Tabela de preços do plano de saúde em São Paulo

Confira os valores da tabela de preços do plano de saúde em São Paulo e descubra o investimento necessário para se cuidar melhor. 

Quem está pensando em contratar um plano de saúde, precisa verificar as coberturas e os valores antes de fazer a adesão. 

A tabela de preços do plano de saúde em São Paulo é uma das maneiras de conseguir isso, mas, quando se faz a pesquisa é comum que surjam algumas dúvidas. Afinal, na tabela não se tem todas as informações sobre o que cada assistência oferece. 

Para que não fique com dúvidas, veja o que é preciso observar.

Tabela de preços do plano de saúde em São Paulo

Imagem de Bruno /Germany por Pixabay

Coberturas ofertadas

As coberturas são o que permitirá que tenha acesso aos serviços ofertados pelas operadoras de saúde. Elas normalmente são definidas pela segmentação assistencial.

O plano ambulatorial permite que os beneficiários se consulte com médicos, façam exames e sejam atendidos em regime de urgência e emergência.

Já o plano hospitalar visa garantir os cuidados dentro de um hospital, por isso disponibiliza internações, cirurgias e todos os exames e consultas que forem necessárias durante o período de internação. 

O plano referência é o mais procurado porque permite que se tenha acesso a cuidados ambulatoriais e hospitalares em um único serviço.

A saber, os planos que possuem atendimento hospitalar podem ser contratados sem ou com obstetrícia, isso servirá para definir se existe ou não cobertura para o parto.

OPERADORA PLANO AMBULATORIAL REFERÊNCIA VALOR
Ameno Saúde Ambulatorial X   R$ 81.04
Ameno Saúde Global QC   X R$ 122.60

Modalidade de pagamento

O pagamento está relacionado com os valores que serão pagos. Isso porque é possível escolher como a mensalidade funcionará.

Para quem busca um valor fixo e que não quer que ele varie, pode optar pelos planos em coparticipação. Assim não importa a quantidade de consultas, exames e internações, o preço será sempre o mesmo.

Já quem busca economizar e usa pouco o plano, pode optar por um que seja coparticipativo. Nesse caso as mensalidades serão mais baixas, porém, haverá um ata sempre que um procedimento for utilizado.

OPERADORA PLANO COPARTICIPATIVO SEM COPARTICIPAÇÃO VALOR
AtiVia Saúde Ideal QC X   R$ 128.52
AtiVia Saúde Ideal QC   X R$ 155.75
PlanSaúde Plansaúde Participativo RMC QC X   R$ 156.00
PlanSaúde Plansaúde Individual RMC QC   X R$ 210.60
Hospital Samaritano PHS QP X   R$ 194.96
Hospital Samaritano PHS QP   X R$ 262.16

Forma de contratação

A maneira como o plano é contratado por afetar nos seus valores. Quem opta pelo plano individual ou familiar tende a pagar mais pelo serviço já que ele é disponibilizado para uma quantidade menor de vidas. Mas, tem a vantagem de poder ser contratado por quaisquer pessoas, pois, exige apenas o CPF.

Os planos empresariais ou coletivos são destinados a empresas, sindicatos e associações. Nesse caso os associados a eles ou trabalhadores podem fazer a adesão a um serviço que conste na tabela de preços do plano de saúde em São Paulo.

Como eles possuem mais vidas vinculadas acabam tendo um valor mais acessível. Porém, necessitam do CNPJ de uma organização para que sejam disponibilizados.

OPERADORA PLANO PF PJ VALOR
AACL Classes Laboriosas AACL 200 INT QC X   R$ 122.82
AACL Classes Laboriosas AACL 200 INT QC   X R$ 89.37
BioSaúde Básico QC X   R$ 150.15
BioSaúde Básico QC   X R$ 89.36
Medical Health Saúde 200 QC X   R$ 158.56
Medical Health Saúde Essencial QC    X R$ 79.57
NotreDame Intermédica Notrelife 50+ QC X   R$ 499.39
NotreDame Intermédica Smart 300 QC   X R$ 592.17 
São Cristóvão Saúde São Cristóvão SP QC X   R$ 163.89
São Cristóvão Saúde Empresarial SP E QC   X R$ 99.98
Unimed Guarulhos Regional QC X   R$ 319.01
Unimed Guarulhos Regional Básico QC   X R$ 152.69
Unimed Taubaté Vale QC X   R$ 144.96
Unimed Taubaté Participativo QC    X R$ 129.46

Faixa etária

A idade do beneficiário é outro fator que influenciará na tabela de preços do plano de saúde em São Paulo. Isso porque a ANS e operadoras entendem que pessoas mais jovens necessitam de menos idas ao médico e cuidados com a saúde, já os que possuem mais idade necessitarão de um acompanhamento médico mais intensivo.

Isso faz com que pessoas com idade de 0 a 18 anos sejam as que possuem os valores mais acessíveis no serviço de assistência médica, independentemente da forma como esse foi contratado. 

Já os mais velhos tendem a pagar mais, como a última faixa etária que permite reajuste por idade é a de 59 anos ou +, quem a atingiu não sofrerá mais reajustes por esse fator.

OPERADORA PLANO 0 A 18 ANOS 59 ANOS OU +
Climed Saúde Referência QC R$ 296.00  
Climed Saúde Referência QC   R$ 1765.00
PlanSaúde Plansaúde Ideal QC R$ 70.00  
PlanSaúde Plansaúde Ideal QC   R$ 421.82
São Miguel Saúde São Paulo Plus QC R$ 122.50  
São Miguel Saúde São Paulo Plus QC   R$ 693.00
Saúde Beneficência Agile QC R$ 155.82  
Saúde Beneficência Agile QC   R$ 918.27

Rede credenciada e área de abrangência 

A rede credenciada corresponde aos locais que são atendidos pelo plano de saúde em São Paulo, nesse caso se inclui clínicas, consultórios médicos, laboratórios e hospitais. 

O atendimento pode ser feito tanto na rede própria da operadora como na credenciada, sendo que quanto maior o número de estabelecimentos disponíveis, mais caro tende a ser o plano.

Outro ponto a observar é a área de abrangência, nesse caso as cidades que são atendidas. Estamos falando dos planos no estado de São Paulo, porém, eles podem atendem apenas a um grupo de municípios, o estado todo ou em todo o território nacional. Quanto mais abrangente ele for, mais elevado será o seu valor. 

Tabela de preços do plano de saúde em São Paulo

Imagem: Getty

Carência

A carência não costuma influenciar nos valores, mas servem para indicar quando o beneficiário poderá utilizar o serviço que está sendo contratado. Na tabela de preços do plano de saúde em São Paulo que disponibiliza informações completas, pode ser fácil encontrar essa informação.

Entretanto, em algumas situações a operadora permite que o beneficiário compre a carência, ou seja, pague um valor a mais para que se tenha acesso aos serviços mais rapidamente. Isso costuma ser utilizado em casos de doenças pré-existentes.

Como a negociação é feita diretamente com o beneficiário, não é comum encontrarmos os valores disponíveis sem que seja feita uma cotação.

Agora que já sabe o que é preciso verificar na tabela de preços do plano de saúde em São Paulo, pode começar a pesquisar a sua assistência médica ciente do que influencia nos valores.

** Nos planos que não apresentam faixa etária foram consideradas as idades de 0 a 18 anos na modalidade individual. 

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *