Armadilha: seguro popular pode não cobrir sinistros básicos

seguro popular pode acabar saindo mais caro

Achar um seguro barato para carro não é uma tarefa fácil, mas com as corretoras de seguros online, você pode comparar preços e escolher a melhor opção. Infelizmente, nem sempre o seguro mais barato será o mais eficiente. Às vezes, o prejuízo por contratar um seguro mais em conta pode ser muito maior no futuro, pois ele não cobrirá os sinistros mais básicos, como roubo, furto ou até colisões.

O valor do seguro é o conjunto entre vários fatores e os principais são o perfil do motorista e os serviços de cobertura contratados, como colisão, incêndio, roubo, furto, responsabilidade civil e serviços adicionais. Não vale a pena diminuir o preço da apólice tirando um dos serviços de cobertura, pois caso aconteça qualquer acidente, o motorista terá que arcar com as despesas. Hoje é possível contratar seguros que cubram também danos causados pela natureza, como enchentes, árvores, terremotos e outros.

O seguro é essencial justamente porque infelizmente, ás vezes, somos pegos de surpresa e é bom estar sempre prevenido contra infortúnios. Por isso, muitas vezes, para não ficar totalmente sem seguro, as pessoas optam pelo seguro popular, que são muito mais baratos do que os outros.

De acordo com o Sindicato de Seguros no Estado de São Paulo (Sincor-SP), um seguro tradicional custa entre 3% e 10% do preço do veículo. Já os seguros populares podem chegar a ser 6 vezes mais baratos, partindo de preços como R$ 300,00 por ano, por exemplo.

A escolha final é sempre do cliente, afinal, ele pode decidir correr mais riscos e pagar menos na apólice. Ele pode escolher que tipo de serviço o seguro cobrirá e achar o preço ideal para seu bolso, mas isso não é aconselhado e deve ser tratado com muita atenção.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *.

*
*