Saiba como fazer um consórcio de motos

O consórcio de motos permite a compra de um veículo sem a necessidade de arcar com parcelas muito altas. Acompanhe este artigo e saiba como fazer um consórcio de motos, e tenha acesso a todas as informações mais importantes sobre o assunto.

As motocicletas são excelentes veículos para a locomoção rápida e econômica no dia a dia.

No entanto, nem sempre é fácil comprar um veículo como esse à vista.

Para quem não tem muitos recursos financeiros, e se encaixa nessa situação, uma boa maneira de conseguir realizar essa compra é através do consórcio de motos.

Mas para isso, é preciso que você conheça melhor essa modalidade e saiba como fazer um consórcio de motos.

Afinal, muita gente ainda confunde o consórcio com financiamentos como o CDC e essas são coisas bastantes diferentes.

No consórcio, modalidade de compra que vem ganhando cada vez mais espaço, a pessoa paga um valor mensal a uma administradora e somente quando for contemplado pode adquirir o bem.

Já no CDC é possível ter acesso ao bem imediatamente e continuar pagando as parcelas.

Para que entenda melhor como esse tipo de linha de crédito funciona e saiba como fazer um consórcio de motos, acompanhe este artigo e veja algumas informações mais detalhadas sobre o assunto.

Saiba como fazer um consórcio de motos

Imagem: Getty Images

Entenda melhor o que é o consórcio de motos?

O consórcio de motos é uma linha de crédito que permite aos participantes comprar o veículo necessário com parcelas acessíveis e sem a incidência de juros.

Esse tipo de serviço é disponibilizado por uma empresa autorizada pelo Banco Central.

Para participar de um consórcio de motos o primeiro passo é encontrar uma administradora responsável e devidamente credenciada.

Feito isso, será preciso que você encontre um grupo já existente ou em formação, com a mesma intenção de compra que você e comece a pagar os valores mensais.

A administradora cuida do dinheiro recebido dos consorciados todos os meses, aplicando em um fundo de poupança comunitário e sempre que atinge o valor de compra da moto de interesse do grupo, realiza sorteios.

Normalmente, esses sorteios acontecem mensalmente entre os participantes onde um deles sai contemplado.

Além dos sorteios os consorciados podem ser contemplados através dos lances, que funcionam como nos leilões.

Os participantes oferecem lances e, o maior valor é contemplado com a carta de crédito.

Esse valor dado no lance é abatido nas parcelas restantes e o consorciado recebe a carta de crédito para comprar sua moto.

Com a carta de crédito em mãos, um documento que serve para a garantia de compra, eles podem sair e comprar o veículo desejado em qualquer lugar.

Ao entregar a carta de crédito para o vendedor, este poderá entrar em contato com administradora e então receber o valor diretamente dela.

Como faço para participar de um consórcio de motos?

Para participar de um consórcio de moto basta entrar em grupo que os participantes estejam interessados em um modelo específico de moto e nesse caso é preciso verificar se quando for contemplado poderá comprar outro modelo se mudar de ideia.

Outra possibilidade é optar por grupos que têm um valor de carta de crédito, mas, que não determina um modelo a ser adquirido.

Ele permite um pouco mais de flexibilidade.

É preciso avaliar qual o valor da carta de crédito que será disponibilizada, taxa de administração cobrada e se as parcelas cabem no seu bolso.

Para participar de um grupo é preciso assinar um contrato que especifica todas as cláusulas do consórcio de motos.

Quais documentos necessários para fazer um consórcio?

Geralmente, os documentos necessários para participar de um consórcio de motos são aqueles mais simples.

Por se tratar de uma linha de crédito onde não existe muita burocracia.

Na maioria dos casos são exigidos CPF, RG, comprovante de residência e comprovante de renda.

Pode ser que a administrado solicite mais algum documento a seu critério.

Mas no geral é preciso apenas alguns documentos para fazer a assinatura do contrato.

Como escolher o melhor consórcio de moto?

Para que você possa fazer um bom negócio e consiga escolher o melhor consórcio de moto o primeiro passo é avaliar com atenção a sua situação financeira e verificar se poderá arcar com os custos até o final do prazo previsto.

Isso é importante porque, em caso de inadimplência há o risco de ser excluído do grupo.

Além disso é importante que você pesquise quais são as opções disponíveis no mercado e verifique a reputação dessas empresas.

Para conhecer a reputação das empresas é possível buscar informações na internet e com pessoas que já utilizaram algum serviço da empresa para saber mais sobre ela.

Avalie com atenção também as taxas administrativas aplicadas por cada uma das empresas pesquisadas.

Existem mais algumas dicas que podem lhe ajudar a escolher o melhor consórcio de moto, por exemplo, verificar o fundo de reserva da empresa e verificar se o seguro já está incluso no valor das parcelas, ou se será necessário pagar os valores referentes a esses serviços separadamente.

É importante estar atento a esses detalhes, pois, eles poderão encarecer consideravelmente a mensalidade.

Além disso, procure ler com muita atenção o contrato antes de assiná-lo e se tiver qualquer dúvida a esclareça antes.

Outra coisa importante na hora de escolher o melhor consórcios de moto é a realização de simulações.

Elas ajudam o cliente a ter uma ideia de escolha do plano mais acessível aos seu orçamento, uma vez que ela mostra o valor e o número de parcelas para cada plano.

A maioria das empresas oferecem essa possibilidade em seu site, especialmente aquelas especializadas em consórcio de motos, como é o caso do consórcio Honda que disponibiliza um simulador em sua plataforma digital.

Qual o valor das parcelas e tempo de duração do consórcio?

Isso pode variar bastante, as parcelas, também chamadas de cotas tem o valor estabelecido de acordo com o bem que pretende ser adquirido, tempo de duração do consórcio e taxa de administração.

Além disso, pode haver reajustes anuais.

É possível encontrar grupos com valores de cotas bastante diferentes e com duração bem distintas.

Para se ter uma ideia, existe no mercado consórcios de moto em 36 meses até aqueles que chegam a 72 meses.

Algumas empresas também oferecem consórcios em 12 vezes, especialmente quando a intenção de compra é para veículos usados.

Sim, é possível fazer um consórcio de moto usada.

Para isso, basta procurar por uma empresa que ofereça uma carta de crédito com o valor necessário para a compra do veículo, ao invés de buscar por uma empresa que ofereça planos para a compra de um modelo específico.

Quais são as empresas que oferecem consórcio de moto?

É muito comum encontrar consórcios de moto realizados diretamente por montadoras, um bom exemplo disso são os:

  • Consórcio de moto Yamaha;
  • Consórcio Honda motos;
  • Consórcio Kawasaki;
  • Consórcio Suzuki motos;
  • E mais.

No entanto, além dos consórcios realizados pelas montadoras existem outras empresas que oferecem esse tipo de serviço, por isso, é importante que você realize uma vasta pesquisa sobre o assunto.

Depois de saber como fazer um consórcio de moto e conhecer as informações mais importantes sobre o assunto, será muito mais simples escolher uma boa empresa e contratar um serviço sério e de qualidade.

*Este texto é de conteúdo editorial e não garante a comercialização deste produto nesse site.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *