Venda de carros zero diminui no Brasil

Venda de carros zero diminui no Brasil

As pesquisas apontam que a vendagem de carros novos caiu quase dois por cento, ao passo que o de carros usados e seminovos cresceu cinco por cento no Brasil em 2013, o que gerou uma diferença de preço aumentada entre os dois. Ainda que no período tenha havido incentivos financeiros do governo, com a baixa do imposto cobrado sobre os automóveis zero, o preço dos seminovos se mostrou mais atrativo aos consumidores.

Quando comparado um modelo novo no valor de 65 mil reais, seu valor com um ano de uso e com quilometragem de trinta mil cai para menos de 40 mil reais, contando ainda com cinco anos de garantia de fábrica restantes, uma vez que a transferência de dono não desconsidera esse tipo de garantia oferecida.

Assim, os carros usados têm se tornados acessíveis a todos os perfis e disponibilidades econômicas de seus compradores. Essa preferência tem sido percebida, por exemplo, na preferência dos contemplados em consórcios pelos carros usados, em vez dos novos de fábrica, uma vez que sua perda, apenas ao sair da loja, chega a vinte por cento.

No ano de 2014, com o intuito de adequar a esse quadro surpreendente da indústria automobilística brasileira, os modelos de carros mais desejados entre os motoristas que estarão entre os seminovos são os seguintes: o Novo Gol da marca Volkswagem, preferido do mercado em outubro de 2013; o Novo Fiat Uno em suas versões Economy 1.4; além do modelo Fiat Palio, modelo Chevrolet Corsa, com um dos preços mais acessíveis aos compradores; os carros Chevrolet Celta, o Chevrolet Corsa Sedan, o Ford Fiesta, o Volkswagen Fox, o Fiat Siena, na versão Grand Siena e o carro Toyota Corolla, desde 2011 no modelo XEi 2.0.

Em linhas gerais, o fato é que a aquisição de carros é uma realidade no mercado brasileiro, seja ele usado ou zero, sua compra tem sido cada vez mais efetuada entre os consumidores.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *.

*
*