O que muda no trânsito das 12 cidades-sede da Copa nos dias de jogo

O que muda no trânsito durante a Copa (2)

Durante a Copa do Mundo, todas as cidades-sede enfrentarão grandes mudanças no trânsito e precisarão oferecer suporte a um aumento significativo de turistas, equilibrando o fluxo de torcedores que irão aos estádios e a população local que seguirá sua rotina de deslocamento diário.

Mas mesmo com os planos de mobilidade traçados por cada cidade, uma série de problemas de engarrafamento, alagamentos, entre outras condições do trânsito que já acontecem no dia a dia de quem vive nestas grandes cidades pode recorrer. Por isto, quem necessita transitar até as regiões dos estádios com veículos próprios, a pé ou por transporte coletivo precisa estar atento. E, independente da cidade onde estiver, a dica fundamental é a mesma: antecipe-se, anote seu trajeto em um “mapa pessoal” e não deixe para sair de casa na última hora.

Confira as principais mudanças e links com mais informações para cada cidade-sede:

SÃO PAULO – A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) e a SPTrans (São Paulo Transportes) divulgaram, recentemente, os esquemas de trânsito e transporte para a região de Itaquera, onde ocorre a abertura do mundial e outros jogos. Confira neste site o acesso de veículos credenciados, desvios, alterações no serviço de ônibus, taxi, trem e metrô, pontos de acesso local à população da região, entre outros. Há também este link, com dicas para se deslocar em São Paulo nos dias de jogo.

RIO DE JANEIRO – No Rio de Janeiro, um esquema especial de circulação, parada e estacionamento foi criado para funcionar entre os dias 15 de junho e 13 de julho, especialmente para os dias em que acontecerem os jogos no Maracanã. Saiba mais sobre este planejamento.

BRASÍLIA – Na capital federal, foi organizado um plano de mobilidade urbana para os sete dias em que haverá jogos na cidade. São bolsões de estacionamento, interdição de vias, transporte público. Leia algumas informações sobre transporte público, táxis, ruas interditadas, entre outros, além do Mapa de Acessibilidade da cidade para o Mundial.

PORTO ALEGRE – O plano de mobilidade da capital gaúcha privilegia o uso de transporte público e serviços especiais para quem optar pela caminhada. Uma dica que vale destacar é que nos dias 15 e 22 de junho, os corredores de ônibus das avenidas Cascatinha (Erico Verissimo) e Terceira Perimetral, que costumam ser bloqueados para lazer aos domingos, serão utilizados, excepcionalmente, pelos ônibus. Acesse as recomendações para quem vai aos jogos do mundial em PoA. Também é possível tirar outras dúvidas sobre o trânsito da cidade.

MANAUS – Também foi feito um plano de mobilidade para quem assistir os jogos na Arena Amazônia. Veja as mudanças no trânsito em Manaus, bem como linhas de ônibus, estacionamentos que estarão disponíveis para os torcedores que irão ao estádio assistir ao mundial e mudanças no trânsito. Neste outro link há mais informações sobre as rotas de ônibus.

CURITIBA – O estádio da capital paranaense será palco de quatro jogos do mundial durante a primeira fase da competição. Estima-se que, neste período, até 27 mil passageiros do transporte coletivo, por hora, se dirijam região da Arena da Baixada. Para dar conta desse volume, foi elaborado um programa especial, com linhas de ônibus criadas ou reforçadas para a Copa. Confira algumas destas informações.

BELO HORIZONTE – Durante os dias dos jogos, Belo Horizonte irá contar com o serviço de transporte de ida e volta ao Mineirão, pelo valor de R$ 15. Isto faz parte da operação especial de mobilidade montada devido ao evento esportivo mundial. Saiba mais.

FORTALEZA – Para chegar ao Castelão, um esquema de trânsito para a Copa contará com 7 bolsões e 19 linhas especiais de ônibus. Atenção, será proibida a circulação de veículos em um raio de 2 km da Arena Castelão. Veja as informações e o mapa de acesso ao estádio.

SALVADOR – O trânsito da capital baiana, bem como a área de estacionamento de veículos no entorno da Arena Fonte Nova, sofrerão alterações entre os dias 6 de junho e 11 de julho. Diversas ruas ficarão interditadas, haverá reserva de vagas e bloqueio de estacionamento, e desvio no tráfego em algumas localidades. Saiba o que vai mudar no trânsito de Salvador durante os dias de jogo.

NATAL – A Arena das Dunas, em Natal, inclui em seu plano de mobilidade, linhas especiais de ônibus e estacionamentos públicos que poderão abrigar até 6.220 veículos. Veja aqui dicas para se deslocar na cidade. Para os dias de jogo, haverá cinco pontos para estacionamento público, com linhas de ônibus alimentadoras até o estádio. Saiba mais neste link.

CUIABÁ – O esquema de trânsito de Cuiabá estimula uso de ônibus para o acesso à Arena Pantanal, com 147 coletivos que vão operar especificamente no deslocamento ao estádio. Leia o plano de mobilidade cuiabano para os dias de jogo e algumas dicas para se deslocar na cidade. Atenção para quem vai de carro, ou de taxi: você terá que deixar o veículo em estacionamentos privados e seguir a pé até o estádio.

RECIFE – A promessa é de que, desta vez, o caos na estação de metrô Cosme e Damião, visto na Copa das Confederações no ano passado, não se repeta durante a Copa do Mundo 2014. Para isto, o torcedor poderá chegar à Arena Pernambuco por metrô, ônibus ou de carro. Foi criado um novo acesso rodoviário (Ramal Cidade da Copa) e um novo estacionamento periférico. Confira as alterações aqui.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *.

*
*