Como é paga a indenização em caso de leasing?

| Autor: Jeniffer Elaina

Você está pensando em contratar um seguro auto, mas antes quer saber como é paga a indenização em caso de leasing? Então acompanhe este artigo e descubra como esse serviço funciona para carros arrendados.

Independentemente do modelo do veículo ou como ele tenha sido adquirido, atualmente contar com um seguro auto é fundamental.

No entanto, existem algumas situações em relação ao veículo que podem promover alterações nas condições do seguro.

Neste artigo, explicaremos melhor o que é o leasing, como o seguro auto funciona para esse tipo de financiamento e como é paga a indenização em caso de leasing, tanto a parcial como a integral.

Acompanhe e tire suas dúvidas sobre o assunto.

Como é paga a indenização em caso de leasing?

Entenda o que é o leasing

O leasing é uma opção de financiamento de carros em que a instituição financeira empresta o veículo para o cliente em troca de uma remuneração.

Muitas pessoas, tanto físicas como jurídicas procuram por esse tipo de financiamento atualmente.

As parcelas devem ser divididas em, no mínimo, 24 meses e o veículo é totalmente pertencente à empresa nesse período.

No final do leasing, o cliente pode terminar de pagar o carro pelo valor previamente contratado, renovar o contrato ou devolver o bem à instituição.

O seguro auto é obrigatório nos casos de leasing?

Pelo carro pertencer à instituição financeira durante o período de financiamento, é obrigatório a contratação de seguro, pois, caso o veículo seja roubado ou sofra perda total, a empresa precisa pelo menos quitar o veículo.

Como é paga a indenização em caso de leasing?

O dinheiro da indenização do seguro vai direto para a empresa que possui o automóvel.

Por isso, a indenização quita a dívida do cliente. Ou seja, caso o veículo arrendado sofra perda total, a indenização é paga a instituição financeira.

Em algumas situações o financiamento em aberto leasing pode ser de até 100% do valor da indenização promovida pelo seguro.

No entanto, em alguns casos, quando o financiamento está mais próximo do fim, pode ser que o leasing fique em um valor menor que 100% da indenização do seguro.

Nestes casos, o saldo da indenização é repassado para o cliente pela própria instituição financeira e não pela seguradora.

Portanto, durante o leasing, as indenizações devem ser pagas para a empresa, que depois acertará com o cliente as pendências.

Exemplo de indenização em caso de leasing

Para que você entenda melhor como é paga a indenização em caso de leasing preparamos um exemplo simples, acompanhe:

Vamos imaginar que você realizou um leasing de R$ 40 mil para a compra de um carro que custa R$ 60 mil, de acordo com a tabela FIPE.

Neste caso você financiou um valor menor que o de 100% do veículo.

Você já pagou R$ 15 mil ao banco e, consequentemente ainda deve R$ 25 mil.

Caso você sofra um sinistro de perda total, o banco receberá a indenização do seguro no valor de R$ 60 mil.

Como você ainda deve R$ 25 mil, a instituição financeira retirará o valor correspondente a sua dívida e repassará o saldo da indenização a você.

Ou seja, neste caso você receberá uma indenização de R$ 35 mil.

Fique atento

Em novembro de 2018 o STJ – Superior Tribunal de Justiça definiu que as instituições financeiras não poderão mais cobrar prestações de veículos arrendados, quando estes são roubados ou furtados.

Segundo o STJ, isso não pode acontecer porque nestes casos a financeira deixa de disponibilizar o veículo ao arrendatário, o que caracterizaria enriquecimento sem causa para os bancos.

Agora que você sabe como é paga a indenização em caso de leasing não haverá mais dúvidas sobre o assunto.

Mas se você ainda quiser saber algo sobre seguro auto, o mais recomendado é que procure um corretor de confiança e peça todas as informações necessárias.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *