Seguro de vida pandemia: o que ele cobre ou não? Tire suas dúvidas!

O seguro de vida pandemia pode ser usado em caso de morte ou durante a recuperação do paciente.

Quando o Coronavírus chegou causou medo nas pessoas. Uma doença desconhecida poderia levar a internação e a morte.

Foram esses os motivos que causaram preocupação e fizeram as pessoas buscarem por um seguro de vida pandemia.

A preocupação era deixar os familiares amparados caso algo viesse acontecer por conta da Covid. Mas, será que havia cobertura para esse tipo de situação?

Para que não tenha mais nenhuma questão pendente, aproveite para tirar suas dúvidas.

Seguro de vida pandemia

Imagem: Getty Imagem

Seguro de vida pandemia cobre Coronavírus?

Isso depende. As apólices de seguro não tinham cobertura para situações de pandemia, isso era um risco excluído.

Muitas pessoas que contrataram o serviço no início da pandemia não se atentaram a esse ponto. Isso fez com que elas não tivessem a proteção.

Com a evolução da doença, muitas seguradoras passaram a revisar suas apólices. Como havia uma grande busca por cobertura contra o Coronavírus, esse foi abrangido por muitas empresas. A grande maioria das seguradoras já contempla essa situação.

Portanto, vale o que está previsto na apólice.

Quais coberturas posso ter no seguro?

O seguro de vida pode oferecer diversas coberturas. As mais comuns são mortes e incapacidade total ou parcial.

Além disso, é possível incluir diárias por incapacidade física. Ela pode ser usada se for necessário se afastar do trabalho por conta do Coronavírus. Nesse caso, a pessoa terá direito a receber um valor pelos dias parados.

Ainda pensando na pandemia, pode ser incluso diárias de internação para ajudar com as despesas médicas e hospitalares. A assistência funeral pode fazer parte do seguro de vida pandemia e ajudar com as despesas do velório e enterro.

Meu seguro não inclui pandemia, posso mudar?

Sim. As apólices costumam ter validade de um ano, após esse período é possível contratar um novo seguro. Nesse momento é possível verificar com a seguradora um produto que contemple os casos de pandemia.

Se desejar também pode contratar o serviço com outra seguradora, se a atual não tiver essa opção.

Para as apólices em vigência, é preciso negociar com a empresa a possibilidade de fazer um endosso e incluir a cobertura. Isso pode gerar uma diferença de valores.

Qualquer pessoa pode contratar o seguro de vida pandemia?

Em tese sim, mas na prática existem algumas restrições, principalmente quanto a idade. O seguro costuma ser comercializado para pessoas acima de 16 anos.

Quanto aos mais velhos é comum haver restrição quanto à idade máxima. Em torno dos 65 ou 70 anos começa a ficar difícil encontrar uma seguradora que aceite assumir os riscos já que eles são elevados.

Qual o valor da indenização?

Cada tipo de sinistro do seguro de vida pandemia possui um valor de indenização. Para morte será um, as diárias por incapacidade serão outro e assim por diante.

É possível que no momento da adesão haja opções de escolher diferentes valores de indenização. A escolha de valores e cobertura afeta diretamente o valor do prêmio.

Como cada seguradora trabalha com valores diferentes, a melhor opção é solicitar uma cotação para saber essa informação. No caso de já ter um seguro, basta verificar na apólice, pois, lá estará especificado.

Custa caro ter um seguro de vida pandemia?

Esse não costuma ser um dos serviços mais caros, pelo contrário ele pode caber no bolso. Os valores como dissemos variam conforme as coberturas e valores da indenização. Além disso, cada empresa aplica uma prática.

Existem os que são bastante acessíveis e custam cerca de R$ 15,00 ao mês. A cobertura não é muito abrangente, mas engloba situações de Covid.

Para quem busca um produto mais completo com diferentes vantagens e coberturas amplas, poderá ter de desembolsar valores bem mais elevados. A média mensal pode chegar a R$ 100,00 ou mais.

O seguro de vida pandemia é uma segurança para quem o contrata e para os familiares. Estar amparado é sempre bom, mas antes de aderir não se esqueça de ficar atento às informações da apólice.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *