Cote um seguro de vida online!

Em menos de cinco minutos você estará avaliando propostas com os melhores corretores do país!

Entenda como funciona um seguro de vida em grupo.

Um seguro de vida em grupo é mais frequentemente contratado por empresas, por essa razão seu valor costuma ser inferior ao seguro de vida individual. Com ele, o contrato é realizado entre empresa e seguradora, mas cada funcionário tem em sua apólice seus familiares como segurados.

Entenda como funciona um seguro de vida em grupo e tire suas principais dúvidas sobre o serviço.

Como funciona o seguro de vida em grupo - Tire suas dúvidas!
Imagem: Getty Images

Contratando o Seguro de Vida em Grupo

O mais usual desse tipo de serviço é ser contratado por empresas públicas ou privadas para seus funcionários, como uma forma de benefícios oferecidos a eles. Assim, a apólice é em nome dos familiares informados, mas o pagamento é realizado pela empresa que o contratou e não pelo funcionário.

Mas o seguro de vida em grupo tem os mesmos benefícios que seguros de vida individual, ou seja, a apólice pode ser usada em casos explicitados em contrato, e não apenas para caso de morte do beneficiário. Para ter acesso a todos os benefícios oferecidos é preciso identificar o seguro contratado e as coberturas escolhidas.

De maneira geral, há limites no número de vidas para contratar o seguro, que pode variar de acordo com a seguradora escolhida. Os funcionários que fazem parte do contrato devem ter entre 14 e 65 anos, estarem com a saúde em boas condições e com a atividade profissional sendo exercida.

E, além disso, podem existir regras específicas de acordo com a seguradora escolhida, sendo necessário estar explícito os termos para inclusão de novos segurados no contrato assinado por ambas as partes. Por sua vez, o segurado deve informar a existência de doenças anteriores ao contrato estabelecido.

Vale ressaltar que esse tipo de seguro de vida pode ser contratado por empresas dos mais diversos tamanhos e segmentos, além de instituições como clubes, associações e sindicatos também entrarem no grupo. O único pré-requisito para a contratação de um seguro de vida em grupo é a existência de CNPJ por parte de quem contrata.

O valor da apólice também deve ser estipulado em contrato, assim como os valores referentes a cada cobertura e os casos em que ele será realizado. Vale ressaltar ainda que a adesão do seguro de vida em grupo não é obrigatória por parte dos funcionários, principalmente nos casos de pagamento com contribuição.

O pagamento do seguro de vida em grupo

Na maioria dos casos, o pagamento do seguro é realizado pela empresa, que arca com as despesas acerca do contrato, efetuando o pagamento juntamente com a seguradora por cada vida em que o contrato foi realizado.

Mas existe a possibilidade de contribuição do trabalhador. Nesses casos, o funcionário paga parte do valor do seguro e a empresa fica com outra parte. No entanto, o valor que incube ao trabalhador é descontado em folha de pagamento, uma vez que o valor deve ser repassado para a seguradora por quem realizou o contrato, ou seja, a empresa.

Vale ressaltar ainda que o valor pago por cada funcionário pode variar de acordo com a idade dele, quanto mais velho maior é o custo do seguro de vida para grupo empresarial. Além disso, as coberturas também se diferenciam, seja pela idade ou por condições de saúde pré-existentes.

E, se o Seguro de Vida Individual a vigência é enquanto o pagamento é realizado, para o seguro de vida em grupo o prazo é determinado em contrato. De maneira geral, a vigência tem um ano de duração, podendo ser realizado um novo contrato a cada ano. Porém, existem seguradoras que oferecem prazos maiores, podendo ir até quatro anos, por exemplo.

Utilizando o Seguro de Vida em Grupo

As coberturas básicas do seguro de vida com planos para grupos são:

  • Cobertura em caso de invalidez total ou parcial;
  • Cobertura por morte acidental ou natural;
  • Indenização para a empresa em caso de demissão do funcionário;
  • Pagamento de diárias ao trabalhador por incapacidade de realizar a atividade de forma temporária.

Essas coberturas, e possíveis outras, devem ser consultadas com a equipe de Recursos Humanos da empresa, que tem o contrato com todas as coberturas oferecidas.

Para utilizar o seguro de vida para grupos, quando alguma das coberturas descritas em contrato ocorrer, é necessário que a empresa seja informada. Afinal, ela, enquanto contratante, deve fazer o contrato com a seguradora para que a indenização seja realizada.

familia reunida na cozinha, pai, mãe e duas filhas
Sua paz de espírito é valiosa. Cote já o seu seguro de vida e invista em um futuro seguro.

É importante ainda ressaltar que o seguro de vida em grupo não é considerado uma herança. Assim, em casos de morte acidental ou natural os beneficiários não precisam incluir o valor para a realização de inventários ou usá-lo para quitar dívidas deixadas pelo falecido.

Avalie este post

Quer saber mais? Veja Também!

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *