Quer levar o pet na viagem de fim de ano? Saiba como carregá-lo no carro sem ganhar multas

Cuidar da segurança do pet na viagem de fim de ano também ajuda a evitar multas de trânsito. Veja como carregá-lo e garantir que sua viagem seja tranquila.

Quem tem animal de estimação sabe que eles são parte da família e se a ideia é viajar no final de ano, é preciso levá-lo junto.

Porém, para levar o pet na viagem não basta apenas verificar se o hotel hospeda o animal, é preciso pensar em como ele será transportado durante todo o trajeto.

Por mais que possa ser melhor deixá-lo solto dentro do carro para que ele se movimente, isso pode colocá-lo em risco e a todos os ocupantes.

Sem falar que, conforme a maneira que transporta o seu animal, pode ter o seguro auto invalidado. Como existe uma legislação que especifica a forma correta de transportar os pets, se descumprir as regras deixa de ter direito a indenização dos seguro.

Você não vai querer correr esse risco de sofrer um sinistro e ter a indenização negada por não cumprir com as regras e arcar com um prejuízo grande.

Quer levar o pet na viagem de fim de ano? Saiba como carregá-lo no carro sem ganhar multas

Se não quer ter problemas com a Polícia Rodoviária Federal, receber multas por descumprir algumas regras ou ficar desamparado pelo seguro, veja a forma correta de levar o seu bichinho.

Saiba levar o pet na viagem de fim de ano de forma correta

Cuide de possíveis enjoos

Assim como as pessoas, alguns animais também passam mal durante a viagem e, por isso, não gostam de andar de carro.

Se esse é o caso do seu pet, é preciso começar a preparação com antecedência. Visite o veterinário para que ele possa tomar algum medicamento que evite o problema e cuida da alimentação.

Evite que o animal coma, pelo menos, duas horas antes de começar a viagem.

Mantenha o animal calmo

Outra ajuda com medicamentos é conseguir manter o animal calmo. Muitos ficam agitados durante a viagem. Principalmente, se ela for extensa, eles se tornam inquietos.

Se esse é o caso do seu pet, converse com o veterinário se existe um calmante que ele possa tomar e assim tornar o passeio mais tranquilo.

Habitue o animal com o carro

O seu pet pode ter medo de andar de carro ou não estar habituado e, ao entrar no veículo, é possível que fique irritado ou inquieto.

Antes de pegar a estrada, é preciso que ele esteja acostumado com o ambiente e familiarizado com ele.

Comece com pequenos passeios, nos quais o animal possa entender o que está acontecendo e se habitue com a situação. Ter brinquedos que ele goste no carro pode ajudar bastante.

Leve a carteira de vacinação

O animal precisa estar saudável e com as vacinas em dia para viajar e muitos hotéis vão exigir a carteira de vacinação do pet.

Por isso, veja se ela está em dia e, se possível, também leve um atestado do veterinário, pois isso pode evitar muita dor de cabeça.

Faça paradas durante a viagem

Nada de querer chegar rápido no destino e ficar horas sem parar. Primeiro que o motorista fica cansado e isso aumenta o risco de acidentes e depois que o animal precisa dessa pausa.

Faça pequenas paradas a cada duas horas, pois dessa forma o pet poderá fazer as suas necessidades, esticar as pernas e tomar um pouco de água.

Deixe seu pet seguro

Quer levar o pet na viagem de fim de ano? Saiba como carregá-lo no carro sem ganhar multas

A legislação de trânsito estabelece normas para transportar os animais no carro e ela diz que eles não podem estar nas partes externas do veículo, à sua esquerda, entre os braços ou pernas do motorista.

Assim como as pessoas, eles precisam estar presos com cintos de segurança. Na verdade, existe mais de uma maneira desse transporte ser feito de forma segura.

A caixa de transporte é uma das opções, porém, ela deve ser adequada ao tamanho do pet e estar presa dentro do veículo.

O cinto de segurança é outra opção, porém, eles precisam se adequados para o animal. Use um cinto que seja preso pelo peitoral e não pelo pescoço e o fixe no cinto de segurança do veículo.

As cadeirinhas são também usadas. Assim como as infantis, existem algumas destinadas aos animais. Essas são comuns para os pets de pequeno e médio porte e devem ser colocadas no banco traseiro. O pet deve ficar preso por um cinto.

Seguindo essas dicas, é possível levar o pet na viagem de fim de ano sem que ele se sinta desconfortável e sem que você precise se preocupar com a segurança ou em pagar multa.

Ah, não se esqueça de fazer a revisão do carro e garantir seu seguro auto, pois de nada adianta cuidar do seu pet se seu carro não estiver bem protegido e cuidado.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *