Como funciona o empréstimo consignado

O empréstimo consignado é um tipo de empréstimo que se diferencia pela forma como o pagamento ocorre. Entenda melhor, tire suas dúvidas e saiba como contratar o seu.

Os motivos que fazem com que pessoas precisem recorrer ao empréstimo são muito variados. Emergências médicas, pagamento de contas atrasadas, reformas residenciais e outros imprevistos podem levar à procura de serviços como o empréstimo consignado.

Dentre os tipos de empréstimos mais comuns estão as seguintes modalidades: o cheque especial, o cartão de crédito, o financiamento, o empréstimo pessoal, o empréstimo com garantia, o refinanciamento e, claro, o empréstimo consignado.

Vamos explicar o que é, como funciona, quem pode solicitar e aspectos positivos dessa modalidade de empréstimo.

Como funciona o empréstimo consignado

Imagem: Pixnio

Informe-se sobre o que é e como funciona o empréstimo consignado

Empréstimo consignado e crédito consignado são termos que se referem à mesma modalidade de empréstimo. Entender como essa forma de empréstimo funciona é essencial para saber se ela é adequada às necessidades e ao perfil de quem a solicitará.

A característica principal que diferencia o crédito consignado é a forma em que o dinheiro é pago ao banco que realizou o empréstimo. Nessa opção, o valor é debitado diretamente da folha de pagamento daquele que recebe o empréstimo (também chamado de recebedor ou mutuário).

Ou seja, mensalmente, as parcelas do valor a ser pago são retiradas do salário do recebedor e transferidas ao banco que forneceu o empréstimo. Esse processo vai se repetir até que toda quantia seja paga.

O recebedor não precisa pagar através de boletos, o valor é descontado automaticamente.

Além do salário, o dinheiro pode ser debitado de benefícios previdenciários como aposentadorias ou pensões, no caso de aposentados ou pensionistas do INSS.

Segundo a lei nº 10.820 de 2003, a quantia retirada não pode ultrapassar 35% do total da renda. O valor da margem consignável pode passar de 35% para 40% com a PL 2017/2020 que está em tramitação.

Quem pode solicitar?

As pessoas que podem solicitar o empréstimo consignado precisam ter renda fixa. Os rendimentos podem derivar de salário relativo a vínculo empregatício ou ser proveniente de pensões e aposentadorias. Dito isso, encaixam-se nesse perfil:

  • Servidores Públicos (sejam eles ligados ao Município, ao Estado ou à Federação);
  • Pensionistas ou aposentados do INSS;
  • Militares das Forças Armadas;
  • Funcionários de empresas privadas com carteira assinada.

Os funcionários com carteira assinada de empresas privadas podem recorrer ao empréstimo consignado privado, que explicaremos a seguir.

Empréstimo consignado privado

Semelhante ao crédito consignado que explicamos acima, o empréstimo consignado privado também desconta o valor a ser pago na folha de pagamento.

O seu diferencial é o seguinte: para poder oferecer essa alternativa de empréstimo aos seus empregados, uma empresa de natureza privada deve realizar uma parceria com uma instituição financeira.

Uma vez que a empresa vira conveniada da instituição que proverá os empréstimos, os funcionários dessa empresa privada poderão solicitar empréstimo consignado privado da instituição com a qual o acordo foi fechado.

A empresa parceira tem a tarefa de descontar as parcelas do salário do empregado e repassá-las à instituição. Para saber se sua empresa oferece esse serviço, consulte o setor de Recursos Humanos (RH).

Aspectos positivos do empréstimo consignado

De maneira geral, os empréstimos consignados costumam ter taxas de juros menores do que as outras formas de empréstimo disponíveis no mercado.

Baixos juros

Segundo dados divulgados no site do Banco Votorantim (BV), os valores dos juros aplicados a cada categoria, de forma aproximada, são: 2,05% ao mês para servidor público, 2,08% ao mês para beneficiário do INSS e para o trabalhador privado, os juros ao mês são de 2,50%.

Juros com valor prefixado

Outro ponto vantajoso é que os juros são fixados previamente, por isso, as taxas de juros aplicadas serão as mesmas desde o início do pagamento até o final.

Longo prazo para pagamento

Ainda de acordo com números do BV, os prazos para pagamento também podem ser tidos como atrativos dessa modalidade de empréstimo. Quem é servidor público tem 96 meses (8 anos) para realizar o pagamentos do crédito consignado.

O aposentado ou pensionista conta com o prazo de 72 meses (6 anos) e o trabalhador de empresa de iniciativa privada possui 60 meses (5 anos).

Possibilidade para os negativados

O crédito consignado pode ser aprovado e liberado para quem tem seu nome registrado no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e na Central de Serviços dos Bancos (SERASA). Para isso, o negativado deve ter margem salarial disponível a ser destinada a esse recurso. 

Esperamos que esse conteúdo tenha sido útil para explicar a você como o empréstimo consignado funciona e suas particularidades.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *