Como saber se um consórcio é confiável?

Com tantas fraudes, fica difícil saber se um consórcio é confiável. Entretanto, essa não é uma tarefa impossível e qualquer pessoa pode fazer a checagem.

O consórcio ainda não é um produto tão utilizado pelos brasileiros. Isso pode ser por conta do desconhecimento e medo de cair em uma armadilha.

Conhecendo melhor seu funcionamento é possível saber se um consórcio é confiável e assim contratar sem preocupações.

Para isso, é preciso ter atenção em muitos pontos. Um descuido ou falta de busca de informações pode resultar em preocupações no futuro.

A boa notícia, é que no mercado existem muitas empresas de consórcios renomadas e sérias. Elas vêm realizando um bom trabalho e ajudando pessoas a adquirirem seus bens.

Se está pensando em contratar um consórcio, saiba o que analisar antes de assinar um contrato.

Como saber se um consórcio é confiável?

Imagem: Getty Images

Pesquise sobre a administradora para saber se um consórcio é confiável

O primeiro passo é pesquisar sobre a administradora de benefícios. Essa é a empresa que fará a gestão do consórcio, vai administrar o seu dinheiro e conceder a carta de crédito.

Antes de mais nada se certifique que a empresa é autorizada a oferecer esse tipo de serviço. O Banco Central é que fiscaliza os consórcios no Brasil.

No site é possível verificar sobre a empresa, se ela está autorizada a atuar. Na opção “consórcio e administradoras” se está tudo certo.

Se a empresa não constar na lista nem dê prosseguimento a sua pesquisa. Estando tudo regular, então é hora de fazer outras verificações.

Pesquise em órgãos como o Procon ou outros de reclamação para saber se existem muitas reclamações. Se for esse o caso, pode ser bom pesquisar outra empresa.

Se a posição dos consumidores demonstrarem satisfação é um bom sinal. Nesse caso, pode colocar essa administradora como opção.

Veja a transparência durante as negociações

Para saber se um consórcio é confiável ela deve ser transparente a todo momento.

As informações precisam ser claras, sem que deixem nenhum tipo de dúvida. O vendedor precisa estar disposto a ajudar a esclarecer qualquer questão.

Se surgir alguma história que parece duvidosa ou se for dito que é possível “dar um jeitinho” é indício de que algo está errado.

Fique atento aos detalhes e preste atenção em tudo. Se parecer que algo não é transparente é melhor parar a negociação.

Prefira empresas conhecidas

Optar por empresas conhecidas não significa tirar a oportunidade das novas, mas ter mais tranquilidade para adquirir o seu serviço.

As que estão estabelecidas no mercado e contam com boa reputação devem ser as preferidas. Se já teve experiência positiva com uma delas, mais um motivo para apostar.

Outra verificação que pode fazer é conferir com conhecidos. Veja se algum já contratou um consórcio e o que tem a dizer sobre a organização.

Fazendo isso é possível evitar cair em armadilhas de faltas administrativas.

Analise os produtos ofertados

As administradoras não vendem cartas de crédito contempladas. O que elas comercializam é o consórcio que permite que a pessoa seja contemplada por meio de sorteios e lances.

Se a administradora estiver vendendo as cotas já contempladas é indicativo de que algo está errado.

Entretanto, pessoas contempladas podem vender a sua carta de crédito. Nesse caso vale ressaltar que o consorciado é quem faz a venda. Se a situação for essa tudo bem, até certo ponto.

Você irá adquirir a carta contemplada, pagar um valor por ela e possivelmente assumir as parcelas restantes do consórcio. Nesse caso, veja com a administradora se a oferta é real, se existe mesmo essa pessoa como cliente e quais são os trâmites.

Fala todas as etapas como se estivesse adquirindo um novo consórcio, não esquecendo nenhuma análise.

Leia o contrato

O mais comum de ser ver é o vendedor explicar as regras do consórcio e a pessoa assinar o contrato sem ler. Esse é um dos maiores erros que se pode cometer.

Tem como saber se um consórcio é confiável quando ele indica que o contrato seja lido. No documento estão especificadas as parcelas, valores, reajustes que são aplicados, taxas de administração, regras de contemplação e outros.

Tudo o que precisa saber está escrito no contrato. Ler o documento pode ajudar a sanar dúvidas e até mesmo encontrar divergências de informação. O que vale é o que está no documento não o que foi dito.

Somente após entender todos os pontos que foram colocados é que deve assinar. Se não concordar com algo ainda terá tempo de desistir antes da assinatura.

Uma pesquisa e análise cuidadosa permitem saber se um consórcio é confiável. Dessa forma terá segurança para contratar o serviço e se programar para ter o seu bem no futuro sem pagar juros altos.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.