25% dos bilionários do Brasil são do setor de finanças e investimentos

Um a cada quatro bilionários do Brasil vem do setor de finanças e investimento. Eles somam uma fortuna inimaginável. 

Pensar que existem pessoas que reúnem fortunas de bilhões é imaginar um número bastante grande. Essa é uma realidade que cada vez tem brasileiros se juntando a esse seleto grupo.

Na verdade, eles são todos bons no mundo dos negócios e souberam fazer investimentos certos. É claro que essa fortuna não surgiu de repente, na maioria dos casos existem anos de dedicação e trabalho árduo.

Segundo pesquisa publicada no blog Betway Insider, no mundo existem 2.775 bilionários que estão espalhados por 70 países. A maior parte deles se concentra nos Estados Unidos e China. Um fato que chama a atenção é que boa parte deles são do setor de tecnologia.

Quando olhamos o Brasil, esse cenário é um pouco diferente. Os bilionários do Brasil, na maior parte, são do setor de finanças e investimentos.

25% dos bilionários do Brasil são do setor de finanças e investimentos

Imagem: Pixabay

O perfil dos bilionários do Brasil

O Brasil realmente é um país único, até mesmo quando se trata dos que possuem as maiores fortunas. 

Segundo a Forbes, em 2021, mais 42 nomes entraram para a lista dos bilionários no país. Um dos fatos que fez com que novos nomes aparecessem no ranking foi a abertura de capital de muitas empresas. 

Olhando apenas o setor de finanças e investimento, esse concentra 25,8% dos bilionários do país, conforme o estudo da Betway, site de caça níqueis online. Na sequência, aparece o setor de bebidas e alimentos (16,8%) e moda, varejo e atacado (11,3%).

Olhar a fortuna dessas pessoas de forma individual chama a atenção, mas somadas, elas acumulam cerca de R$ 1,9 trilhão no primeiro semestre deste ano. A tendência é que ela continue crescendo.

Quando olhamos os novos bilionários do ano, o setor de atuação deles é diversificado. Marcelo Rodolfo Hahn tem participação na Blau Farmacêutica. Israel Fernandes Salmen tem participação na empresa de cashback Méliuz. Já a Metalúrgica Schulz trouxe três nomes para a lista: Gert Heinz Schulz, Waldir Carlos Schulz e Ovandi Rosenstock.

Os bilionários do setor de investimento e finanças 

Desde de 2019, o setor de finanças e investimento vem liderando com o maior número de bilionários do Brasil. Em 2019, eram 48 pessoas, no ano seguinte passou para 41 e agora em 2021 voltou a crescer com 43 integrantes.

Veja alguns dos nomes que ocupam uma posição no ranking e quais são os investimentos que possuem.

  • Jorge Paulo Lemann – com um patrimônio de R$ 96,50 bilhões é acionista do Banco Garantia, Brahma;
  • Marcel Herrmann Telles – sua fortuna de cerca de R$ 64,50 bilhões também vem do Banco Garantia e Brahma;
  • Carlos Alberto da Veiga Sicupira e família – outro grupo de pessoas com patrimônio oriundo do Banco Garantia e Brahma;
  • André Santos Esteves – ele possui investimentos no Banco Pactual e tem cerca de R$ 39,50 bilhões;
  • Vicky Sarfati Safra – a família Safra faz parte dessa lista há algum tempo por conta do Banco Safra e possui R$ 37 bilhões;
  • Alexandre Behring da Costa – ele reuniu um patrimônio de R$ 36,50 bilhões por conta da 3G Capital;
  • Jacob Safra, David Safra, Alberto Safra e Esther Safra – outros membros da família Safra possuem cerca de R$ 35,50 bilhões;
  • Pedro Moreira Salles – possui investimentos no Unibanco/CBMM e R$ 14 bilhões;
  • Guilherme Dias Fernandes Benchimol – conseguiu sua fortuna com a XP Investimentos e soma R$ 13,6 bilhões;
  • Fernando Roberto Moreira Salles, Walther Moreira Salles Junior e João Moreira Salles – outros nomes relacionados ao Unibanco/CBMM com R$ 13,5 bilhões;
  • André Street e Eduardo Cunha – em relação a Stone, eles reúnem cerca de R$ 11,5 bilhões cada.

Os bilionários do Brasil estão aumentando e suas fortunas vêm crescendo junto com eles. O setor de finanças e investimentos tem se mostrado muito atrativo para quem deseja investir e demonstra que ainda existe potencial para novos negócios.

Empresas que até poucos anos atrás não existiam, já tornaram seus investidores bilionários e integrando uma lista que poucos fazem parte.

Com a crise econômica e mudanças no cenário mundial, agora vamos esperar para ver a lista do próximo para saber se os bilionários do Brasil que continuam liderando serão do mesmo setor. O que você acha?

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *