Como fazer um seguro de moto por cooperativa

Entenda como funciona o seguro de moto por cooperativa, veja se vale a pena optar por ele e como fazer para adquirir o seu.

Para proteger a sua moto, a melhor indicação é contratar um seguro, entretanto, esse pode ter um custo um pouco elevado que acaba afastando as pessoas.

Uma alternativa para tentar economizar é fazer um seguro de moto por cooperativa, porém, apesar de levar esse nome, não se trata exatamente de um seguro. Entenda um pouco mais sobre o assunto e veja como contratar essa proteção.

Como fazer um seguro de moto por cooperativa

Imagem: Getty Images

O que é o seguro de moto por cooperativa?

Usar o nome de seguro de moto por cooperativa não é certo porque o seguro é um produto regulamentado pela SUSEP e que segue algumas regras. Por isso, no mercado é bastante comum encontrar com o nome de proteção veicular.

Como ele não segue as regras específicas, não tem um acompanhamento técnico e também não há um setor que o regule, o seguro de moto por cooperativa é na verdade um grupo de pessoas associadas que se unem para formar um fundo monetário que pode ser administrado por alguma empresa.

As pessoas devem pagar uma taxa mensal para assegurar a reparação dos danos nas motos dos associados.

Dessa forma, se alguém tiver um problema de sinistro com a moto, o valor para pagar a indenização é retirado desse fundo e assim a pessoa recebe os valores.

Em relação as coberturas, elas são praticamente as mesmas de um seguro de moto: protegem contra roubo, furto, incêndio, colisão e outros. Os serviços de assistência 24 horas também são bastante comuns.

Vantagens do seguro de moto por cooperativa

Existem algumas vantagens em optar pela proteção da motos ao invés do seguro. Veja algumas delas.

  • Os valores mensais podem ser bem menores do que os cobrados pelos seguros tradicionais porque não existe o objetivo de lucrar, mas de pagar os danos que venham a ocorrer nas motos;
  • Não costuma ser feita uma análise de risco e isso faz com que seja mais fácil aderir ao seguro de moto por cooperativa, tornando essa etapa mais rápida;
  • O valor do prêmio é definido apenas sobre o valor do veículo, e essa pode ser uma vantagem para motoristas com pouca habilidade ao volante e com um histórico ruim a direção;
  • As coberturas podem ser bastante amplas e proteger contra roubo, furto, incêndio, colisão, vidros e muitas outras;
  • Existem diversas empresas que oferecem o serviço de seguro de moto de cooperativa, assim, antes de contratar é possível pesquisar e encontrar a opção que oferece o melhor custo-benefício.

Desvantagens do seguro de moto por cooperativa

Se por um lado existem atrativos, por outro existem algumas desvantagens em relação a essa proteção. Veja:

  • O seguro de moto por cooperativa não é regulamentado e isso significa que se tiver algum problema com a empresa não terá para quem reclamar e nem uma legislação que te proteja;
  • Como não há uma apólice de seguro, somente o fundo monetário para pagar as indenizações, pode ser que em algum momento essa conta não feche. Se não houver dinheiro para pagar os danos, a pessoa pode ficar sem receber o valor do sinistro ou ter que esperar por um longo período;
  • Não existe uma classe de bônus que concede descontos de acordo com o tempo que se tem o seguro e os acionamentos feitos. Por mais que tenha uma boa relação com a cooperativa, não conseguirá diminuir o valor pago por conta dos descontos ao longo do tempo;
  • A mensalidade pode sofrer variações de valores porque podem ser inclusos custos adicionais quando há necessidades de indenizar algum cooperado.

Como contratar esse seguro?

Se deseja contratar um seguro de moto por cooperativa é preciso estar ciente de seu funcionamento e de que pode não receber a indenização quando precisar.

Se mesmo assim estiver disposto a tudo isso, busque por empresas que possuem uma boa reputação e têm algum tempo de experiência nesse mercado.

Converse com outras pessoas que usam o serviço e veja como elas o avaliam, se já precisaram acionar a cooperativa e como foi a resposta. Somente após uma pesquisa escolha uma administradora para fazer a adesão.

Entretanto, se estiver buscando por garantias e certeza de que a proteção da sua moto irá lhe atender adequadamente, ao invés de ter um seguro para moto de cooperativa, vale a pena buscar um serviço regulamentado de uma seguradora.

Por mais que não tenha todas as coberturas inclusas por questões de valores, contrate as mais básicas e saiba que será atendido pela seguradora.

Cabe a você decidir sobre o seguro de moto por cooperativa, mas não se esqueça de avaliar as vantagens e desvantagens.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *