Posso calcular o seguro antes de comprar o carro?

| Autor: Jeniffer Elaina

Se você está pensando em comprar um carro saiba que, além de se preocupar em pesquisar e comparar benefícios e valores entre as marcas e modelos de seu agrado, é importante calcular o seguro antes de comprar o carro.

Normalmente quando pensamos em comprar um carro, comparamos os preços e benefícios entre as marcas, e só então decidimos o modelo escolhido.

O que algumas pessoas desconhecem, é que além de pesquisar o valor do automóvel, também é possível calcular o seguro antes de comprar o carro.

Através da internet é possível cotar o valor do seguro para o seu carro.

Existem sites especializados que oferecem orientação de consultores, para que qualquer tipo de dúvida que venha surgir seja esclarecido.

Ficou interessado e quer saber melhor como isso funciona? Então acompanhe este artigo.

Posso calcular o seguro antes de comprar o carro?

É possível calcular o seguro antes de comprar o carro?

Sim, é possível e muito recomendado calcular o seguro antes de comprar o carro, isso lhe ajudará a saber quanto gastará para manter seu futuro carro em segurança e ajudará também na decisão da compra do modelo.

Supondo que você esteja em dúvida entre dois ou três modelos, calcular o seguro deles ajudará você a se decidir por aquele que possui uma cobertura mais em conta.

Além disso, realizar o calcular o seguro antes de comprar o carro, ajudará você também a saber o quanto o modelo pretendido é visado por ladrões.

Para calcular o seguro antes de comprar o carro o primeiro passo é buscar na internet sites de empresas especializadas no assunto.

Quando for realizar a cotação online, é fundamental que você esteja atento à todas as informações que serão fornecidas nos formulários enviados às seguradoras.

Seja objetivo com essas informações, pois, elas implicam diretamente no preço do seguro.

Além disso, o preenchimento correto do questionário evitará que você obtenha um valor na hora da cotação, e acabe pagando outro valor já com o carro comprado.

As principais informações que serão avaliadas para calcular seguro auto são:

  • Idade, sexo e estado civil;
  • Região onde você mora, estuda ou trabalha;
  • Quilometragem que roda, em média, com o veículo;
  • Modelo do veículo e ano de fabricação;
  • A existência de motoristas adicionais;
  • Entre outras.

Após responder os questionários e solicitar as cotações, você terá uma base de preços e benefícios oferecidos para poder comparar.

Ao obter esse cálculo não se esqueça de deduzir seu bônus do seguro atual, caso já tenha um seguro de carro.

Também é recomendado manter algumas coberturas adicionais como a de Responsabilidade Civil, por exemplo.

Assim, se houver um acidente de trânsito com vítimas e isso gerar uma demanda judicial, caso você não contrate essa proteção, terá que arcar com os custos do processo.

Como é feito o cálculo de seguro de automóvel?

O ponto de partida para calcular seguro de carro é o valor do automóvel a ser segurado.

Além dessa porcentagem sobre o preço, o valor pago pelo seguro estará diretamente relacionado aos riscos que o automóvel estará submetido.

Esse é um dos motivos pelo qual os questionários preenchidos durante solicitações de cotação são tão extensos.

As empresas de seguro avaliam todos os fatores que possam implicar no aumento ou redução da chance de o bem segurado passar por algum sinistro.

Para isso, é feito um cruzamento de informações relacionadas ao seguro do carro com estatísticas em bancos de dados referentes a ocorrências.

Essas informações a respeito de ocorrências são atualizadas todos os meses, no entanto, cada empresa possui uma base de dados própria, não existe uma contabilização geral de dados, por isso, existem tantas variações de preço.

Essas variações consideram endereço, idade do motorista e diversos outros fatores, e embora as seguradoras sigam critérios parecidos, cada empresa determina o peso dos itens individualmente de uma maneira diferente para a composição do preço final.

Esse é um dos motivos para se ter um corretor de confiança, e fazer o maior número de cotações possíveis.

Outro fator que influencia no cálculo de seguro de automóvel é o modelo do carro, por isso, vale a pena pesquisar quais são os modelos com maior índice de sofrer sinistros ou roubos e evitá-los.

Caso opte por um modelo dentro desses índices, é importante que saiba que ao comprar seguro de carro para esse veículo, inevitavelmente pagará valores mais altos.

Quando se trata de carros recém lançados, as empresas de seguro calculam projeções baseadas em dados disponíveis, como, a média de sinistros do segmento a que o veículo pertence e da marca.

Esse é um dos motivos de carros novos terem grandes variações de preço em sua primeira renovação, já que após um ano, as seguradoras terão uma base de dados maior e mais confiável para esse cálculo.

Quais são as principais variantes na hora de calcular seguro auto?

Na hora de calcular seguro de carro, o valor da apólice pode variar conforme os seguintes fatores:

  • Marca do veículo,
  • Tipo do modelo,
  • Ano de lançamento,
  • Placa e/ou chassi,
  • Dispositivo antifurto e blindagem do veículo,
  • Região onde ele circula,
  • Perfil do condutor,
  • Valor de possíveis reparos de peças e uso do veículo,
  • Tipo de seguro contratado.

A partir dessas informações a seguradoras calculam o risco de sinistro do veículo, o risco de o cliente sofrer sinistros ou acidentes, e aliado a essas informações a empresa encontra o valor mais justo para cada pessoa.

O que é considerado no questionário de perfil do cliente?

As principais informações consideradas no questionário de perfil dos clientes, são características como sexo e idade do motorista, a presença de garagem na residência ou no trabalho e se haverá outros condutores no veículo.

Esse último é de extrema importância, visto que se houver condutores mais jovens, as chances de acidentes são maiores, uma vez que além dos motoristas mais jovens tendem a ser mais imprudentes ao volante, eles também são menos experientes.

Já o sexo do cliente conta devido uma série de pesquisas e estatísticas que mostram que as mulheres são mais atentas ao volante e, por isso, se envolvem menos em acidentes e sinistros que os homens.

Informações sobre estado civil e existência de filhos menores de idade também influenciam bastante no cálculo do seguro auto.

Isso acontece porque as seguradoras acreditam que pessoas casadas ou com uma união estável circulam menos com o veículo a noite e, consequentemente se expõe menos a riscos.

A mesma premissa se aplica para quem tem filhos, uma vez que, uma pessoa dirigirá com muito mais atenção e cuidado tendo uma criança a bordo do que se estivesse sozinho.

Por isso, essas informações fazem tanta diferença na hora de calcular seguro carro.

Quanto em relação à presença de garagem, quando é positiva, ela diminui consideravelmente os riscos de furto.

Essas são as informações principais na hora de calcular seguro de carro.

O que você precisa perguntar na hora de calcular seguro carros online?

Assim como as seguradoras precisam fazer um questionário com os clientes, é preciso que os clientes também façam algumas perguntas as empresas, a fim de saber se o valor oferecido condiz com os serviços prestados.

Veja quais são essas perguntas:

  1. Pergunte qual é o valor da franquia

A franquia trata-se da taxa que a seguradora cobrará para arrumar o seu carro quando for acionada.

Isso significa que se você sofrer um acidente com o veículo e acionar o seguro para realizar o conserto, terá que pagar a franquia para a seguradora.

Existe no mercado três tipos de franquia que são oferecidas, a reduzida, a majorada e a comum.

Por isso, é importante sempre pergunte o valor da franquia de cada uma dessas opções em todas as cotações realizadas e avaliar qual vale mais a pena.

  1. Questione sobre os tipos de franquia oferecidas

Quando a franquia é reduzida, significa que você pagará um valor menor quando acionar o seguro, porém, o valor da apólice será maior.

Quando falamos de franquia normal, significa que os valores da franquia e da apólice serão equilibrados.

Já quando o assunto é a franquia majorada, significa que o valor da franquia será maior do que o normal e consequentemente o valor da apólice será menor.

Essa opção pode ser muito interessante para pessoas que sabem que são cuidadosas e que não costumam se envolver em sinistro como colisões.

Por isso, é fundamental que você questione sobre os valores dessas três opções de franquias e compare atentamente cada um deles em todas as propostas realizadas, até encontrar o melhor preço.

  1. Questione sobre o tipo de indenização para roubo do veículo ou perda total

Algumas empresas pagam o valor de mercado do veículo usado de acordo com a tabela FIPE, já outras empresas estipulam esse valor em contrato, no momento da aquisição do serviço.

O mais comum é a primeira opção, mas vale a pena conferir esse detalhe antes de assinar um contrato com uma seguradora.

  1. Questione sobre a cobertura para desastres naturais como enchentes e incêndios

Em muitos casos a cobertura para enchentes trata-se de um item adicional, por isso, verifique se ela é necessária para você e se está inclusa na cobertura compreensiva escolhida, antes de contratar o serviço.

  1. Questione sobre a cobertura de danos a terceiros

Assim como o item anterior, este também é oferecido pela maioria das empresas como cobertura adicional.

Quando ela existe, garante que a empresa de seguros pague os danos causados em outros veículos em caso de batidas.

Se esta cobertura não fizer parte do pacote, vale a pena incluí-la como um item adicional em seu seguro auto.

Acredite, o aumento do valor da apólice pela inclusão deste item é muito menor do que arcar com os custos em caso de acidente sozinho.

Além disso, essa cobertura não possui franquia.

  1. Verifique o que exatamente o seguro não cobrirá

Tenha certeza dos serviços e coberturas não oferecidos pela seguradora.

Algumas empresas não pagam indenização se o motorista responsável pelo acidente for menor de 21 anos por exemplo.

Portanto, questione todos os itens que não estão cobertos na proposta antes de contratar o serviço, assim você evitará surpresas.

  1. Pergunte se a empresa instala o rastreador

Quando esta opção existe, na grande maioria dos casos a instalação do equipamento é gratuita, mas nem sempre essa informação é passada.

Por isso, se existir este serviço, saiba se você deverá instalar o rastreador ou ele será feito pela seguradora.

Afinal, a presença do equipamento no carro costuma diminuir bem o valor do seguro.

Não tenha preguiça!

Como dica extra vale a pena reforçar para que você não tenha preguiça de realizar diversas cotações para calcular o seguro antes de comprar o carro.

Como mencionado diversas vezes, os valores mudam muito de uma empresa para outra e quando você menos esperar poderá encontrar preços, condições e serviços que valham mais a pena.

Por isso, pesquise bastante sem preguiça e muito menos pressa e, dê sempre preferência aos serviços de um corretor de seguros.

Além de tornar esse processo muito mais simples, esse profissional será muito útil caso você sofra um acidente e precise acionar o seguro.

Na Smartia Seguros Online, você pode fazer o cálculo de seguro de automóvel em até oito seguradoras diferentes, ao mesmo tempo.  Acesse agora o nosso site e compare!

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *