Pagamentos de IPVA e DPVAT começam a vencer esta semana.

Pagamentos de IPVA e DPVAT começam a vencer esta semana

O tempo passou rápido e já estamos no ano de 2014, não é mesmo? E com ele, vem também o pagamento dos impostos típicos de ínicio de ano, entre eles o IPVA – o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores e o Seguro DPVAT – Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres. Tem algum veículo? Então você sabe do que estamos tratando.

Para os mais interessados, já estão disponíveis online, nos sites dos respectivos DETRANs de cada estado brasileiro, as tabelas para consulta do cálculo base para que você possa fazer o planejamento de qual será o melhor modo de pagar a sua conta. O custo é estabelecido, levando em consideração o ano de fabricação, o modelo e o tipo de combustível de seu veículo, e pode variar de um a quatro por certo dependendo do estado brasileiro de onde vem. O valor total da arrecadação proveniente do IPVA é dividido em quantidades iguais entre o estado e a cidade onde o veículo está devidamente licenciado e é posteriormente aplicado em serviços públicos em benefício da sociedade como um todo.

Já o seguro obrigatório do DPVAT é também pago anualmente junto com a primeira parcela do IPVA ou na cota única. Seu pagamento garante a indenização em caso de acidente de trânsito que dê em morte ou invalidez permanente, com reembolso de despesas médicas e hospitalares devidamente comprovadas pelo solicitante. A ideia desse imposto é o de assegurar o amparo das vítimas de acidente de trânsito no Brasil, p que inclui motoristas, passageiros ou pedestres, sem considerar a culpabilidade do acidente.

 

Lembre-se de que o pagamento do IPVA do DPVAT é imprescindível para o licenciamento do veículo e para a aquisição dos devidos documentos vigentes em 2014. O seu pagamento pode ser parcelado em até três vezes. Os calendários para pagamento são organizados de acordo com o final das placas dos veículos em ordem crescente, com ínicio em janeiro, passando por fevereiro e até março, e com a possibilidade da quitação da cota única com desconto.

 

A solicitação da indenização do DPVAT independe da participação de intermediários, pois, a própria vítima poderá ir a uma Companhia Seguradora e apresentar os documentos necessários, de acordo com o seu pedido.

 

A boa notícia é que para o ano de 2014 haverá uma redução de oito a doze por cento no valor do imposto de todos os veículos, isso se deve não somente à desvalorização de alguns veículos no mercado, mas à redução do valor do IPI previamente determinado pelo governo federal; atingindo modelos novos e usados. Curiosidade: a tendência é que os modelos usados, mas seminovos tenham maior queda nos preços de seus impostos em 2014, uma vez que, tradicionalmente, eles são mais desvalorizados nos primeiros anos de uso, e com o passar do tempo esse índice continua, mas é reduzido

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *.

*
*