Por que seguro de carro é caro no Brasil?

O Brasil é o segundo país no mundo com o seguro auto mais caro, ficando atrás apenas de Hong Kong. Acompanhe esse artigo e descubra porque o seguro de carro é caro no Brasil.

De acordo com especialistas da área, o seguro de carro é caro no Brasil, um dos mais altos do mundo, ficando atrás apenas dos preços praticados em Hong Kong. Eles alegam que existem muitos motivos que levam a esse preço mais alto, mas, os principais fatores, além da mão de obra de custo elevado, são os índices de sinistralidade registrados.

Não é à-toa que apenas 30% da frota de veículos do país são segurados. E dessa porcentagem, aproximadamente 80% são de veículos novos, com menos de 5 anos. Isso porque, quanto mais antigo é o carro, mais caro sai o seguro. Acompanhe esse artigo e entenda um pouco melhor como funciona esse mercado no país e, porque o seguro de carro é caro no Brasil.Por que seguro de carro é caro no Brasil?

Entenda porque o seguro de carro é caro no Brasil

São muitos os fatores considerados na hora de calcular o preço do seguro de carro, alguns são relacionados diretamente ao perfil do motorista, outros consideram fatores externos como os índices de sinistralidades, por exemplo.

No Brasil, um motorista chega a pagar até US$ 2.400 por ano em seguro, e apesar de as empresas alegarem que a variedade de produtos oferecidos aumenta os preços competitivos e estimulam a concorrência. Para muitas pessoas os valores disponíveis ainda são impraticáveis.

Fatores externos que influenciam no preço do seguro

Um dos principais fatores que fazem o seguro ser tão caro são os índices de sinistros registrados anualmente. Apenas no primeiro semestre do ano de 2017, foram registrados pelas sociedades seguradoras,

Além disso, o seguro de carro é caro no Brasil devido o valor da mão de obra de oficinas e profissionais do setor, que está cada vez mais alta. Esses profissionais alegam que os veículos estão ficando cada vez mais complexos devido às tecnologias utilizadas em suas produções.

As seguradoras não acham interessante que o valor do seguro seja alto, elas entendem que isso faz com que as pessoas acabem deixando de contratá-lo. No entanto, elas dizem que, salvo o período entre os anos de 2008 e 2011, onde houve uma redução considerável dos custos, está cada vez mais complicado manter os preços acessíveis.

Fatores variáveis que influenciam no preço do seguro

O perfil do condutor é o principal fator responsável pelo alto custo do seguro de automóvel. Além de serem considerados o modelo do veículo e ano de fabricação, o que influencia diretamente na facilidade de encontrar peças de reposição no mercado.

O sexo, idade, estado civil, CEP residencial, hábitos de uso do veículo, regiões por onde ele circula e a existência de estacionamentos seguros ou não, também fazem muita diferença na hora de calcular o preço de uma apólice de seguros. Entenda porque o seguro de carro é caro no Brasil, com base em cada um desses pontos:

  1. Sexo do motorista

De acordo com inúmeras pesquisas já realizadas, mulheres são muito mais atenciosas em relação às condições de trânsito, além de serem mais respeitosas com as leis e cuidadosas com o veículo. Por essa razão, o seguro de carro é mais barato para mulheres do que para homens.

  1. Idade do condutor

Motoristas com menos de 25 anos, também pagam mais caro no seguro. Isso acontece porque, além deles serem menos experientes no volante, eles também fazem parte do maior grupo de risco de acidentes de trânsito. Motoristas com mais CNH com mais de 5 anos, costumam ser mais responsáveis no trânsito, e acabam se envolvendo menos em colisões e outros acidentes devido à experiência. Por isso, quanto maior for o tempo da carteira de motorista, menor será o valor do seguro.

  1. Estado civil

Conforme estudos realizados, condutores solteiros são menos cuidadosos que os casados no trânsito. Por essa razão, pessoas solteiras, separadas, divorciadas ou viúvas, acabam pagando um valor mais alto de seguro. As seguradoras cobram valores menores de condutores casados, por acreditar que esses são mais conscientes na direção, devido suas responsabilidades com a família, cônjuges e filhos.

  1. CEP residencial do condutor

Esse também é um dos motivos pelo qual o seguro de carro é caro no Brasil. Quando o CEP residencial do segurado é informado a empresa de seguros, eles verificam a incidência de roubos na região, assim como os índices de colisão e outras questões que podem causar danos ao veículo.

  1. Hábitos de uso do veículo

Quanto mais o veículo é usado, maior será o valor do seguro. Isso acontece porque carros que são usados com frequência, como os utilizados diariamente para ir ao trabalho ou estudos, estão mais expostos a acidentes e roubos ou furtos que aqueles que utilizados esporadicamente, apenas aos finais de semana ou para ir às compras, etc.

  1. Rotina profissional do condutor

Algumas profissões são muito estressantes, e podem acabar influenciando os motoristas a dirigirem com raiva em determinadas situações, estando assim mais propensos a se envolverem em colisões no trânsito. Profissões que exigem da pessoa muitas ou longas viagens também tornam o valor do seguro de carro mais caro.

O seguro de carro é caro no Brasil, e fugir desse preço alto pode acabar sendo inevitável em algumas situações. No entanto, saber que se pode contar com uma proteção para seu patrimônio e todas as facilidades que os serviços de seguro envolvem, fazem valer a pena o alto custo.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Compartilhe em suas redes:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *