5 dicas infalíveis para conseguir um seguro auto mais barato

Quer garantir um seguro auto mais barato? Então, você veio ao texto certo! Acompanhe e veja o que fazer!

Contratar um seguro auto mais barato é uma possibilidade, mas requer alguns cuidados e “estratégias”.

Você pode, por exemplo, evitar multas e perda de pontos na carteira. Esse aspecto conta porque, ao cotar o seguro, a seguradora avalia o condutor.

Se um motorista possuir histórico de problemas no trânsito, a empresa entenderá que o usuário é de alto risco. Como as chances de uma indenização serão maiores, o custo do seguro também será.

Continue acompanhando o texto descubra outras formas de economizar no seguro do seu carro!

5 dicas infalíveis para conseguir um seguro auto mais barato

5 dicas para contratar seguro auto mais barato

1. Acumule bônus

Nossa primeira dica para economizar é: não registre sinistros. Pode parecer estranho, já que um seguro é contratado, exatamente, para te ressarcir após um sinistro. Porém, não registrar problemas pode gerar classes de bônus.

Uma classe de bônus é concedida ao usuário na hora da renovação do seguro. Para que ela comece a valer, é necessário que o condutor não tenha registrado nenhum sinistro no ano anterior.

Com o tempo, o consumidor pode acumular até 10 classes de bônus. A cada classe, o usuário ganha um desconto na contratação do novo seguro para o seu carro. Esse desconto vem em percentual, e varia por seguradora.

Considerando a economia que as classes podem trazer, previna-se ao máximo contra sinistros. Você pode, por exemplo, manter a manutenção do carro em dia e dirigir de forma prudente.

Com estes cuidados, uma colisão, incêndio ou outro se torna bem menos provável.

Outra dica é verificar, após um sinistro, se vale mesmo a pena acionar a seguradora. O custo do reparo é pouco maior do que a sua franquia? Pague tudo do próprio bolso!

Assim, você manterá a possibilidade de adquirir mais uma classe de bônus na renovação do serviço. Não sabe o que é franquia? Acompanhe o próximo tópico!

2. Escolha uma franquia maior

A franquia de um seguro nada mais é do que o valor que o usuário tem que pagar para o conserto do seu veículo. Ela, assim como as demais regras sobre seguros, são definidas pela Superintendência de Seguros Privados (Susep).

Imagine, então, que a franquia do seu seguro seja de R$ 500. Após um sinistro, o custo do conserto do carro ficará em R$ 1 mil.

Isso significa que você será o responsável por pagar R$ 500 à oficina, e a seguradora vai arcar com os R$ 500 restantes.

Existem 4 tipos de franquia, e a escolha do tipo ideal faz total diferença no custo do seguro. Para economizar, é indicado que você contrate a franquia básica, ou então a ampliada.

Na primeira, o preço da franquia e do seguro são equilibrados. Na segunda, a franquia é maior, mas o custo do seguro cai consideravelmente. Afinal, em caso de sinistro, o usuário pagará a maior parte do prejuízo.

Já a escolha pelas franquias Reduzida ou Isenta pode sair mais cara. Na Reduzida, o custo da franquia é menor, e o do seguro maior.

Já na Isenta, a seguradora assume todo o prejuízo após um sinistro. Porém, o preço do seguro é bem alto.

3. Faça a manutenção do carro

Realizar a manutenção do carro em dia evita que problemas mecânicos e elétricos ocorram. Com o carro em bom estado, a seguradora entende que as chances de um sinistro acontecer são menores.

Ou seja, haverá menor chance de que a empresa precise arcar com indenizações. Assim, o custo do seguro pode ser barateado.

4. Instale dispositivos de segurança

Você já deve ter compreendido o ponto-chave de análise pela seguradora: o perfil de risco do carro e do segurado.

Evitar riscos torna os seguros mais baratos, e por isso a manutenção e prudência são tão importantes.

Dispositivos de segurança no carro também diminuem os riscos do veículo. Então, mais uma vez, você terá um seguro auto mais barato.

Vale a pena instalar, primeiro, dispositivos básicos. Isso inclui o alarme do veículo e travas para portas. Também é interessante contar com um rastreador para veículo.

A opção tem como objetivo garantir a localização do carro, especialmente após um furto ou roubo.

Com a função do rastreador, e com o carro recuperado, a seguradora não precisa pagar a indenização integral do seguro, mas apenas a parcial.

A indenização integral é paga para a compra de um novo veículo. Já a parcial paga apenas os reparos do veículo, caso eles correspondam a até 75% do valor de mercado do auto.

Caso os danos sejam maiores do que essa porcentagem, voltamos à indenização integral.

5. Pesquise bastante

É fundamental cotar o seu seguro com diversas seguradoras. Afinal, as empresas consideram diferentes fatores para definir os custos da proteção.

Assim, o custo em uma companhia pode ser bem diferente do cobrado por outra. Para a sua pesquisa, conte com a Smartia!

Agora você já sabe como conseguir um seguro auto mais barato. Aproveite as nossas dicas e economize!

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *