Por que é hora de fazer um seguro?

 

Photo by © John Early/Transtock/Corbis

Photo by © John Early/Transtock/Corbis

O Brasil está passando por uma crise econômica e quem mais sofre as consequências é a população.  Pelo que tudo indica, a crise está longe de acabar e tendo isso em vista, precisamos tomar alguns cuidados. O primeiro passo é diminuir o consumo em geral, o segundo é se precaver, pois qualquer gasto extra pode sair do controle acabar se tornando um problemão, afinal, todo mundo está apertado.

Se você ainda não tem um seguro, esse é um bom momento para fazer um. Os preços ainda não subiram, a procura está começando a ser maior e qualquer coisa que aconteça, você estará seguro. É importante fazer seguro do carro, de saúde, de aparelhos eletrônicos e até da casa. Nesse período de crise, aumenta também o índice de roubos, portanto é preciso estar atento e tomar as providências necessárias. Nesse momento de incertezas, o mercado de seguros tem que cumprir o papel social de proteger o patrimônio das pessoas e as corretoras estão aí para melhorar essa relação entre seguradora e cliente. É hora de seguradoras e corretores alinharem mais os interesses para que o cliente saiba exatamente do que precisa e sinta-se mais seguro.

O medo da perda do emprego cresce, pois o país corre o risco de apresentar um dos índices mais baixos de desemprego. O Brasil fechou o segundo trimestre com taxa de desemprego geral da economia de 8,3% de acordo com  Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O executivo destaca que tanto organizações, empresas ou pessoas físicas devem manter em vigor as apólices que garantem seu patrimônio e de sua família.

Como foi abordado no post anterior aqui do blog, o mercado de seguros está em alta porque muita gente está se preocupando em manter a segurança antes de qualquer coisa. É importante ter uma base ou um apoio no momento de crise. Por isso, a melhor hora para fechar um seguro é agora, porque corre o risco dos preços subirem em um curto espaço de tempo.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *