O que é o seguro obrigatório? Entenda quais seguros você deve ter

Descubra o que é o seguro obrigatório, como garantir que ele está ativo e quais outras proteções são importantes para o carro.

Quem tem carro precisa arcar com algumas obrigações como manter a documentação em dia e pagar o seguro.

Muita gente entende que esse é um serviço opcional, mas, então, o que é o seguro obrigatório? Proteger o veículo não cabe ao motorista?

Essas dúvidas são bastante comuns quando se pensa no seguro de automóvel tradicional, aquele em que existe cobertura contra roubo, furto e colisão e se contrata junto as seguradoras.

Nesse caso não estamos nos referindo a ela, mas ao DPVAT (Danos Pessoais por Veículos Automotores Terrestres). A relação de que se trata de um seguro nem sempre é feita por não levar esse nome e ser conhecido apenas por sua sigla.

O que é o seguro obrigatório? Entenda quais seguros você deve ter

Imagem: Getty Images

O que é o seguro obrigatório?

Para que não fique mais dúvidas, saiba o que é o seguro obrigatório.

Esse é um seguro que todos os proprietários de veículos devem pagar anualmente junto com a primeira parcela do IPVA ou com a cota única.

Ele foi criado em 1974, com o intuito de indenizar vítimas de acidentes de trânsito e se tornou um instrumento de proteção social.

Atualmente, é administrado pela Seguradora Líder que recolhe os valores e também realizada o pagamento das indenizações.

Dos valores arrecadados nem tudo é usado para pagamento das indenizações. A divisão é feita da seguinte maneira: 45% é repassado ao Ministério da Saúde para custear o atendimento médico-hospitalar de vítimas de acidentes de trânsito, 5% vai para programas de prevenção de acidentes no trânsito e 50% é para pagar as indenizações.

Quem pode receber a indenização do DPVAT?

O seguro obrigatório tem o intuito de indenizar as vítimas de acidentes de trânsito, independentemente de quem tenha sido o causador.

Isso quer dizer que o motorista, passageiros dos veículo e pedestres têm direito a receber a indenização quando ocorre um acidente.

Vale ressaltar que o proprietário do veículo é responsável pelo pagamento do DPVAT anualmente e, no caso desse não estar quitado, ele perde o direito a indenização.

Quais as coberturas do seguro obrigatório?

Sabendo o que é o seguro obrigatório, compreender as suas coberturas fica mais fácil. Elas são voltadas para atender prejuízos relacionadas as pessoas.

Elas são bastante restritivas e incluem morte, invalidez permanente total ou parcial e reembolso de despesas de assistência médica e suplementares (DAMS) decorrentes do acidente.

Quais seguros um carro deve ter?

Depois de saber o que é o seguro obrigatório e que todo carro deve ter, é preciso pensar também na proteção do veículo.

O DPVAT não cobre nenhum dano que ocorra com o carro em um acidente, mas, se os motoristas não quiserem ter prejuízo nessa e outra situações podem contar com um seguro de carro tradicional.

O que é o seguro auto tradicional?

O seguro auto é opcional e pode ser contratado junto as seguradoras vinculadas a SUSEP.

Nesse caso o proprietário do veículo faz a contratação das coberturas com as quais deseja proteger o carro, sendo as mais comuns roubo, furto e colisão. É possível adicionar coberturas extras como proteção para os vidros, faróis, acessórios, danos contra terceiros, danos morais e muitas outras.

É comum que seja incluso o serviço de assistência 24 horas, que disponibiliza guincho, socorro mecânico e elétrico, chaveiro e outros.

De acordo com o perfil do segurado e serviços contratados será estabelecido um valor, sendo que desse deve ser pago para que a pessoa possa usufruir dos benefícios.

No caso de haver um sinistro, ou seja, um dano ao carro, o seguro pode ser acionado e assim cobre as despesas. No caso de dano parcial, a seguradora arca com os custos do reparo, mas o segurado deverá pagar uma franquia que seria uma valor de coparticipação.

Se o dano for total, quando ocorre a perda do carro, a indenização é paga conforme previsto em contratação sem que haja custos adicionais ao segurado.

Vale ressaltar que o seguro costuma possui validade de um ano, após esse período, para permanecer coberto é necessário fazer uma nova cotação e renovar o serviço.

Você já sabe o que é o seguro obrigatório e que todos os motoristas devem pagá-lo no início do ano. Esse tem a intenção de indenizar as pessoas.

Já o seguro auto tradicional visa proteger o veículo e indenizar o segurado se houver alguns sinistros. Entretanto, ele também pode oferecer indenizações para as pessoas como danos morais e materiais.

Apesar desse segundo caso ser opcional, é importante que se tenha ele se não quiser sofrer com perdas financeiras.

Quando pensar em que quais seguros é preciso ter, considere o que é o seguro obrigatório e que esse é indispensável e o seguro auto tradicional que garante tranquilidade e ampara em outras situações.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *