Como funciona o consórcio de casa

O consórcio de casa é uma forma de adquirir um imóvel pagando por ele de forma parcelada e sem juros. Veja como funciona e quais são as regras para ter esse produto.

Quem deseja comprar um imóvel muitas vezes encontra dificuldade devido ao alto valor e o consórcio da casa pode ser uma maneira de resolver essa questão.

Por muito tempo a maneira mais buscada para adquirir um imóvel por quem não tinha o valor total era fazer um financiamento.

A pessoa contratava o financiamento, a instituição financeira emprestava o dinheiro para a pessoa comprar a casa e depois ela tinha que ficar pagando parcelas mensais por até 30 anos.

Essa era uma maneira rápida de conseguir comprar o novo lar, mas, devido aos juros altos e o tempo de pagamento desagradava a algumas pessoas.

O consórcio de casa é uma forma de pagar de maneira parcelada por esse bem, só que possui algumas regras diferentes e que poderão ser entendidas nesse artigo.

Como funciona o consórcio de casa

O que é o consórcio de casa?

O consórcio é uma forma de adquirir um imóvel pagando por ele parcelado, mas, as regras são bastante diferentes de um financiamento.

Nesse caso a pessoa precisa procurar uma instituição que seja administradora de um grupo de consórcio.

A pessoa que for aderir ao serviço entrará em um grupo que é formado por pessoas que possuem o mesmo objetivo, comprar um imóvel.

Nesse caso é preciso pagar um valor mensal de acordo com o custo de bem que pretende adquirir e número de parcelas.

Todo o valor pago no consórcio da casa é colocado em uma espécie de poupança que renderá durante a vigência do contrato.

Essa poupança é usada para que as pessoas contempladas possam usar para pagar pela sua casa.

O que é a contemplação?

Os associados pagarão o consórcio por um período que pode chegar a 180 meses e durante esse tempo todos os meses será sorteado pelo menos um participante do grupo para receber a carta de crédito.

Essa carta permite que a pessoa compre o imóvel no valor estipulado e faça o pagamento com ela.

Mesmo após ser contemplada a pessoa precisa continuar pagando o consórcio até que termine o contrato que foi feito.

Há também outra maneira de ser contemplado, nesse caso é preciso que a pessoa dê um lance. O lance consiste em disponibilizar uma quantia em dinheiro para quitar parte das parcelas restantes. Quem oferecer o maior lance leva a carta.

Se o lance não for aceito a pessoa recebe o valor de volta.

Como é usada a carta de crédito?

A pessoa não receberá o dinheiro do imóvel, mas, a carta de crédito que pode ser utilizada.

A administra deve ser informada sobre a compra do imóvel e o proprietário recebe a carta como uma forma de garantia. A empresa deposita o dinheiro na conta do vendedor para que a transação possa ser finalizada.

E se o imóvel tem um valor maior do que a carta de crédito?

Nesse caso o consorciado pode dar a carta de crédito para quitar parte do valor e fazer o pagamento do restante de forma particular.

Já se a carta tiver um valor maior, o dinheiro restante pode ser usado para quitar valores de IPTU e o registro do imóvel.

Posso comprar qualquer imóvel com o consórcio da casa?

É possível comprar um terreno, apartamento ou casa desde que esse esteja regularizado e com a documentação em dia.

Existe taxa de juros no consórcio de casa?

Não. Essa é uma dos atrativos para quem está buscando uma forma de comprar o seu imóvel. Apesar disso, os consorciado pagam a taxa de administração para a empresa que cuida dos fundo e todo ano pode haver reajuste de valor com base nos valores dos materiais de construção e outros.

É muito burocrático para entrar no consórcio?

Esse é um procedimento sem grandes complicações. É preciso apenas procurar uma instituição que ofereça o serviço e encontrar um grupo que esteja em andamento ou em formação para participar.

Não é preciso de muitos documentos para entrar em um consórcio de casa, porém, o problema pode ser para receber a carta de crédito após a contemplação. Nesse caso são exigidos vários documentos, entre eles a comprovação de renda.

Como pago pelo consórcio?

É preciso pagar um valor mensal pelo consórcio de acordo com as regras estipuladas no contrato.

Uma possibilidade é usar o fundo do FGTS para quitar parte do valor. Para se ter uma ideia mais de R$ 820 milhões do FGTS já foram utilizados me consórcios nos últimos 8 anos.

O que acontece se eu atrasar as parcelas?

Se o atraso for por um período curto é possível regularizar a parcela que está em atraso pagando o valor com juros e multa.

Caso o atraso permaneça por um período maior e não seja possível entrar em um acordo com a administradora a pessoa pode ser excluída do consórcio.

Nas situações em que a pessoa inadimplente já tiver sido contemplada o problema pode ser ainda maior. A administradora pode entrar com uma ação judicial para recuperar o imóvel e vende-lo para pagar os custos.

Como escolher uma administradora para o consórcio de casa?

A primeira coisa é verificar se a empresa possui autorização do Banco Central (BC) para atuar com esse tipo de serviço. Junto com a instituição é possível observar o número de reclamações que cada uma das instituições possui.

Além disso, faça uma pesquisa de mercado para saber a opinião de outros clientes e verificar quais oferecem as melhores condições.

Quando o consórcio de imóvel é recomendado?

O consórcio é recomendado para quem deseja comprar um imóvel e não tem pressa, pois a contemplação pode demorar para ocorrer.

Ele também é válido para quem deseja comprar o bem de forma parcela e não quer pagar juros altos como ocorre no financiamento.

O consórcio também tem sido usado como um investimento no futuro.

Quem tem dificuldade em guardar dinheiro também pode recorrer ao consórcio, assim, a administrado pode cuidar desse bem e a pessoa passa a ter a responsabilidade de pagar mensalmente.

Agora já saber bastante sobre o consórcio de casa e pode planejar a compra do seu próximo imóvel.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *