Food Trucks ganham as ruas de São Paulo

Food Trucks ganham as ruas de São Paulo

Em São Paulo, já é legalmente aprovado desde o final de novembro passado, a venda de comida de rua na cidade, com o propósito não somente de favorecer e de valorizar os tradicionais comerciantes do famoso churrasquinho grego e de yakissoba, mas também de atrair os olhares dos representantes da alta gastronomia para região, com a oferta de pratos mais acessíveis a toda a população. Desse modo, o investimento nos Food Trucks, ou seja, naqueles caminhões e furgões com cozinhas equipadas, ajuda não somente a levar o nome da gastronomia às ruas paulistanas, mas conta com todo um processo de especialização e agilidade em um atendimento de qualidade e próximo aos seus clientes.

Muito comuns nos Estados Unidos e nas cidades europeias, os Food Trucks costumam vender de tudo, desde cachorro quente e sorvete à comida mexicana e doces variados. Na capital do estado de São Paulo, essa ideia chegou com tudo! Pois, associada à onde de sucesso das atuais feiras gastronômicas     que animam os finas de semana do bairro de Vila Madalena e seu destaque no decorrer da Virada Cultural, um evento que reúne um dia inteiro de atrações artísticas gratuitas, os Food Trucks representam uma ideia que agrega valor não somente para empresários do ramo de alimentação, mas na diminuição dos gastos com impostos e aluguel, por exemplo.

De acordo com a legislação da Câmara de São Paulo, o vendedor de Food Truck deverá preservar cerca de 1,2 metro de passagem livre para a circulação dos pedestres nas ruas. As subprefeituras da cidade irão sortear as devidas licenças com duração de dois anos (podendo ser renovadas pelo mesmo período) para a venda de comida nos furgões e as bebidas alcoolicas serão proibidas.

Para se ter uma ideia da sensação em que se tornaram os Food Trucks por aqui, o renomado chef brasileiro Alex Atala é um de seus maiores defensores e objetiva ter um dos furgões para servir nas ruas a galinhada do seu restaurante Dalva & Dito, com o intuito de levar comida de qualidade para além dos restaurantes.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *