Dicas e músicas para evitar estresse no trânsito

estresse no trânsito

O trânsito tem ficado cada vez mais complicado nas grandes cidades. Se você anda muito de carro, já deve ter enfrentado engarrafamentos que duram até 2 horas nos horários de rush. Buzinas, gritos e o carro apertado contribuem para que o motorista se estresse e acabe ficando irritado durante o trajeto e quando chega ao seu destino. Mas o estresse pode causar acidentes nas ruas e problemas sérios de saúde, por isso, é bom ficar atento e não deixar o trânsito te tirar do sério.

No momento em que está tudo parado, não há muito o que fazer a não ser fechar os vidros e colocar uma boa música para tocar. Aproveite esse tempo para fazer alguns alongamentos. Eles ajudam a aliviar o estresse, pois ao fazer esse tipo de exercício, o cérebro libera endorfina, que funciona como um analgésico natural do corpo, fazendo com que você se sinta mais confortável.

Outra dica é ter uma companhia no banco do carona. É sempre bom poder conversar um pouco e ouvir música durante o trajeto. Enquanto o trânsito está parado, não existe nada mais reconfortante do que ter alguém ao lado. Por isso, combine de dividir caronas, onde cada um pode ser o motorista da vez e fazer com que a experiência de dirigir no trânsito pesado seja mais suportável para todos.

E abaixo, uma lista com boas músicas para relaxar e evitar estresse no trânsito. Mas lembre-se, ouvir música muito alto pode causar falta de atenção, ou dificultar que você ouça a buzina ou a sirene de ambulância. E dirigir com fones é ilegal, portanto, para sua segurança no trânsito, curta o som, mas sem exageros e sempre com bastante atenção ao volante, para não ter mais problemas e se estressar ainda mais.

  1. Drive my car – The Beatles
  2. Blue Jeans – Lana Del Rey
  3. The lazy song – Bruno Mars
  4. Fly Away – Lenny Kravitz
  5.  Jaded – Aerosmith
  6. Living the Moment – Jason Mraz
  7. Heroes – David Bowie
  8. Drive – Incubus
  9. Banana Pancakes – Jack Johnson
  10. Gravity – John Mayer

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *.

*
*