Conheça mais sobre os Carros Flex

Conheça mais sobre os carros flex.

Desde 2003 a tecnologia flex vem evoluindo, e com isso ampliou o poder de escolha do consumidor. O primeiro carro bicombustível do Brasil foi o Gol 1.6 Total Flex, em 2003. Desde lá, conforme a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), já foram fabricados cerca de 20 milhões de carros flex. Eles representam 92% do mercado atual, excluindo os veículos movidos a diesel.

Desde então, é permitindo migrar da gasolina para o etanol, e vice-versa, conforme um ou outro combustível fique mais vantajoso para o bolso.

Para o consumidor, a principal razão para escolher um combustível ao invés de outro está no bolso. O álcool chega a custar metade do preço do que a gasolina. Se a busca é apenas pela economia, deve-se multiplicar o valor da gasolina por 0,7. Se o resultado for mais barato que o álcool, deve-se usar gasolina. Caso contrário, álcool.

Se você gosta de usar somente um combustível para não prejudicar o desenvolvimento do carro, não se preocupe. Aquela história do motor “viciar” é mito. E, quando for trocar, o motor se adaptará sem problemas, sem solavancos. O sistema está sempre fazendo leituras e se adequando aos parâmetros da composição atual. A preferência por um ou outro combustível não interfere em nada no desgaste das peças do motor.

Faça as contas, encha o tanque com o combustível que ficar mais confortável para o seu bolso e boa viagem.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *.

*
*