Como funciona o seguro para agronegócios

O seguro para agronegócios abrange diversos campos da agricultura e pecuário. Veja de que maneira ele pode ajudar os produtores e o que oferece.

O setor de agronegócios no Brasil é fundamental para alimentar a população e movimentar a economia.

Uma prova disso é o valor da safra em janeiro de 2019 que foi de R$ 372,07 na agricultura e R$ 192,24 na pecuária.

Os produtores pequenos, médios, grandes ou familiares são os que garantem que continue a existir esse setor, porém, estão expostos a muitos riscos.

Por conta disso, o seguro para agronegócios tem sido uma solução para ajudar com os imprevistos.

O que é o seguro para agronegócios?

O seguro para agronegócios é também chamado de seguro agrícola ou seguro rural e visa proteger o produtor de fenômenos naturais adversos e outros imprevistos.

Se houver algum acontecimento que o faça perder a produção, por exemplo, uma geada, ele pode recuperar o capital investido e assim minimizar os prejuízos.

É possível contratar o seguro rural para qualquer produtor e localidade?

Não. Esse seguro é disponibilizado apenas a produtores rurais que estejam em regiões consideradas economicamente viáveis.

Para saber dessa viabilidade é utilizado o Zoneamento Agrícola de Risco Climático (ZARC) da cultura e da cidade.

Ele visa avaliar se existem condições de solo e clima para que seja feita uma plantação no local ou a criação de animais.

São levadas em considerações estudos de curto, médio e longo prazo.

Os pequenos produtores também utilizam o seguro para agronegócios?

Normalmente esse tipo de seguro é utilizado por médios e grandes produtores, os pequenos muitas vezes preferem optar por programas de governo para pagamento do custeio agrícola.

Entretanto, essa é uma escolha que cabe ao produtor podendo ele escolher entre ambos.

Quais costumam ser as coberturas básicas para o seguro?

As coberturas mais comuns são para incêndio, raio, ventos fortes, granizo, chuva excessiva, seca, geada, tromba d’água e variação excessiva de temperatura.

Algumas seguradoras oferecem coberturas adicionais que podem ser contratadas conforme a necessidade de cada produtor.

Quais são as modalidades do seguro para agronegócios?

As modalidades são criadas de acordo com o tipo de produção ou finalidade de reparação dos danos. Dentre algumas ofertadas pelas seguradoras temos:

  • Grãos
  • Pomar
  • Horta
  • Cafezal
  • Maquinas agrícolas
  • Agricultura familiar
  • Produtor rural
  • Agrícola faturamento
  • Florestas
  • Penhor rural
  • Custeio agrícola

Como funciona o seguro para agronegócios?

O produtor faz a contratação do seguro junto a uma seguradora que ofereça o tipo de produto que ele está buscando.

Na apólice estarão estabelecidas todas as regras de funcionamento do seguro, incluindo valores.

Se ocorre algum sinistro com a produção durante o período que ela estiver coberta, por exemplo, um vendaval levar a perda de tudo o que estava sendo produzido, o seguro pode ser acionado.

Quando isso acontece a seguradora faz uma análise da situação e realmente havendo as perdas, o produtor recebe uma indenização pelas perdas.

Um ponto de atenção é que o segurado precisa arcar com o custo da franquia que estará estabelecido na apólice.

Quais as vantagens em optar pelo seguro agrícola?

  • Estabilidade financeira para o produtor até a próxima colheita
  • Valor acessível
  • Estímulo a adoção de novas tecnologia para impulsionar a produção
  • Geração de empregos no campo
  • Possibilidade de receber o valor do prejuízo em dobro

Quais seguradoras oferecem o seguro para agronegócios?

São várias as seguradoras no mercado que oferecem esse tipo de produto, porém, as coberturas podem ser variadas entre eles, assim como ao que se destina.

Dentre algumas delas estão a Porto Seguro, Mapfre e BB Seguros.

Depois de entender um pouco mais sobre o seguro para agronegócio, entre em contato com o seu corretor para saber como aderir e proteger melhor a sua produção.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *