O que o seguro auto não tem obrigação de cobrir?

Todos estão sempre em busca de informações sobre o que o seguro cobre ou o que ele é obrigado a atender. Mas se sua dúvida hoje é sobre o que o seguro auto não tem obrigação de cobrir, acompanhe este artigo.

Depois de comprar um carro, a coisa mais importante que deve ser feita é contratar um seguro de confiança.

Os índices de acidentes de trânsito, assim como os números de roubo e furto de veículos, crescem cada vez mais e a melhor maneira de evitar gastos extras ou prejuízos imensos é contanto com um seguro auto

Em caso de roubo, furto ou acidentes, o seguro cobre os danos e o motorista não precisa se preocupar.

No entanto, infelizmente, o seguro muitas vezes não cobre danos específicos, ou mesmo situações.

Mas não se preocupe, pois, tudo isso deve ser acordado na hora de fechar o valor da apólice, entre a seguradora e o dono do veículo.

Neste artigo mostraremos quais são os danos e situações em que o seguro auto não tem obrigação de cobrir os reparos do veículo, acompanhe.

O que o seguro auto não tem obrigação de cobrir?

Entenda como funcionam as situações não cobertas pelo seguro auto

Assim, como existem situações em que o seguro auto pode e deve ser acionado, existem aquelas em que ele não é obrigado a atender à solicitação do segurado. todas elas devem ser especificadas de maneira clara na apólice e, é preciso que o segurado esteja atento e ciente delas antes de assinar o contrato do serviço.

Preste atenção, pois, para escolher a apólice correta é necessário checar bem quais serão os benefícios.

Os pacotes mais comuns são aqueles que cobrem roubo, incêndio e colisão, apesar de terem um preço mais elevado.

Você pode escolher um pacote que cubra também danos causados pela natureza, como enchentes e queda de árvores.

Geralmente as seguradoras cobram uma cobertura adicional para esse tipo de caso, o que acaba encarecendo o preço, mas pode valer a pena.

Mas afinal, o que não o seguro não é obrigado a cobrir?

  1. Roubo ou furto de acessórios

Furto de acessórios de carro, como som ou DVD, geralmente não fazem parte da cobertura, mas você pode exigir por fora.

  1. Acidentes promovidos por imprudência do condutor

Sinistros causados por imprudência do motorista ou danos em viagens ao exterior também precisam de cobertura extra.

  1. Sinistros causados por questões sociais ou políticas

O seguro não tem obrigação de cobrir casos em que o carro seja danificado durante guerras, rebelião, tumultos sociais ou perturbações de ordem pública.

  1. Danos causados em situações ilegais

O estrago do veículo em competições de velocidade ou por excesso de lotação de passageiros também pode não ser coberto pela seguradora.

  1. Danos promovidos por água salgada

Danos causados ao motor ou outros componentes do veículo por causa de água salgada também não são cobertos, uma vez que, para que o veículo entre em contato com a água, é preciso que ele trafegue na areia, ou seja, em área não apropriada.

  1. Colisão causada por embriaguez

Se você dirigir alcoolizado e bater seu carro, esqueça a possibilidade de contar com o seguro.

Certamente, será constatado que você estava dirigindo sob efeito de entorpecente o que é proibido por lei.

Essas são apenas algumas das situações em que o seguro auto não tem obrigação de cobrir os prejuízos do segurado.

Casos em que você emprestou o carro e ele foi batido, ou que algum dano foi causado por um manobrista, de maneira geral também não são atendidos pelos seguros.

Então, não se esqueça de se atentar a esses detalhes antes de contratar sua cobertura de seguro.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

2 Comentários

  • Suelen says:

    Boa noite,

    Sou o terceiro e meu carro deu 75% de perca e a seguradora quer me oferecer um valor em dinheiro muito baixo que não paga nem o conserto, disseram que não encontram peças originais, eu não teria que receber o valor da tabela? Por favor, me responda.

    Obrigada

  • Bruno says:

    Excelente noticia !!

    O seguro realmente não tem obrigação de cobrir danos causados “guerras, rebelião, tumultos sociais ou perturbações de ordem pública. O estrago do veículo em competições de velocidade” se cobrisse seria uma bagunça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *