Saiba como fazer um consórcio de motos

5 de outubro de 2018
Compartilhe em suas redes:

O consórcio de motos permite adquirir um veículo ao ser contemplado e pagar por ele de forma parcelada. Veja como fazer parte de um grupo e tenha acesso às informações iniciais.

Uma das maneiras de comprar uma moto é utilizando o consórcio de motos e pagar o valor de forma parcelada para caber no orçamento.

O problema é que muita gente ainda confunde o consórcio com financiamentos como o CDC e essas são coisas bastante diferentes.

No caso do consórcio, que vem ganhando espaço, a pessoa paga um valor mensal a uma administradora e somente quando for contemplado pode adquirir o bem. Já no CDC é possível ter acesso ao bem imediatamente e continuar pagando as parcelas.

Para que entenda como fazer um consórcio de motos veja algumas informações mais detalhadas nesse artigo.

Saiba como fazer um consórcio de motos

O que é o consórcio de motos?

O consórcio de motos é um serviço disponibilizado por uma empresa autorizada pelo Banco Central.

Para participar dele é preciso procurar uma administradora, entrar em um grupo já existente ou em formação e pagar valores mensais.

A administradora cuida do dinheiro e mensalmente sorteia os participantes que terão acesso a carta de crédito para fazer a compra da moto.

Qual o valor das parcelas e tempo de duração do consócio?

Isso pode variar bastante, as parcelas também chamadas de cotas tem o valor estabelecido de acordo com o bem que pretende ser adquirido, tempo de duração do consórcio e taxa de administração. Além disso, podem haver reajustes anuais.

É possível encontrar grupos com valores de cotas bastante diferentes e com duração que chegam a 72 meses.

Como faço para participar de um consórcio de motos?

É preciso procurar uma administradora que ofereça esse serviço. Ela te incluirá em um grupo que tenha o interesse em uma mesma moto que você está procurando.

É possível entrar em grupos que estejam interessados em um modelo específico de moto e nesse caso é preciso verificar se quando for contemplado poderá comprar outro modelo se mudar de ideia.

Outra possibilidade é optar por grupos que tem um valor de carta de crédito, mas, que não determinada um modelo a ser adquirido. Ele permite um pouco mais de flexibilidade.

É preciso avaliar qual o valor da carta de crédito que será disponibilizada, taxa de administração cobrada e se as parcelas cabem no seu bolso.

Para entrar em um grupo é preciso assinar um contrato que especifica todas as cláusulas do consórcio de motos.

Quais documentos necessários para fazer um consórcio?

Para entrar em um consócio não existe muita burocracia, sendo preciso apenas apresentar alguns documentos e fazer a assinatura do contrato.

Na maioria dos casos são exigidos CPF, RG, comprovante de residência e comprovante de renda. Pode ser que a administrado solicite mais algum documento a seu critério.

Como escolher uma boa administradora?

  • Antes de entrar em um consórcio avalie a sua situação financeira e veja se poderá arcar com os custos até o final do prazo previsto. Em caso de inadimplência há o risco de ser excluído do grupo.
  • É preciso pesquisar quais são as opções disponíveis no mercado e verificar a reputação dessas empresas.
  • É possível buscar informações na internet e com pessoas que já utilizaram algum serviço da empresa para saber mais sobre ela.
  • Dicas para escolher um bom consórcio de motos
  • Pesquise bastante entre as opções disponíveis no mercado e avalie as taxas de administração
  • Verifique se o fundo de reserva e o seguro já estão inclusos no valor das parcelas ou terão de ser pagos separado. Eles são importantes e podem encarecer a mensalidade.
  • Leia atentamente o contrato antes de assiná-lo e se tiver qualquer dúvida a esclareça antes.

Depois de conhecer um pouco como adquirir um consórcio de motos já pode começar a sua pesquisa e em breve estar pilotando.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:


Compartilhe em suas redes:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *