As 50 vias mais fatais de São Paulo, de acordo com a CET

As 50 vias mais fatais de São Paulo, de acordo com a CET

SÃO PAULO – Um estudo realizado pela CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) mostra que 1.152 pessoas foram vítimas fatais de acidentes de trânsito em 2013 na cidade de São Paulo.

O Relatório Anual de Acidentes de Trânsito Fatais de 2013 mostra ainda as vias que contabilizaram maior número de mortes de trânsito. Do total, 383 acidentes fatais ocorreram em uma dessas ruas e avenidas.

No topo da lista, a Marginal Tietê foi eleita a mais perigosa em 2013, segundo dados da CET. Durante o ano, a via registrou um total de 39 mortes, sendo 10 pedestres, oito motoristas e passageiros e 21 motociclistas. Em 2012, ela tinha registrado 49 mortes.

Em seguida aparece a Marginal Pinheiros, com 24 mortes, a Av. Sen. Teotônio Vilela, na Zona Sul, com 20 mortes, Estrada de M’Boi Mirim, Zona Sul, com 19 mortes, e, completando as cinco vias mais perigosas, está a Av. Sapopemba, na Zona Leste, com um total de 17 vítimas. Confira abaixo as 50 avenidas e ruas com mais acidentes de trânsito fatais:

1. Marginal Tietê – 392. Marginal Pinheiros – 243. Av. Sen. Teotônio Vilela – 204. Est. M’Boi Mirim – 195. Av. Sapopemba – 176. Av. Nsra do Sabará – 107. Av. Raimundo P. de Magalhães – 128. Av. Aricanduva – 99. Av. Guarapiranga – 910. Av. José Pinheiro Borges – 1011. Av. Dona Belmira Marin – 812. Av. Jacu-Pêssego/Nova Trab. – 813. Av. Mal. Tito – 814. Av. Ragueb Chohfi – 915. Av. Carlos Caldeira Filho – 716. Av. Cupecê – 717. Av. do Estado – 818. Av. Inajar de Souza – 719. Av. Prof. Francisco Morato – 720. Av. Atlântica – 621. Av. Brig. Luís Antônio – 622. Av. Celso Garcia – 623. Av. Eng. Caetano Alvares – 624. Av. Itaquera – 625. Av. São Miguel – 626. Av. Ver. João de Luca – 627. Est. de Itapecerica – 628. Av. Alcântara Machado – 529. Av. dos Bandeirantes – 530. Av. Ermano Marchetti – 531. Av. Nordestina – 532. Est. da Baronesa – 633. Est. do Campo Limpo – 534. Av. Afonso de Sampaio e Sousa – 435. Av. Antonelo da Messina – 436. Av. Carlos Lacerda – 4 37. Av. Conde de Frontin – 438. Av. Dep. Cantidio Sampaio – 539. Av. Eng. Armando de A. Pereira – 540. Av. Iguatemi – 441. Av. Interlagos – 442. Av. João Dias – 443. Av. Nova Cantareira – 444. R. Dr. Assis Ribeiro – 445. Vd. Eng. Alberto Badra – 546. Av. Arq, Vilanova Artigas – 347. Av. Brig. Faria Lima – 348. Av. Cangaíba – 349. Av. Cruzeiro do Sul – 350. Av. do Oratório – 3

Perfil das vítimas Ainda de acordo com a CET, dos 1.152 mortos no trânsito, 514 foram pedestres, 200 motoristas ou passageiros, 403 motociclistas e 35 ciclistas. Deles, 81,3% são homens e 18,7% são mulheres.

Em relação aos dias de semana, a maioria das mortes aconteceu entre sábado, domingo e madrugada de segunda-feira. Atropelamentos continua sendo a maior causa de mortes no trânsito: 508 foram vítimas deste acidente em 2013. Colisão registrou 324 mortes, choques, 176, e outros, 106.

Fonte: InfoMoney

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Fechado para comentários.