O CEO da Smartia diz que o segredo do negócio é inovar e não desistir

3 de novembro de 2015

Rodrigo Caixeta, CEO da Smartia

Formado em computação pela PUC-GO e Mestre em ciências da computação pela UFRJ, Rodrigo Caixeta saiu de Goiás e veio para o Rio de Janeiro. Trabalhou como arquiteto de software até 2000 e logo depois, entrou para a área de seguros. Passou a ser corretor e a entender melhor sobre esse mercado, até que chegou a conclusão de que a corretagem poderia ter um modelo mais prático para os clientes.

Ele percebeu que, para muitos consumidores, o momento da contratação do seguro era cheio de incertezas, desde a cotação até a avaliação da cobertura. Por isso, Caixeta se uniu ao seu sócio Guillermo Reid, que era um colega de trabalho e resolveram criar a Smartia, uma corretora de seguros online, onde qualquer pessoa pudesse cotar o seu seguro, sem sair de casa e escolher o melhor preço oferecido. É uma forma clara, rápida e prática de oferecer um serviço. O portal atendeu a demanda do mercado, que clamava por algo inovador nessa área e quebrou paradigmas por oferecer um serviço online que ainda não existia. Caixeta enxergou para onde a tecnologia caminhava no mundo e não teve medo de arriscar em propor algo que acompanhasse essa mudança.

A Smartia aproximou o cliente final do processo de compra e atraiu grandes seguradoras do mercado como Bradesco Seguros, Tokio Marine, HDI e outras.

A Smartia já aplicou seu posicionamento no mercado e alcançou mais de 80% do território nacional, o que era um objetivo inicial. A ideia do Caixeta, diretor presidente da empresa, é continuar inovando nesse setor com parcerias estratégicas e novas formas de atendimento online para que o cliente se sinta mais seguro e confortável em fechar o seguro pela internet.

A palavra que define o CEO da Smartia é perseverança, porque ele acredita que tudo é possível se você tentar mais uma vez. Parece banal, mas essa certeza é o que faz com que Caixeta se empenhe tanto no que faz. O desafio da empresa é ser a maior corretora de seguros massificados do Brasil até 2022 e, se depender do Rodrigo Caixeta, as chances são grandes.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *