Gasolina ou etanol? Saiba como fazer as contas e ver o que compensa mais

Compartilhe em suas redes:

Quem possui um carro bicombustível, o famoso Flex, constantemente se encontra com uma dúvida: abasteço com gasolina ou etanol? Neste artigo mostraremos qual combustível é mais proveitoso e como calcular o melhor para seu caso.

Depois da greve dos caminhoneiros, no primeiro semestre de 2018, toda a economia do país foi afeta, em especial os combustíveis veiculares, que desde então sofreram constantes alterações nos preços. Tornando uma dúvida, que sempre foi frequente para quem possui carro bicombustível, ainda mais importante, “Devo encher o tanque com gasolina ou etanol?”.

Apesar de a dúvida sobre o abastecimento com gasolina ou etanol ser constante, conforme um recente levantamento, durante o segundo semestre deste ano, o abastecimento com etanol será mais vantajoso que com a gasolina. Visto que, a maior parte da cana-de-açúcar produzida no começo do ano foi destinada à produção de etanol hidratado e, com o aumento do uso deste combustível no país a importação da gasolina tende a ser inibida.

Entenda melhor o assunto neste artigo e aprenda como calcular qual combustível é mais proveitoso na hora de abastecer, gasolina ou etanol?

Gasolina ou etanol? Saiba como fazer as contas e ver o que compensa mais

O que é mais proveitoso, gasolina ou etanol?

Uma questão recorrente para pessoas que possuem veículos com motores bicombustíveis é a escolha entre gasolina ou etanol na hora de abastecer. Todos sabem que o etanol possui um preço bem menor que a gasolina na maior parte dos postos de combustível pelo Brasil, mas, estas mesmas pessoas também sabem que os carros rendem muito melhor quando abastecidos com gasolina.

Exatamente por isso, essa dúvida é tão recorrente. Esses motoristas são sempre aconselhados a fazer um cálculo simples para saber qual compensa na hora de abastecer, no entanto, apenas calcular os valores dos combustíveis não é o suficiente. É preciso que se considere também o quanto seu carro consome e como ele se comporta com cada uma das opções de combustível, além de considerar o mercado relacionado à eles.

Um levantamento realizado recentemente, mostra que o etanol teve um aumento de 29% na produção neste ano em comparação com o anterior. Este aumento na produção do combustível, além de inibir a importação da gasolina, faz com que a oferta do etanol aumente, melhorando consequentemente seu custo final ao consumidor.

Como fazer o cálculo para decidir entre gasolina ou etanol?

Isso não muda o fato de que, fazer o cálculo para descobrir qual combustível é mais proveitoso ainda é o caminho mais assertivo para escolher bem entre gasolina ou etanol e abastecer de maneira inteligente.

A ANP – Agência Nacional de Petróleo, afirma que, para que o encher o tanque com etanol seja de fato vantajoso, é preciso que um cálculo simples seja feito e que seu resultado, seja no até 0,7, ou seja, é preciso que o custo do etanol seja no máximo, 70% do preço da gasolina.

Para realizar este cálculo é simples, basta que, ao chegar no posto de combustível o valor do etanol seja dividido pelo da gasolina. Caso o resultado seja superior a 0,7 (70%), será mais proveitoso abastecer com gasolina, se for igual ou menor a 0,7 compensará mais abastecer com etanol. Veja o exemplo a seguir, onde mostraremos dois exemplos com valores fictícios para que seja mais simples o entendimento:

 

(Exemplos tem que ser inseridos, não consegui copiar)

 

No exemplo 01, abastecer com etanol é muito mais interessante do que com a gasolina. Já no exemplo 02, o abastecimento com o combustível a base de petróleo é muito mais vantajoso que o a base de cana-de-açúcar.

Outros fatores a serem considerados na escolha entre gasolina ou etanol?

Além do cálculo e de considerar o mercado em relação à produção e/ou importação dos combustíveis, é preciso que outros fatores importantes sejam levados em conta. O consumo do veículo, a maneira como ele é guiado e detalhes relacionados a sua regulagem são fatores que precisam ser considerados também.

Por isso, é fundamental que o motorista conheça bem seu veículo, alguns carros andam mais quilômetros quando abastecidos com etanol ao invés de gasolina. A maneira como se conduz o veículo também influencia no consumo, hábitos como:

  • Trocar a marcha no tempo errado;
  • Acelerar o carro desnecessariamente;
  • Transportar muito peso;
  • Promover freadas bruscas;
  • Manter o carro em ponto morto em descidas;
  • Dirigir com os pneus não calibrados corretamente;
  • Usar constantemente o ar-condicionado;
  • Circular com o veículo desalinhado.

São alguns dos hábitos de condução, manutenção e uso do veículo, que fazem com que o consumo do combustível seja maior. Portanto, lembre-se sempre de considerar tais situações, além dos valores dos combustíveis e da oferta de mercado.

Como saber o comportamento do veículo com gasolina ou etanol?

Para descobrir se seu carro roda mais com gasolina ou etanol, é possível aplicar um teste simples. Abasteça seu veículo até que o tanque fique completamente cheio, marque a quilometragem inicial e, quando o combustível acabar, marque a quilometragem atual.

Depois basta subtrair o valor inicial da quilometragem do atual, ao fazer isso, você chegará ao número de quilômetros rodados com um tanque de combustível. Divida esse resultado pela quantidade de litros abastecida e você terá a quilometragem por litro do seu veículo. Faça esse procedimento tanto com a gasolina como com o etanol, e depois compare os valores.

Veja a seguir como este cálculo pode ser feito e a comparação final dos dois desempenhos. Lembrando que os valores usados são todos fictícios:

Teste de consumo com a gasolina: chegando no posto de combustível, você anotou a quilometragem inicial 32.841. Encheu o tanque do seu carro, que possui 45 litros de capacidade e rodou até que o combustível acabasse, chegando a uma quilometragem final de 33.528. Para saber a km/l feita pelo seu veículo ao ser abastecido com gasolina basta aplicar o cálculo a seguir:

 

(Exemplos tem que ser inseridos, não consegui copiar)

 

Teste de consumo com etanol: o mesmo método e fórmula se aplicam para fazer o teste com o etanol. Desta vez, sua quilometragem inicial é de 33.528, e após rodar até que todo os 45 litros de etanol abastecidos chegassem ao fim, você registrou a quilometragem final de 34.016. Utilizando a mesma fórmula mostrada anteriormente seu cálculo deverá ser de:

Combustível utilizado Quantidade abastecida (L) Km inicial Km final Km Rodados Quilômetros por Litro (Km/l)
Gasolina 45 litros 32.841 33.528 687 15,26 km/l
Etanol 45 litros 33.528 34.016 488 10,84 km/l

Ou seja, neste exemplo, o carro possui um desempenho muito melhor quando abastecido com gasolina, já que ao ser abastecido com o combustível a base de petróleo ele rodou 199 km a mais do que quando abastecido com o combustível a base de cana-de-açúcar, fazendo 4,42 km/l a mais.

Agora que já sabe como realizar o cálculo do consumo do seu veículo e a importância de estar atento a todas as questões mostradas neste artigo, certamente conseguirá fazer a escolha mais assertiva em relação à gasolina ou etanol.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:


Compartilhe em suas redes:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *