Como funciona o seguro para carros recuperados?

24 de maio de 2018
Compartilhe em suas redes:

Muitas pessoas encontram em leilões e no comércio de carros recuperados uma oportunidade de terem seus carros. Mas, como funciona o seguro para carros recuperados? Descubra isso e mais alguns detalhes sobre o assunto aqui.

Talvez um dos maiores causadores de perda total nas seguradoras seja os casos de furto ou roubo. Apenas na cidade de São Paulo foram registrados 38,4 mil casos de roubo no ano de 2017.

Uma boa parte desses veículos é recuperada depois que o segurado é indenizado pela empresa, e para não ficar no prejuízo, as seguradoras costumam vender os veículos que estão em bom estado de conservação.

Normalmente, esses veículos são comprados por preços bem abaixo dos encontrados na tabela FIPE. Mas, para compensar a facilidade do custo, existe uma grande dificuldade para encontrar seguradoras dispostas a fornecer apólices para esses veículos. Veja a seguir como funciona o seguro para carros recuperados.

Como funciona o seguro para carros recuperados?

É possível fazer seguro para carros recuperados?

A resposta para essa pergunta é uma variável. Algumas seguradoras aceitam carros recuperados outras não. Além disso, são muitos os critérios avaliados para a contratação desse serviço.

Logo, a maneira mais simples de saber se uma determina empresa aceita ou não fazer seguro para carros recuperados e procurando um corretor e fazendo uma simulação. Veja alguns dos critérios utilizados pelas empresas na avaliação do carro recuperado:

  • O tipo do sinistro do qual o carro foi recuperado;
  • O estado de funcionamento do carro;
  • O perfil do futuro segurado;
  • Os índices de roubo na região residencial do cliente;
  • Os índices de roubo do modelo em questão;
  • Entre outros.

Esses e outros fatores serão decisivos na aceitação ou recusa do carro recuperado pela seguradora. Portanto, é importante que ao fazer a simulação todas as respostas sejam respondidas com o máximo de sinceridade.

Detalhes sobre o seguro para carros recuperados

Existem alguns detalhes que precisam ser mencionados quando falamos sobre seguro para carros recuperados:

  • Geralmente, quando uma empresa de seguro aceita um carro recuperado, a indenização fica em 70% do valor do veículo de acordo com a tabela FIPE;
  • Os veículos recuperados de sinistros de pequena monta, são aceitos com mais facilidade;
  • Já os veículos sinistrados com médias ou grandes montas, são mais difíceis de serem aceitos;
  • Aqueles veículos recuperados de financiamentos não pagos são muito bem recebidos pelas seguradoras;
  • É preciso fazer também uma vistoria para que a avaliação do seguro sobre a aceitação ou recusa do veículo seja completa.

Como funcionam as vistorias do seguro para carros recuperados?

Como mencionado aqui, além da simulação do seguro, as seguradoras irão solicitar uma vistoria do carro para então decidir se aceitam ou não o carro. Essa vistoria tem a função de avaliar cada detalhes do carro, lataria, numeração do chassi, pneus, estado do motor e acessórios.

O veículo sendo aprovado na vistoria, e o cliente, tendo o laudo cedido pelo Detran em mãos, não haverá motivos para o carro não ser aceito pelo seguro. Mas, lembre-se que você poderá pagar um valor bem mais alto do que se fosse um carro comum. Mas, isso não muda o fato de que ter um seguro auto é sempre a melhor decisão.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:


Compartilhe em suas redes:

4 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *