Saiba como simular um seguro de carro de forma mais inteligente e quais os principais erros que não deve cometer nesse momento.

Simular um seguro de carro é parte importante do processo de pesquisa para obter o melhor serviço pelo melhor preço do mercado.

E fazer uma contratação sem dores de cabeça é essencial para que nada acabe sendo feito às pressas.

Pessoa com roupa social agachada ao lado de um carro vermelho enquanto utiliza uma calculadora e segura uma prancheta.
Imagem: Getty Images

Quais erros não cometer ao simular um seguro de carro

Vamos conferir alguns erros que podem atrapalhar o seu processo de cotação e simulação de um seguro.

Não conferir a reputação da empresa

Sempre que possível, confira o Reclame Aqui, Facebook e página do Google da seguradora, pois dessa forma você pode ver depoimentos e o que outras pessoas pensam sobre a marca.

O Reclame Aqui é uma ótima forma de ver como a empresa lida com reclamações, conflitos e como eles estão dispostos a resolver o problema do seu cliente.

Além disso, você pode perceber se existe atenção aos canais de atendimento e se eles são funcionais.

Escolher baseado apenas no valor

Mesmo que nós estejamos sempre procurando formas de economizar, você não deve escolher o seu seguro pelo preço que apareceu na hora da simulação.

Isso porque, muitas vezes, se basear nesse ponto pode acabar te levando a escolher um serviço que não tem todas as coberturas que você precisa, ou então acabar contratando uma empresa que não tem comprometimento com o seu cliente.

Mentir na simulação

O principal erro é mentir na simulação para saber se o seu seguro ficará mais barato, e a realidade é que sim ele pode até ficar mais barato.

Mas na hora da contratação, se você falar a verdade e não omitir as informações, pode se deparar com um preço mais alto que o simulado.

E se você sustentar a sua mentira feita na simulação, as consequências podem fazer mal para o seu bolso.

Porém, se precisar de indenização por conta de algum sinistro e a seguradora descobrir, eles têm o direito de não fazer o pagamento do que é necessário e você ficará no prejuízo.

Não identificar as suas necessidades

O simulador de seguros é uma forma de saber o quanto você gastaria com o serviço que quer contratar. Então ficar mudando de ideia toda hora após a simulação, com certeza irá encarecer o valor final depois.

Portanto, antes de começar a fazer suas pesquisas, cotações e simulações, busque colocar na ponta do lápis todos os serviços que você precisa que o seguro tenha.

Vale anotar também os que são interessantes de ter, mas que não são necessários, quem sabe vale a pena pagar um extra por eles.

Simular em apenas uma seguradora

Ao fazer a simulação de um seguro, você está pesquisando um valor em determinada empresa. Mas saiba que existem muitas outras que podem oferecer diversos serviços diferentes com outras ofertas.

Com tantas opções assim, não simular em mais de uma empresa é um erro que pode custar caro, não por conta de qualidade, mas por preço e personalização.

Não tirar dúvidas

Ficar com dúvidas depois da simulação e contratar mesmo assim, é outro grande erro.

Você não deve ter dúvidas de cobertura, assistência ou então nomenclatura de algum serviço, se isso acontecer você pode acabar não usando o seguro por não saber que existe tal cobertura.

Mas saiba que mesmo se você tirar todas as suas dúvidas e elas surgirem depois, a seguradora estará sempre à disposição pelos canais de atendimento para responder todas as suas perguntas.

E de jeito nenhum deixe as suas dúvidas passarem!

Compare sempre

Sempre faça a comparação de serviços, assistências, reputação e cobertura do seguro que você pretende contratar no futuro.

Pois olhando cada um individualmente eles podem parecer bons negócios, mas fazendo as comparações é mais fácil identificar algum serviço extra ou que está faltando em relação aos outros.

Não deixe de fazer essa parte, se possível, coloque, inclusive, em uma planilha. Existem muitos modelos que você pode utilizar sem maiores problemas.

Não ler o contrato ou apólice

Após a contratação, você precisa ler o seu contrato e a apólice do começo ao fim, inclusive as letras miúdas.

Caso não entenda alguma coisa, pergunte! É importante que conheça quando está coberto pelo seguro e esteja pronto em diversos tipos de situações para não ficar na mão.

Agora você tem 8 dicas para fazer uma simulação mais tranquila e sem dores de cabeça durante a contratação do seu próximo seguro, que é muito importante para manter a integridade do seu automóvel.

Escolha as melhores coberturas, assistências e seguradora, converse sempre com o seu corretor para saber de benefícios e descontos possíveis.

Não tenha pressa e mantenha a calma ao simular um seguro de carro, não deixe que nada te atrapalhe e faça a melhor escolha possível para proteger você, os outros condutores e o seu veículo.

4.5/5 - (2 votes)

Quer saber mais? Veja Também!

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *