Dúvidas sobre a CNH em São Paulo? Tire todas agora!

| Autor: Jeniffer Elaina

Para fazer solicitação sobre a CNH em São Paulo pode ser necessário apresentar documentos e pagar taxas. Saiba quais são eles em diferentes situações.

Todo motorista precisa ter uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para dirigir pelas ruas. Só que ainda existe muita dúvida acerca do documento, principalmente depois que começou a vigorar a CNH digital.

Para te ajudar com todas as questões e para que fique informado sobre a CNH em São Paulo, preparamos esse guia. Confira!

Dúvidas sobre a CNH em São Paulo? Tire todas agora

A CNH em São Paulo digital

A CNH digital começou a valer em São Paulo em 22 de março de 2017 e possui validade em todo o território nacional.

Ela é um documento digital que poderá ser visualizado por meio de um aplicativo para smartphone, sendo preciso ter um telefone e um e-mail cadastrado junto ao Detran para acessá-la.

O acesso só será permitido em um único smartphone e no caso de troca de aparelho será preciso fazer a comunicação ao Detran.

Ela terá os mesmos dados que a carteira impressa, mas com a praticidade de uma versão digital.

Segundo do Detran-SP para quem já tem a habilitação com QR Code ela não terá nenhum custo adicional. Já quem não tem a carteira com QR Code terá de pedir uma segunda via e pagar R$ 42,41.

Uma novidade é o envio da CNH impressa pelos correios não terá mais custo.

1º habilitação

Para quem está tirando a habilitação é já se cadastrou em uma auto escola pode fazer todo o acompanhamento do andamento do processo da CNH pelo site do Detran.SP.

É possível consultar as datas das aulas teóricas e prática mediante login no site.

Renovação da CNH

Quem já possui a habilitação precisa renová-lo, pois o documento possui data de validade. Nesse caso é preciso fazer o agendamento online e comparar no local indicado no dia e horários combinados.

Para as categorias A e B é possível solicitar a renovação até 30 dias antes do vencimento. É preciso que a habilitação esteja com foto e com a situação regular.

No momento da renovação é preciso passar por avaliação médica por um dos profissionais credenciados. Em alguns locais eles ficam no mesmo espaço em que se realiza a renovação.

Depois do exame realizado é preciso pagar a taxa para a emissão da nova CNH, retornar a unidade para fazer a biometria e dar andamento ao processo.

Após isso é só aguardar para retirar a habilitação na unidade do Detran ou receber em casa.

Para as categorias C, D ou E o procedimento é bastante parecido, porém, será preciso realizar um exame toxicológico a mais.

Solicitação da CNH definitiva

Quando se recebe a primeira habilitação ela é chamada de permissão e possui validade de 1 ano. Somente após esse período é que o condutor poderá obter a CNH definitiva.

Para que seja feita a solicitação é preciso seguir alguns procedimentos:

  • Ter a permissão regular
  • Estar com a permissão vencida
  • Ter o exame aptidão física e mental dentro do prazo
  • Não ter cometido nenhuma infração no trânsito

Para solicitar a CNH definitiva é preciso solicitar no Ciretran ou no Poupatempo que presta o serviço, sendo possível fazer o agendamento online.

É preciso comparar no local indicado portando a permissão para dirigir, comprovante de endereço em nome do motorista e comprovante de pagamento da taxa de Detran. A taxa é de R$ 42,41.

Feito os procedimentos nos postos de atendimento, o motorista poderá retirar a sua habilitação nos postos do Detran ou optar por receber por correio.

2ª via da CNH

O motorista que perdeu ou teve a habilitação danificada poderá solicitar a segunda via, sendo que essa terá a mesma data de validade da original.

É possível fazer a solicitação online pelo site do Detran, nesse caso é preciso ter um cadastro. Outra possibilidade é ir diretamente até um dos postos do Detran.

É preciso levar a carteira de habilitação original (caso esteja danificada), comprovante de endereço e realizar o pagamento da taxa de R$ 42,41.

Quem pediu pelo portal pode receber pelo correio, já quem foi até o posto do Detran tem a opção de retirar pessoalmente ou receber por correios.

Consultar pontos da CNH

Para saber quantos pontos o motorista possui na habilitação é possível fazer uma consulta online.

Para isso é preciso acessar o site com o CPF e Senha e responder a algumas perguntas.

Quem desejar também pode ir até um dos postos de atendimento do Detran, levando a habilitação e o CPF. O extrato é emitido na hora.

O serviço é gratuito em ambos os canais.

Adição de categoria

Quem possui habilitação para dirigir apenas um tipo de veículo e deseja adicionar outra categoria deve seguir o seguinte procedimento.

  • Estar com a situação regular
  • Ser habilitado na categoria A para adicionar a categoria B.
  • Ser habilitado nas categorias B, C, D ou E para adicionar a categoria A.
  • Habilitado nas categorias C, D ou E que pretende adicionar a categoria A
  • Solicitar ao Detran que está cadastrado

A solicitação deve ser feita uma das unidades do Ciretran ou do Poupatempo após ao agendamento por internet.

Será obrigatório realizar uma prova ou curso para adição de categoria. Esse deverá ser realizado em um Centro de Formação de Condutores (CFC/autoescola) após o condutor ser aprovado em um exame médico.

Após o curso será preciso pagar uma taxa para a realização da prova prática e sendo aprovado no exame deverá pagar a taxa para a emissão da habilitação.

Após realizar todos esses procedimentos a habilitação poderá ser retirada em uma das unidades do Detran ou na auto escola em que realizou o processo.

As taxas cobradas em todas as etapas são:

  • Exame médico (aptidão física e mental) – pagar ao médico: R$ 84,81.
  • Aulas práticas: consultar a autoescola (pagar à empresa).
  • Taxa Detran.SP de exame prático – pagar ao banco conveniado: R$ 35,34.
  • Taxa Detran.SP de emissão da CNH – pagar ao banco conveniado: R$ 42,41.
  • Taxa de avaliação psicológica, quando o motorista exercer atividade remunerada com o veículo – pague ao psicólogo: R$ 98,95.

Atualização de endereço

Caso o motorista tenha se mudado é preciso atualizar o endereço junto ao Detran.

A solicitação pode ser feita pela internet após cadastro no site do Detran.

Outra opção é ir pessoalmente até um posto do Detran levando a habilitação e um comprovante de endereço. O Serviço é gratuito.

Alteração de dados da CNH

Esse procedimento é utilizado para quando há necessidade de alterar o nome do motorista, Por exemplo, de solteiro para casado ou quando se quer tornar a habilitação para motorista profissional.

É preciso que habilitação esteja regular e dentro do período de validade para fazer o pedido.

A solicitação deve ser feita pelo próprio motorista em um dos postos do Ciretran ou no Poupatempo.

Há necessidade de apresentar os seguintes documentos:

  • Habilitação
  • Comprovante de endereço
  • Formulário de exame médico
  • Certidão de casamento ou averbação judicial (para mudança de nome)
  • Comprovante de pagamento da taxa

Todo o procedimento é realizado no posto de atendimento e pode-se optar por retirar a habilitação no posto ou receber por correio.

É necessário pagar as seguintes taxas para esse procedimento:

  • Exame médico (aptidão física e mental) – pagar ao médico, somente no caso de Lentes corretivas: R$ 84,81.
  • Avaliação psicológica – pagar ao psicólogo, somente no caso de Motorista profissional: R$ 98,95.
  • Taxa Detran.SP de Emissão de CNH – pagar em banco conveniado: R$ 42,41.

Dirigir no exterior

Para quem vai viajar e deseja dirigir em outros países é preciso solicitar uma Permissão internacional para dirigir (PID). Esse documento é válido para quando a pessoa permanecerá por mais de 180 dias no país de destino.

A permissão terá a mesma validade de Carteira Nacional de Habilitação. E preciso que:

  • A habilitação esteja regular
  • Dentro do prazo de validade
  • Sem processo de mudança de categoria

A solicitação pode ser feita pela internet ou diretamente em um posto do Detran.

Há cobrança de uma taxa de R$ 282,70. Para a emissão da Permissão internacional para dirigir (PID).

Suspensão da CNH

A suspensão da CNH ocorre quando o motorista comete infrações de trânsito que somem 20 pontos ou mais na carteira no período de 12 meses.

Se isso ocorrer é possível entrar com um recurso ou defesa. Caso seja acatado a carteira não será suspensa.

Mas, em caso de negativa do recurso o motorista deve entregar a sua habilitação ao Detran e passar por um curso de reciclagem.

Após cumprir o prazo de suspensão será preciso apresentar o certificado do curso de reciclagem para poder retirar a sua habilitação.

Agora que já sabe tudo sobre a CNH em São Paulo já pode tirar sua habilitação, renová-la ou fazer outros procedimentos.

Porém, não se esqueça que a sua segurança não está somente vinculada a dirigir com um documento válido, o veículo também deve estar protegido.

Por isso aproveite para fazer a cotação do seguro auto e ande tranquilamente pelas ruas.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

6 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *