Qual a diferença entre seguro de táxi e seguro de Uber

| Autor: Jeniffer Elaina

Atualmente, vemos uma ”guerra” entre taxistas e motoristas de aplicativos. Afinal, na grande maioria das cidades, as regras para esses dois serviços são diferentes, o que gera conflitos. Mas esse não é o único ponto diferente: o seguro de táxi e seguro de Uber também tem variações. Acompanhe o texto e descubra tudo o que você precisa!

Sabia que existem diferenças entre seguro de táxi e seguro de Uber? Na hora de contratar essa proteção, é essencial ter atenção a essas variações.

Do contrário, você poderá contratar coberturas que não são tão interessantes ao seu carro.

Existem várias situações em que dirigir não é uma boa opção. Quando as vias para os carros particulares estão congestionadas, após consumir bebidas alcoólicas e mais.

Nestes casos, a solução pode ser o serviço de transporte público. Ou, então, serviços de motorista particular, como o táxi ou Uber.

Para garantir a segurança do seu carro e dos passageiros, taxistas e motoristas de Uber costumam contratar seguro para seus carros.

Afinal de contas, contar com uma seguradora significa ter seus prejuízos ressarcidos após um sinistro.

Se você já sofreu um acidente, sabe bem como ter uma seguradora faz a diferença não é mesmo?

Só que existem diferenças entre o seguro de carro “comum”, um seguro de táxi e seguro de Uber.

Conhecer essas diferenças é essencial para saber o quanto você irá gastar com a proteção.

Apesar de ambos transportarem passageiros, os serviços se enquadram em categorias diferentes, e por isso possuem exigências distintas.

Entenda um pouco mais a diferença entre seguro de táxi e seguro de Uber.

Qual a diferença entre seguro de táxi e seguro de Uber

Imagem: Getty

Qual a diferença entre seguro de táxi e seguro de Uber?

Seguro de táxi

Os taxistas possuem um serviço regulamentado pelas prefeituras e, para poder atuar, devem ter a placa vermelha e licença do município.

Quando adquirem um carro 0 km, esses motoristas têm a vantagem de conseguir a isenção de alguns impostos como IPI e ICMS.

Essa vantagem faz com que o veículo seja adquirido por um preço menor.

Uma das principais diferenças entre seguro de táxi e seguro de Uber está na hora de o taxista contratar o seu seguro.

Isso porque, ele terá o seu bem protegido com base no valor em que foi adquirido. Ou seja, sem os impostos.

Logo, o custo do seguro será mais barato, inclusive, do que a proteção de um carro de passeio comum.

Perda parcial e perda total no seguro de táxi

Apesar da vantagem de comprar o veículo mais barato, há uma ressalva importante.

No caso de o taxista sofrer uma perda total do veículo após um sinistro, a indenização recebida não será correspondente  aos 100% do valor da Tabela FIPE.

Normalmente, o percentual da indenização fica entre 65% a 80%. Esse ganho menor ocorre devido ao abatimento do valor na hora da compra.

Aqui, é importante explicar uma perda total do carro. Esse tipo de perda acontece quando os reparos necessários ao veículo têm custo maior do que 75% do valor do auto.

Nessa situação, a indenização tem como objetivo permitir a compra de um novo veículo.

Já a perda parcial acontece quando o custo dos reparos é menor do que os 75% do valor de mercado do auto.

Esse valor de mercado, aliás, corresponde ao que o usuário pagou pelo veículo com a isenção de impostos.

O valor da indenização parcial pode variar, e suas regras ficam definidas na apólice da proteção. Seu objetivo é fazer o pagamento do conserto do veículo.

Ainda vale lembrar que a perda total não exige pagamento da franquia, mas a perda parcial sim.

A franquia é o custo de responsabilidade do consumidor na hora de reparar o veículo. Por meio dela, o motorista paga parte do conserto, e a seguradora a outra parte.

Sabendo que os gastos serão divididos, o condutor se sente estimulado a manter maior prudência no trânsito.

Coberturas do seguro de táxi

Quando falamos de coberturas, também há diferença entre seguro de táxi e seguro de Uber.

Isso porque, na hora de contratar as suas coberturas, é indicado ao taxista adquirir um seguro completo.

A proteção deverá incluir a cobertura contra roubo, furto, colisão e danos a terceiros.

Apesar da indicação, não existe uma obrigatoriedade, e o condutor pode escolher o serviço que achar mais vantajoso.

Ainda assim, as proteções são algumas das mais básicas e importantes. A de danos a terceiros, por exemplo, poderá cobrir os prejuízos de outros carros envolvidos em uma colisão.

Assim, o motorista ficará isento de arcar com os prejuízos.

Se o taxista considerar o custo do seguro muito alto, pode optar por um seguro básico.

Uma proteção básica inclui apenas proteção contra roubo e furto, deixando o veículo desprotegido em algumas situações.

Outra diferença fundamental entre o seguro de táxi e seguro de Uber é a cobertura de lucros cessantes.

Disponível para os taxistas, ela garantirá que, se o indivíduo for impedido de trabalhar, ele receberá indenização durante determinado período.

Os valores servirão para compensar os dias de trabalho parados.

Essa cobertura só vale quando a suspensão do trabalho está relacionada a problemas no veículo, como roubo ou reparo em uma oficina.

Seguro de Uber

Sem dúvida, a principal diferença entre seguro de táxi e seguro de Uber é que não existem  coberturas obrigatórias para o veículo.

Quando o veículo é utilizado como Uber, o motorista só é obrigado a adquirir proteção aos seus passageiros.

Ou seja, é preciso contratar o chamado seguro de Acidentes Pessoais de Passageiros (APP), com valor mínimo de indenização de R$ 50 mil.

Além disso, o projeto de lei que foi aprovado pelo Congresso também prevê que o seguro DPVAT esteja pago, assim como qualquer outro carro deve fazer.

Apesar desta ser a única  cobertura obrigatória, o motorista de Uber pode incluir outros serviços em sua apólice, para proteger o carro.

É possível optar, por exemplo, pela proteção contra roubo, furto, incêndio e colisões. Também estão disponíveis várias outras proteções, e elas variam por seguradora.

Essas mesmas regras valem para outros serviços de aplicativos, como o 99 e o Cabify.

De qualquer forma, é sempre recomendado optar por um seguro mais completo. Afinal de contas, o tráfego constante nas ruas tornam os riscos de sinistrp altos.

Regras para o seguro de Uber

Vale lembrar que o carro que realiza serviços para o Uber não necessita de placa vermelha. No Brasil, a legislação sobre os veículos de transporte particular é definida por município.

Por isso, vale a pena consultar o que a Prefeitura de sua cidade diz sobre o assunto.

Em todo o caso, na hora de fazer o seguro, ele não se enquadra como um carro de passeio.

A maioria das seguradoras já contam com seguros específicos para carros utilizados em transporte de aplicativos e fazem essa diferenciação na apólice.

Portanto, se o carro era utilizado apenas para passeio e passou a ser uma ferramenta de trabalho, é preciso fazer o endosso na apólice.

Apesar do valor do seguro aumentar, essa é a única maneira de garantir que ,em caso de sinistro, o segurado receba o valor da indenização.

Aliás, é essencial sempre informar à seguradora sobre tudo que acontece com o carro.

Se ele sofreu uma pequena batida, se está sendo dirigido por outro motorista, se agora é utilizado como Uber.

Após um sinistro, a seguradora verifica todas as informações sobre o auto.

Se percebe que falta informações, a companhia pode alegar fraude por parte do consumidor, e então se negar a pagar a indenização.

Agora que nós já vimos as principais diferenças entre seguro de táxi e seguro de Uber, é importante dizer que também existem semelhanças entre as proteções. Veja a seguir.

Semelhanças entre seguro de táxi e seguro de Uber

Apesar das diferenças entre seguro de táxi e seguro de Uber, existem pontos que podem ser considerados comuns entre seguro de táxi e seguro de Uber.

Um deles é a necessidade de informar para que finalidade o veículo é utilizado.

A seguradora deve estar ciente que o carro transporta passageiros como táxi ou com o serviço de aplicativo, sendo que essa informação deve constar na apólice.

Como já citado, isso vai evitar problemas na hora do pagamento da indenização.

Outro ponto é que os serviços de assistência 24 horas, como guincho e socorro mecânico são disponibilizados em ambos os casos.

Dessa forma é possível solicitar ajuda em situações de quebra de veículo.

Pronto: você já conhece a diferença entre o seguro de táxi e seguro de Uber! Que tal fazer uma cotação para o seu veículo?

Assim, você poderá trafegar pelas ruas com mais tranquilidade!

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *