Como funciona o novo seguro auto popular?

Compartilhe em suas redes:

Foi aprovado recentemente o seguro auto popular, que é mais barato do que o seguro normal, pois permite o uso de peças usadas no conserto de carros. Um dos fatores que mais encarece o seguro é a reposição de peças.  Em caso de batidas leves, as seguradoras eram obrigadas utilizar apenas peças novas para reposição, o que faz o preço do seguro aumente. Agora, com o seguro auto popular, essa questão muda.

As peças usadas virão de empresas de desmontagem, que seguem a lei do desmanche desde 2014. Mas os consertos que envolverem itens de segurança, como air bag, sistema de freios, suspensão e cintos de seguranças só poderão ser feitos com peças novas. De Acordo com a Susep, existe um sistema de cadastro para garantir que as peças sejam legais e estejam em bom estado.

De acordo com o Diário Oficial do União, uma das normas desse seguro é que a cobertura mínima deverá compreender a garantia de indenização por danos causados ao veículo por colisão, ou seja seja, terá que cobrir danos parciais ao veículo ou em casos de perda total sendo vedada a oferta de cobertura que preveja apenas a indenização integral por colisão, ou seja, seguros que cubram somente a perda total, sem cobrir perdas parciais que são as colisões leves.

Esse seguro é interessante, pois reutiliza peças que seriam descartadas ainda em bom estado. O meio ambiente agradece qualquer forma de reutilização, pois gera menos lixo.  Para o consumidor também vale a pena, afinal o preço fica muito menor. Quem não conseguia pagar pelo seguro, agora terá uma oportunidade.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:


Compartilhe em suas redes:

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *