Como funciona um consórcio para cirurgia plástica

O consórcio para cirurgia plástica é uma opção para pagar pelo procedimento sem que haja incidência de juros.

Fazer uma cirurgia estética para melhorar alguma coisa no corpo que não agrada pode ser caro, por isso, foi criado o consórcio para cirurgia plástica que visa tornar esse procedimento mais acessível.

Ela não oferece o procedimento médico em sim, mas permite que se tenha recursos financeiros para realizá-lo sem precisar pagar pelo valor à vista.

Como funciona um consórcio para cirurgia plástica

Imagem: Getty Images

Como funciona o consórcio para cirurgia plástica?

O consórcio é administrado por uma empresa que reúne um grupo de pessoas com o mesmo interesse, nesse caso fazer a intervenção cirúrgica.

Essas pessoas todos os meses precisam pagar o valor correspondente a uma cota.

Esse dinheiro que vai sendo reunido é usado para disponibilizar a carta de crédito, um documento que permite a pessoa de fazer a cirurgia e pagar com ele.

Essa carta é entregue ao médico ou local como uma garantia de pagamento e depois a administradora do consórcio troca a carta pelo dinheiro.

Para ter acesso à carta de crédito é preciso ser contemplado, e isso pode ocorrer de duas maneiras.

Por meio de sorteios mensais durante toda a vigência do consórcio ou por lance.

Nesse segundo caso a pessoa oferece um valor a mais, se ele for o lance mais alto do mês é possível ter acesso à carta.

Depois de ser contemplado é preciso continuar pagando?

Sim. A contemplação não tira a responsabilidade de pagar o consórcio, ela apenas antecipa a possibilidade de compra.

No caso de haver inadimplência, se a carta ainda não tiver sido utilizada pode ficar suspensa e a pessoa corre o risco de ter o nome negativado.

A carta de crédito do consórcio para cirurgia plástica pode ser usada para que?

Isso dependerá do que cada administrado disponibiliza.

Uma carta para cirurgia costuma cobrir as despesas médicas do cirurgião anestesista, equipe de enfermagem, local de internação e outros que estejam relacionados ao procedimento.

Já outras empresas oferecem uma carta válida para diferentes serviços, dessa forma se mudar de ideia e decidir usar a carta para outro procedimento será permitido.

É necessário verificar o contrato de cada administrador para saber o que oferece e como funciona o que é ofertado por ela.

O que acontece se a carta tiver um valor diferente da cirurgia?

Se a carta tiver um valor menor do que o custo total da cirurgia é possível usá-la para pagar parte do valor devido e o restante ficará sendo de responsabilidade de quem contratou o serviço.

No caso do valor da carta ser maior, ele poderá ser usado para quitar outros custos desde que acordado em contrato como compra de equipamentos pós cirúrgicos como cintas e outros.

Tipos de cirurgia que o consórcio cobre

Existem diferentes cirurgias plásticas que podem ser cobertas pelo consórcio, entre elas:

Consórcio para silicone

Permite colocar silicone para levantar ou aumentar os seios. O silicone também pode ser usado em outras partes do corpo como panturrilhas e braços.

Consórcio para cirurgia de nariz

É possível alterar o formato do nariz para que ele harmonize melhor com o rosto ou agrade o paciente.

Consórcio de lipoaspiração

Ela serve para retirar o excesso de gordura, normalmente que se acumula na barriga.

Consórcio de abdominoplastia

Ajuda a retirar o excesso de pele da barriga, muitas vezes resultante de um processo de emagrecimento rápido.

Consórcio de plástica nos olhos

Usado para retirar o pé de galinha ou para levar os olhos e dar um olhar mais atrativo.

Consórcio para cirurgia na orelha

Pode ser usado para tratar problemas como a “orelha de abano” ou fazer outras intervenções que visem melhorar a estética.

Quais as vantagens do consórcio?

O consórcio pode ser vantajoso quando comparado com um financiamento ou o pagamento à vista, dentre os pontos que se destacam está:

  • Não existe a cobrança de juros o que faz com que o valor total pago diminua;
  • É possível escolher um grupo com duração adequada às suas necessidades, assim como valor das parcelas;
  • A contemplação pode ocorrer logo no começo do consórcio;
  • Possibilidade de conseguir um valor menor pela cirurgia plástica, pois, terá o valor em mãos para pagar por ela;
  • Possibilidade de antecipar a contemplação com um lance.

Um consórcio para cirurgia plástica pode ser uma maneira de realizar o sonho da cirurgia e não precisar gastar muito com isso.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *