Os carros menos poluentes e “beberrões”

Os carros menos poluentes e beberrões

Para chegar aos resultados de eficiência no consumo de energia, o Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV) do Inmetro, em parceria com a Petrobras no âmbito do Conpet, submete os carros a testes realizados em laboratórios por especialistas e os categoriza em seis grupos, de A a E – sendo A o mais eficiente e E o menos eficiente. Os veículos que recebem as melhores etiquetas dentro da sua categoria e/ou na comparação absoluta geral recebem o selo do Conpet e são considerados os mais econômicos em consumo de combustível. A participação das montadoras é voluntária.

De tempos em tempos, o Inmetro atualiza seu ranking de consumo de combustíveis com a entrada de novos modelos de veículos. Atualmente, a lista de carros testados pela entidade tem 36 montadoras e mais de 400 versões de 132 modelos. No início de outubro, o Inmetro incluiu na sua tabela informações também sobre a emissão de poluentes, formando um banco de dados ainda mais completo sobre a eficiência energética e o nível de poluição dos veículos que rodam no Brasil.

Para obter as três estrelas relativas a poluentes, o carro precisa apresentar um nível abaixo de 60% dos limites máximos legais para cada um dos poluentes que são analisados. Se a margem ficar entre 60% e 80%, recebe duas estrelas. E se estiver entre 80% e os limites máximos permitidos, recebe apenas uma estrela.

Quanto à emissão de gás carbônico, o critério leva em consideração o tipo de combustível utilizado – se for a álcool ou flex já recebe uma estrela – e o nível de emissão de CO2, pelo cano de descarga. Para receber essa estrela o veículo precisa emitir menos de 80 gramas por quilômetro (g/km) do gás.

O consumidor que optar por comprar os carros com cinco estrelas está defendendo não apenas o planeta e o pulmão, mas também o bolso, uma vez que, por serem mais fortes, os veículos mais potentes consomem mais, poluem mais e são mais caros.

A Nota Verde, criada pelo Programa de Controle de Poluição do Ar por Veículos Automotores – Proconve/Ibama, varia numa escala de 0 a 10. Quanto maior a nota de um carro, menor o seu índice de emissão de monóxido de carbono, hidrocarbonetos e óxidos de nitrogênio. Os dados disponíveis referem-se a modelos produzidos em 2008 e estão de fora os carros a álcool. Veja o Top 10.

1º. Ford Focus
2º. Honda New Fit EX
3º. Nissan Tiida
4º. Honda New Fit LXL
5º. Ford Edge
6º. Honda New Fit LX
7º. Chrysler PT Cruiser
8º. Fiat Uno
9º. Fiat Uno Way
10º. Honda Civic LXS

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *.

*
*