Rodízio de carros no Brasil. Solução ou problema?

Rodízio de carros no Brasil. Solução ou problema?

O trânsito das grandes cidades tem se tornado um grande problema. Além do aumento do número de carros e engarrafamentos, o transporte público que deveria servir como solução ou alternativa, geralmente deixa a desejar.

São Paulo, por exemplo, é por enquanto a única cidade que adota o rodízio no Brasil. Desde 30 de junho de 2008, os caminhões de médio e grande porte também entram num rodízio um pouco diferenciado. Eles estão proíbidos de circular em determinadas áreas da cidade, em horários de rush.  Em Recife, a possibilidade de adotar esse método vem sendo estudada pela Secretaria de Mobilidade e Controle Urbano do estado.

A restrição de circulação atinge veículos particulares e de empresas de qualquer cidade, excetuando-se aqueles que realizam funções essenciais, transporte urbano e escolar, atendimento médico entre outros. Esta escala de rodízio é regida pelo último dígito da placa do veículo.

Porém, as opiniões em  relação ao rodízio são bastante divergentes. Alguns motoristas defendem que o método auxilia no tráfego e diminui as possibilidades de engarrafamento.

Em contrapartida, existem os problemas dos transportes públicos que não atendem a população, com atrasos e superlotação.

Além da melhora nos sistemas de transporte, a expansão de ciclovias também seria uma boa saída para desafogar o trânsito. As bicicletas, além de ocuparem menos espaço no “trânsito”, não são poluentes, contribuindo assim para a preservação da natureza.

Outra possibilidade que vem aos poucos sendo implantada e legalizada, é o sistema de transporte alternativo. Vans estão recebendo autorizações e padronização para circularem nas vias do país.

A pavimentação das vias também contribui para a melhor circulação. Evitando buracos e outros possíveis empecilhos no asfalto, o tráfego poderá fluir melhor nas grandes capitais.
O sistema de rodizio sempre gera polêmicas, porém poderia ser solucionado com outros meios que, além de melhorar o trânsito, podem também contribuir com a diminuição da poluição. Cabe aos governantes elaborarem um plano diferenciado, afim de melhorar o tráfego e por consequência a qualidade de vida do cidadão.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *.

*
*