franquia caso precise acionar o seguro. A franquia é o valor pelo qual o usuário fica responsável no caso de um sinistro.

Imagine que o seu veículo sofra um acidente, e que o conserto dos estragos custe R$ 3 mil. Se o seu seguro tem franquia de R$ 1 mil, você será o responsável pelo pagamento deste valor à oficina. Já a seguradora pagará os R$ 2 mil restantes do sinistro.

É preciso destacar, porém, que um seguro a terceiros cobre apenas danos a terceiros. Os valores de conserto do veículo do segurado ficam por sua conta, ou então deverão ser cobertos por outro seguro associado, caso ele exista.

Já os valores pagos à vítima devem ficar dentro do limite estipulado na apólice do seguro para veículos off-road. Em todo o caso, o usuário pode sempre contar com assistência 24 horas. O recurso é interessante, principalmente, para quem costuma utilizar o veículo fora do meio urbano.

Seguro auto contra roubo para off-road

Outra opção de seguro bastante válida para um off-road é o seguro somente contra roubo e furto. Com a proteção, o consumidor obtém indenização integral sempre o carro não é recuperado. Assim, pode adquirir um novo veículo.

Nas situações em que o carro, moto ou caminhão é recuperado, a indenização é proporcional. Aqui, ela corresponderá apenas ao valor necessário para o conserto das avarias percebidas. A indenização integral é paga, mesmo com a recuperação do veículo, quando os danos ao bem são superiores a 75% do seu valor.

Demais coberturas de seguro off-road

Como citado, os seguros anteriores são os mais indicados para veículo off-road. Isso uma vez que os danos a terceiros e os roubos são os sinistros mais comuns a estes autos. Inclusive porque, a resistência de todo o veículo é enorme, e as avarias de um acidente, por vezes, nem aparecem — apenas no veículo do outro indivíduo.

De qualquer forma, é interessante considerar a associação dessas coberturas a outras, mais “simples”. Neste caso, é preciso que o motorista avalie as suas necessidades. O mercado de seguros oferece, entre outras, proteção contra incêndio ou explosão, danos causados por alagamento, raios, e para acessórios do veículo.

Quais os requisitos do seguro para moto off-road?

Todas as explicações sobre seguro para veículos off-road dadas até aqui funcionam tanto para carros, quanto para motos e caminhões. As motos, no entanto, contam com alguns pré-requisitos diferenciados, que merecem atenção.

De início, uma moto off-road precisa ter placa. Como muitas delas não são utilizadas nas cidades, os seus donos dispensam o emplacamento. Caso haja o desejo pelo seguro, porém, elas deverão ser devidamente registradas no Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

Ainda é necessário que toda a documentação do veículo esteja em dia. Inclusive com o pagamento de multas e qualquer outra pendência, como de IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores).

Normalmente, a motocicleta que também é utilizada no centro urbano tem seguro mais caro. Isso porque, suas chances de roubo são grandes, principalmente se comparadas às que são apenas utilizadas em trilhas e esportes.

Em todo o caso, é sempre possível negociar com a seguradora o seu seguro para veículos off-road. Lembre-se apenas de contar com uma empresa de confiança, e leia todas as cláusulas do contrato. Você deve concordar com cada condição, para que não tenha dores de cabeça no futuro.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *